Uma discussão acerca do papel da aprendizagem organizacional na formação de competências

Marlene Aparecida da Silva Gonçalves Zangiski, Edson Pinheiro de Lima, Sérgio Eduado Gouvêa da Costa

Resumo


Resumo

O dinamismo do novo cenário socioeconômico, defi nido pelo desenvolvimento tecnológico, está provocando a transição de um modelo fundamentado na eficiência individual para outro, cujas bases se estabelecem em medidas da efi ciência coletiva. Neste contexto, a aprendizagem organizacional figura como um processo que medeia a geração de conhecimento, de habilidades e de competências para as organizações. Este trabalho fundamenta-se na argumentação de que o conhecimento é o recurso mais importante para a competitividade empresarial, e de que as teorias sobre aprendizagem organizacional contribuem para a sua gênese. A aprendizagem organizacional interage com o conhecimento através de construções teóricas como competências e capacitações, que são defi nidas no nível organizacional. O objetivo deste trabalho é estudar as relações existentes entre os processos de aprendizagem organizacional e a formação e desenvolvimento de competências organizacionais, no âmbito da gestão de operações. Tais relações foram consolidadas na forma de um framework teórico-conceitual. A pesquisa utilizou abordagem qualitativa, cuja estratégia fundamentou-se em informações obtidas junto a especialistas (profi ssionais e acadêmicos) e em projeto de implantação de um modelo corporativo para a gestão estratégica de conhecimento. O resultado é o refinamento e teste de um framework que define as relações entre o processo de aprendizagem organizacional e a formação e desenvolvimento de competências que se estabelecem nesse nível. Observa-se que, no contexto da gestão estratégica de operações, a aprendizagem estabelece o processo através do qual se mobilizam recursos. No entanto, esta mobilização é mediada pelas competências organizacionais.

Palavras-chave

Aprendizagem organizacional. Competências organizacionais. Gestão do conhecimento e gestão estratégica de operações.

A discussion about the role of organizational learning in the formation of compentencies

Abstract

The dynamics of the new socioeconomic scenario, as defi ned by the technological development, has been causing transition from a model based on individual efficiency to another based on collective effi ciency. In this context, organization learning is displayed as a process which furnishes generation of knowledge, capabilities and competencies for the organizations. This paper is based on arguments that knowledge is the most important resource for the entrepreneurial competitiveness, and that the theories about organizational learning contribute to its origin. Organizational learning interacts with knowledge through theoretical constructions as for instance competencies and training, which are defi ned on an organizational level. The objective of this paper is to study the relations existing between the processes of organizational learning and formation of development of organizational competencies, in the context of management of operations. These relations are consolidated by a theoretical conceptual framework. A qualitative approach was used for research based on information obtained from experts and on the utilization of information from a project of development and implantation of a corporative model for strategic knowledge management. The main conclusion of this paper is the refi nement and application of a framework which defi nes the relations between the process of organizational learning and the formation and development of competencies which are established on the organizational level. In the context created by the strategic management of operations, learning establishes the process by which resources are mobilized. This mobilization, however, is intervened by organizational competencies.

Keywords

Organizational learning. Organizational competencies. Knowledge management. Strategic management of operations.



Texto completo:

PDF