Critérios para avaliação da confiabilidade de Repositórios Digitais

Michelle Frazão Lanzellote, Claudio José Silva Ribeiro

Resumo


A Fundação Oswaldo Cruz implementa o repositório institucional ARCA que tem a missão de reunir, hospedar, preservar, disponibilizar e dar visibilidade à produção intelectual da instituição. Destaca-se a preocupação com a confiabilidade desse repositório por meio de objetivo apoiado na norma mais importante da área, o Modelo Teórico de Referência Open Archival Information System (OAIS) que possibilita analisar o repositório segundo as recomendações para repositórios digitais confiáveis (RDC). A pesquisa foi de natureza aplicada, com abordagem qualitativa e estudo de caso. Os procedimentos técnicos foram: pesquisa bibliográfica e análise de conteúdo das áreas de comunicação científica, movimento do acesso aberto e repositórios digitais confiáveis. A pesquisa bibliográfica possibilitou a análise de conteúdo das normas e padrões, em especial para a extração de requisitos ligados à Infraestrutura Organizacional; Gestão de Objetos Digitais; além de Infraestrutura Tecnológica e Segurança; de forma a permitir a aferição da confiabilidade do repositório. Os requisitos foram transformados em questões que resultaram no conjunto de itens que foram aplicados para a averiguação da situação do ARCA.  A análise da sua confiabilidade foi mensurada através da escala de likert, atribuindo um nível de grau (0 a 4) aos critérios segundo as orientações: Grau 0 – Não atende; Grau 1 – Atende a itens identificados como importantes na pergunta, mas sem documento que comprove; Grau 2 – Atende a poucos itens identificados como importantes na pergunta; Grau 3 - Atende entre 50% e 90% dos itens identificados como importantes na pergunta; Grau 4 - Atende a todos os itens identificados como importantes na pergunta. O resultado obtido permite aferir a confiabilidade de um repositório digital, além de possibilitar a implementação de melhorias nas áreas que receberam baixo grau de avaliação.  O ARCA foi avaliado em suas 26 comunidades e 23 coleções. Os percentuais de avaliação foram: Infraestrutura Organizacional - 37% com grau zero e 63% com grau quatro; Gestão de Objetos Digitais – 27% com grau zero, 18% com grau um, 9% com grau dois, 18% com grau três e 27% com grau quatro; Infraestrutura Tecnológica e Segurança – com 50% com grau zero e 50% com grau quatro. Com isso o repositório atendeu com uma média de 53,7 % dos quesitos utilizados.


Palavras-chave


Sistemas de Informação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Michelle Frazão Lanzellote, Claudio José Silva Ribeiro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.