Bibliotecas acadêmicas e o desafio da gestão de acervos de periódicos eletrônicos: o caso da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Monica Garcia, Cícera Henrique da Silva, Maria Cristina Soares Guimarães

Resumo


A rápida evolução das TICs, bem como as mudanças no modelo da comunicação acadêmica, a crescente demanda pela gestão de dados e uma nova pedagogia do ensino superior estão afetando as expectativas dos usuários e forçando as bibliotecas acadêmicas a desenvolver novos recursos e áreas de serviço. A transição dos periódicos impressos para os eletrônicos na década de 1990, trouxe uma grande discussão sobre o novo modelo de contratação e gestão desta coleção nas bibliotecas. É mister, portanto, que as bibliotecas acadêmicas, particularmente aquelas em países em desenvolvimento (onde os custos de acesso à informação cientifica e manutenção das coleções digitais desenham um cenário desafiador), se detenham sobre que estratégias e abordagens podem assegurar a manutenção de uma coleção digital. Este artigo almeja demonstrar como as bibliotecas sofreram influência com esta transição e particularmente, como a Fiocruz tem trabalhado na formulação de um modelo de gestão de acervos, com o objetivo de gerenciar as assinaturas eletrônicas de forma a atender as necessidades institucionais. A fim de alcançar este objetivo, optou-se por uma abordagem metodológica qualitativa que foi realizada por dois métodos complementares: pesquisa documental e pesquisa bibliográfica. Procurou-se desta forma entender como tem sido tratada a questão do acesso perpétuo dos periódicos eletrônicos, tanto no âmbito nacional quanto no internacional, identificando e analisando modelos de gestão destes acervos em bibliotecas da área da saúde.

Palavras-chave


Bibliotecas universitárias; Periódicos científicos; Gestão de acervos; Acesso perpétuo; Preservação digital

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMSON, A. Solutions for delivering digital content in the new academic enterprise. Library Hi Tech News, v. 17, n. 1, 2000.

ARELLANO, M. A. M. Critérios para a preservação digital da informação científica. Brasília, 2008. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – UnB, Brasília, 2008.

ASSOCIATION OF COLLEGE & RESEARCH LIBRARIES RESEARCH PLANNING AND REVIEW COMMITEE. 2013, p.2. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/. Acesso em 10 jul. 2017.

BEH, E.; SMITH, J. Preserving the scholarly collection: an examination of the perpetual access clauses in the Texas A & M University Libraries’ Major e-journal licenses. Serials Review, v. 38, n. 4, p. 235-242, 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

BIST, R. S. Managing and handling electronic journals: some issues. In: CONVENTION PLANNER 2005, 3., Proceedings… Assam University, Silchar, India, 10-11 November 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

BUDAPEST OPEN ACCESS INITIATIVE. 2002. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

BUSTAMANTE, E. M. de. As Bibliotecas especializadas como fontes de orientação na pesquisa científica. Rio de Janeiro: Instituto Oswaldo Cruz, 1958. Reimpressão do Boletim Informativo do IBBD, v. 3, n. 516, set./dez. 1957.

CARR, P.L. Forcing the moment to its crisis: thoughts on pay-per-view and perpetual access ideal. Against the Grain, v. 21, n. 6, p. 12-16, 2009. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

CONNAWAY, L. S. et al. 2012 top ten trends in academic libraries: a review of the trends and issues affecting academic libraries in higher education. College and Research Libraries News, v. 73, n. 6, p. 311-320, 2012.

DELANEY, G.; BATES, J. Envisioning the academic library: a reflection on roles, relevancy and relationships. New review of academic librarianship, v. 21, n. 1, p. 30-51, 2015.

GARCIA, M. Gestão de acervos de periódicos internacionais na área da saúde subsídios para uma política de aquisição. 2014. 105f. Dissertação (Mestrado em Informação e Comunicação em Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Rio de janeiro, RJ, 2014. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2017.

GWYER, R. Identifying and exploring future trends impacting on academic libraries: a mixed methodology using journal content analysis, focus groups, and trend reports. New review of academic librarianship, v. 21, n.3, p. 269-285, 2015.

HAHN, K. L. SERU (Share Electronic Resource Understanding): opening up new possibilities for electronic resource transactions. D-Lib Magazine, v. 13, n. 11/12, 2007. Disponível em:. Acesso em: 10 jul. 2017.

HENRY, M. Developing capability and skills to support eresearch. Ariadne, v. 55, Apr. 2008.

HOUSEWRIGHT, R.; SCHONFELD, R. C.; WULFSON, K. Ithaka S + R US Faculty Survey 2012. New York, NY: Ithaka S + R, 2012. Disponível em: . Acesso em 10 jul. 2017.

LEMOS, B. Periódicos eletrônicos: problema ou solução? DataGramaZero, v. 7, n. 3, p. Col01, 2006. Disponível em: . Acesso em: 11 Set. 2017.

LEWIS, D W. Library budgets, open access, and the future of scholarly communications: transformations in academic publishing. College and Research Library News, v. 69, n. 5, May 2008.

LONG, J.S.; FIGUEIREDO, N.M. Política de seleção. Rio de Janeiro, Rede de Bibliotecas da Fiocruz, 2003.

MACKENZIE, O. J. The scientific article in the age of digitization. Dordrecht: Springer; 2007.

MCGUIGANG, S.; RUSSELL, R. D. The Business of academic publishing:a strategic analysis of the academic journal publishing industry and itsimpact on the future of scholarly publishing. Electronic Journal of Academic and Special Librarianship, v. 9, n. 3, 2008. Disponível em:.

http://southernlibrarianship.icaap.org/content/v09n03/mcguigan_g01.html

PARK, E. G. Perspective on access to electronic journals for long-term preservation. Library Collections, Acquisitions, and Technical Services, v. 31, n. 1, p. 1–11, 2007.Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

RODRIGUES, J. G. Rede de Bibliotecas da Fiocruz. In. CONGRESSO MUNDIAL DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE E BIBLIOTECAS, 9., 2005, Salvador; CONGRESSO LATINO-AMERICANO E DO CARIBE DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE, 7., 2005, Salvador, Bahia. Anais... Salvador, 2005.

ROSS, L; SENNYEY, P. The library is dead, long live the library! The practice of academic librarianship and the digital revolution. The Journal of Academic Librarianship, v. 34, n. 2, p. 145-152, 2008.

SAUNDERS, L. Academic libraries' strategic plans: top trends and under-recognized areas. The Journal of Academic Librarianship, v. 41, n.3, p. 285-291, 2015.

SCHWARTZ, M. Ithaka survey: Humanities faculty love the library; scientists less enthusiastic. Library Journal Online, April 8, 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

SENNYEY, P., ROSS, L.; MILLS, C. Exploring the future of academic libraries: a definitional approach. The Journal of Academic Librarianship, v. 35, n. 3, p. 252-259, 2009.

STAINES, G. Towards an assessment of strategic credibility in academic libraries. Library Management, v. 30, p. 148–162, 2009. Disponível em: .Acesso em: 10 jul. 2017.

WALLER, A.; BIRD, G. We own it: dealing with perpetual access in big deals. The Serials Librarian, v. 50, n. 1-2, p. 179-196, 2006. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

WOLF, R. Budget crisis: a review of perpetual access. North Carolina Libraries, v. 67, springer/summer, 2009. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

WOOD, P. A.; WALTHER, J. H. The Future of academic libraries: changing formats and changing delivery. The Bottom Line: Managing Library Finances, v. 13, n. 4, 2000, p. 173.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Monica Garcia, Cícera Henrique da Silva, Maria Cristina Soares Guimarães

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.