Aplicação e uso de ontologias musicais

Lígia Maria Arruda Café, Camila Monteiro de Barros

Resumo


As ontologias são instrumentos fundamentais para a interoperabilidade no contexto da Web Semântica, pois estão fundamentadas na descrição explícita das relações semânticas em domínios de conhecimento. O domínio da música, especificamente, apresenta conceitos implicados em dimensões de naturezas distintas, como sonora, bibliográfica, cultural (incluindo emoção, gênero musical, informações de redes sociais), de produção, de performance, etc. Este estudo, de caráter exploratório, procura mostrar as várias experiências relacionadas ao uso das ontologias musicais no mundo registradas na literatura científica internacional. Para tanto, realizou-se um levantamento nas bases LISA e Scopus e também em trabalhos oriundos das conferências do ISMIR. O corpus total é formado por 102 documentos, e a análise qualitativa ocorreu por meio do resumo dos documentos. Os resultados mostram cinco tipos de usos e aplicações das ontologias: 1) âmbito comercial; 2) compartilhamento da representação conceitual sem mencionar aplicação específica; 3) recomendação de músicas; 4) recuperação da informação; 5) outros. Conclui-se que para cada uso e aplicação pretendidos para determinada ontologia musical, certas dimensões da música são mais ou menos relevantes. Nesse sentido, do ponto de vista da interconexão de dados no contexto da Web Semântica, o que parece ser um desafio para o futuro das pesquisas em ontologias musicais é a interação, de fato, entre as distintas propostas de modo a cobrir, ainda que não completamente, o heterogêneo universo conceitual do domínio da música.

Palavras-chave


Sistema de Organização do Conhecimento; Ontologia; Música

Texto completo:

PDF PDF (atualizado)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Lígia Maria Arruda Café, Camila Monteiro de Barros

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.