Gestão do conhecimento: uma revisão crítica orientada pela abordagem da criação do conhecimento

Sergio Luis da Silva

Resumo




Uma bem-sucedida sistematização da gestão do conhecimento deve considerar que o conhecimento pode existir em dois formatos, tanto na mente das pessoas, quanto em registros diversos; e a tecnologia da informação tem grande importância no acesso e na renovação dos conhecimentos. Seguindo essas preocupações, a essência da idéia de “criação do conhecimento” utilizada na área de gestão organizacional reside em pessoas poderem se encontrar e trocar experiências com outras pessoas que têm ou trabalham com certos tipos de conhecimentos, e a importância da tecnologia da informação é construir um suporte para que isso ocorra. Considerando esse ponto de vista, discutem-se, no presente artigo, esforços para trocas de conhecimentos, utilizando-se, para isso, o relacionamento entre dois formatos de conhecimentos – aqueles que são inerentes às habilidades pessoais (conhecimento tácito) e aqueles que são possíveis de verbalizar e registrar (conhecimento explícito) – em quatro tipos de conversões do conhecimento: socialização (tácito de um indivíduo para outro), externalização (explicitando partes do conhecimento tácito), combinação (conhecimento explícito de um indivíduo para o grupo) e internalização (captando no formato tácito o conhecimento explícito do grupo). Os argumentos aqui apresentados baseiam-se no fato de que uma efetiva criação e trabalho com o conhecimento apenas ocorre em um ambiente em que existe uma contínua conversão entre os dois formatos do conhecimento.


Palavras-chave



Gestão do conhecimento; Conhecimento tácito; Conhecimento explícito; Conversões do conhecimento.



Knowledge management: a critical review based on the knowledge creation approach


Abstract


Successful systematization of Knowledge Management has to take into consideration the following points: knowledge may exist in a personal and registered format; and information technology has great importance in the access and renewal of knowledge. Following this concern, the essence of the idea of “knowledge creation” used in organizational management area is that people can cope and exchange experiences with other people that have or work with some kind of knowledge. The importance of information technology is to build up a support for this to happen. Considering this point of view, efforts for exchange of knowledge are discussed, by using this relationship between two formats of knowledge – those which are inherent to personal abilities (tacit knowledge) and those which are possible to verbalize and register (explicit knowledge) – in four types of knowledge conversion: -socialization (tacit from one individual to other), -externalization (explicit parts of tacit knowledge), -combination (explicit from one individual to the group), and -internalization (explicit from the group to individual tacit). Arguments are based on the fact that an effective creation of and work with knowledge can only exist in an environment where a continuous conversion between these two kinds of forms happens.


Keywords


Knowledge management; Tacit knowledge; Explicit knowledge; Knowledge conversion.


Palavras-chave


Gestão do conhecimento; Conhecimento tácito; Conhecimento explícito; Conversões do conhecimento

Texto completo:

HTML PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2004 Sergio Luis da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.