Ciência da informação e gestão do conhecimento: uma análise de suas interseções

João Sérgio Beserra de Lima, Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares

Resumo


O avanço tecnológico e o decorrente incremento do acesso à informação causaram profundas transformações, nas últimas décadas, nas relações sociais e organizacionais. Nesse contexto, nos ambientes organizacionais tornou-se denso o fluxo de informações, e assim a busca por aprimoramento dos recursos para lidar com esse fluxo é sempre presente. Um dos recursos de aprimoramento seria o uso de métodos e práticas relacionadas à gestão do conhecimento, uma vez que ela se baseia em melhorar os recursos existentes na organização orientados para o conhecimento. O presente artigo propõe explicitar a relação entre ciência da informação e gestão do conhecimento, apresentando suas interseções. A abordagem metodológica utilizada na elaboração do artigo foi de cunho qualitativo, logo, consiste em um estudo explicativo utilizando-se do método indutivo, por meio de levantamento bibliográfico em bases de dados relacionadas à gestão do conhecimento, bem como na busca por autores clássicos da ciência da informação. Dentre os resultados alcançados, procurou-se demonstrar como a ciência da informação vem percebendo a influência da gestão do conhecimento como novo campo da área, fazendo um paralelo com autores da ciência da informação, explicitando o aumento do interesse sobre o tema, com consequente acréscimo do número de publicações sobre o assunto. Na conclusão do artigo, procurou-se corroborar o entendimento de correspondência entre os temas, sendo que a contribuição dada para a ciência da informação foi a de reiterar seu caráter interdisciplinar, identificando sua preocupação acerca da comunicação do conhecimento na prática profissional.

Palavras-chave


Ciência da informação; Gestão do conhecimento; Interdisciplinaridade

Texto completo:

PDF

Referências


AHMED, M. S. Evolution of Knowledge Management in Business. Engineering Management Research, [s.l.], v. 6, n. 2, 11 jul. 2017. p. 32-46. Disponivel em: . Acesso em: 05 fev. 2018.

ALVAREGA NETO, R. C. D. Gestão do Conhecimento em organizações. Curitiba: Saraiva, 2002.

ALVARES, L.; BATISTA, S. G.; ARAÚJO JÚNIOR, R. H. Gestão do conhecimento: categorização conceitual. Em Questão, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 235-252, jul/dez 2010. Disponivel em: . Acesso em: 13 nov. 2017.

BORKO, H. Information science: what is it? American Documentation, v. 19, n. 1, p. 3-5, 1968. Disponivel em: . Acesso em: 16 nov. 2017.

CAPURRO, R.; HJORLAND, B. O Conceito de informação. Perspectivas em Ciência da Informação, [S.l], v. 12, n. 1, p. 148-207, jan./abr. 2007. Disponivel em: . Acesso em: 13 jan. 2018.

CONG, X.; PANDYA, K. Issues of Knowledge Management in the Public Sector. Electronic Journal of Knowledge Management, v. 1, n. 2, p. 25-33, 2003. Disponivel em: . Acesso em: 14 dez. 2017.

DALKIR, K. Knowledge Management in Theory and Practice. 2. ed. Cambridge: MIT Press, 2011.

DAVENPORT, T. H.; PRUSAK, L. Conhecimento Empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. Rio de Janeiro: Elsevier, 1998.

FROHMANN, B. O caráter social, material e público da informação. In: FUJITA, M.; MARTELETO, R.; LARA, M. A dimensão epistemológica da Informação e suas interfaces técnicas, políticas e institucionais nos processos de produção, acesso e disseminação da informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2008. p. 19-34. Disponivel em: . Acesso em: 2 dez. 2017.

HENRY, N. L. Knowledge Management: A New Concern for Public Administration. Public Administration Review, [s.l.], v. 34, n. 3, maio 1974. p. 189-196. Disponivel em: . Acesso em: 20 out. 2017.

HISLOP, D. Knowledge Management in Organizations: a critical introdution. 3. ed. Oxford: Oxford University Press, 2013.

LIMA, J. L. O.; ALVARES, L. Organização e representação da informação e do conhecimento. In: ALVARES, L. Organização da Informação e do Conhecimento: Conceitos, subsídios interdisciplinares e aplicações. São Paulo: B4 Editores, 2012. Cap. 1, p. 21-48.

LÓPEZ YEPES, J. La perspectiva informativa de la Documentación: la Documentación como ciencia de la información documental: el concepto de Information Science. In: ______ La documentación como disciplina: teoria e história. Pamplona: EUNSA, 1995. p. 153-196.

MARCONI, M.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 7a. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARTELETO, R. M. A pesquisa em Ciência da Informação no Brasil: marcos institucionais, cenários e perspectivas. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, 2009. 1-40. Disponivel em: . Acesso em: 18 nov. 2017.

MONTANHEIRO, P. C. O papel da Auditoria da Informação na Gestão Organizacional. Campinas: PUC - Campinas, 2006.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Assembléia Geral. Statement of the Administrative Committee on Coordination on universal access to basic communication and information services, [s.l], 15 set. 1997. Disponivel em: . Acesso em: 10 jun. 2017.

PINHEIRO, L. V. Fronteiras e horizontes da pesquisa em ciência da informação no Brasil. In: ALBAGLI, S. Fronteiras da ciência da informação. Brasília: IBICT, 2013. p. 7-33. Disponivel em: . Acesso em: 19 nov. 2017.

PINHEIRO, L. V. R.; LOUREIRO, J. M. M. Traçados e limites da ciência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 24, n. 1, abr. 1995. Disponível em: . Acesso em: 17 jan. 2018.

SARACEVIC, T. Interdisciplinary nature of information science. Ciência da Informação, Brasília, v. 24, n. 1, p. 36-41, 1995. Disponivel em: . Acesso em: 05 dez. 2017.

WERSIG, G. Information science: the study of postmodern knowledge usage. Information Processing and Management, v. 29, n. 2, p. 229-239, 1993. Disponível em: . Acesso em: 13 jan. 2018

ZINS, Chaim. Conceptions of information science. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 58, n. 3, p. 335-350, 2007. Disponível em: . Acesso em: 29 jun. 2018


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 João Sérgio Lima, Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.