Inteligência competitiva e suas conexões epistemológicas com gestão da informação e do conhecimento

Ethel Airton Capuano, Julio Casaes, Julio Reis da Costa, Magda Sifuentes de Jesus, Marco Antonio Machado

Resumo


O artigo apresenta uma revisão de literatura mostrando o estado-da-arte conceitual na disciplina corporativa denominada inteligência competitiva (IC), sob um ponto de vista da ciência da informação (CI), explorando desenvolvimentos e experiências recentes. Embora já presente nas sociedades da Antiguidade, objeto de estudo de soberanos, pensadores e guerreiros, a inteligência competitiva (IC), inspirada nas atividades de inteligência militar, constitui tema bastante atual no mundo corporativo contemporâneo de competição global, com renovado interesse no mercado e na academia. Como o tema apresenta evidentes conexões epistemológicas com gestão da informação (GI) e gestão do conhecimento (GC), o texto busca mostrar como isso ocorre e as relações de causa e efeito entre as várias camadas de atividades vinculadas ao desenvolvimento de inteligência para tomada de decisão nas organizações inspirado no framework de Liebowitz (2006) baseado numa estrutura de cebola. Conceitos correlatos são também explorados, como o próprio conceito de GC, numa praxis composta de disciplinas corporativas conhecidas como aprendizado organizacional, gestão do capital intelectual ou capital humano e inteligência organizacional. Conceitos novos correlatos à inteligência competitiva são acrescentados ao conjunto intelligentsia galore de Liebowitz (2006), como capital estrutural, capital de clientela, capital competitivo e inteligência estratégica (IE).

 

Palavras-chave


Inteligência competitiva. Inteligência estratégica. Gestão da informação. Gestão do conhecimento. Inteligência artificial. Business intelligence. Aprendizado organizacional. Gestão do capital intelectual. Gestão do capital humano. Inteligência organizacional. Capital estrutural. Capital de clientela. Capital competitivo. Intelligentsia galore..


Competitive intelligence and its epistemologic conections with information and knowledge management


Abstract


The article presents a literature’s review showing the conceptual state-of-the-art of the corporate discipline called Competitive Intelligence (CI), from a point of view of Information Science (IS), exploring developments and experiences in the organizations. Although present in the ancient societies, subject of study of emperors, thinkers and warriors, Competitive Intelligence (CI), inspired in military intelligence activities, is a contemporary theme in the corporate world of global competition with renewed concern in market and academy. As the theme presents evident epistemological connections with Information Management (IM) and Knowledge Management (KM), the text aims to show how this happens and the relationship of cause and effect among several ranks of activity linked to the development of intelligence and decision making in the organizations, inspired in the Liebowitz’s (2006) framework based on an onion structure. Correlated concepts are also explored, as the concept of KM itself, in a praxis integrated by corporate disciplines, is called organizational learning, intellectual capital or human capital management, and organizational intelligence. Other new concepts connected to CI are included in the Liebowitz’s (2006) intelligentsia galore set, asstructural capital, customer capital, competitive capital, and Strategic Intelligence (SI).


Keywords

 

Competitive intelligence. Strategic intelligence. Information intelligence. Knowledge management. Artificial intelligence. Business intelligence.  Organizational learning. Intellectual capital management. Human capital management. Organizational intelligence. Structural capital. Customer capital. Competitive capital. Intelligentsia galore.


Palavras-chave


Inteligência competitiva. Inteligência estratégica. Gestão da informação. Gestão do conhecimento. Inteligência artificial. Business intelligence. Aprendizado organizacional. Gestão do capital intelectual. Gestão do capital humano. Inteligência organizacio

Texto completo:

PDF