Metodologia de inventário das estatísticas nacionais para o Mercosul

Sonia Regina Allevato

Resumo


A proposta de elaboração de um inventário das estatísticas nacionais pelos países integrantes do Mercosul gerou a necessidade de estabelecimento de uma metodologia, visando à adoção de um modelo comum que permitisse uma visão global da produção estatística dos quatro países. O referencial adotado foi o Projeto Catálogo do IBGE, especificamente os tipos de informação que descrevem as principais características das pesquisas e estudos. Foram definidos também a abrangência temática do levantamento, o instrumento de coleta das informações e instruções para seu preenchimento e o projeto editorial e gráfico da publicação. A Argentina e o Brasil elaboraram seus inventários de acordo com o modelo proposto, sendo que, para os inventários do Paraguai e Uruguai, não foi possível a total absorção da metodologia. O esforço de integração dos quatro países possibilitou a elaboração de uma valiosa fonte de informação da produção estatística de cada integrante do Mercosul, contribuindo para sua comparabilidade e harmonização.

Palavras-chave


Guia de fontes de informação/metodologia; Mercosul; Sistema de informação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 1969 Sonia Regina Allevato

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.