Literatura cinzenta versus literatura branca: transição dos autores das comunicações dos eventos para produtos de artigos

Dinah Aguiar Poblacion, Daisy Pires Noronha, Emilia Currás

Resumo


Para fundamentar este trabalho, foi realizado um estudo de producão de eventos na área da documentação e informação científica realizados na Espanha e no Brasil. A partir de eventos realizados entre 1978 e1994 em cada um dos países, foi feito um estudo comparativo da participação dos autores de artigos de periódicos especializados na área.

São apresentados os resultados preliminares da análise dos autores da área de ciência da informação, em ambos os países. Verifica-se, comparando-se os autores transientes e permanentes de literatura cinzenta com a respectiva produção de artigos de periódicos, que, na Espanha, os autores transientes - participação em um único evento - publicaram em média de 3,25 artigos/autor e os permanentes - participação em dois ou mais eventos - com média de 2,3 produção/autor.

No Brasil, a média está representada por 2,7 participações artigo/autor para os transientes e 4,2 participações artigo/autor, para os permanentes.

Palavras-chave


Ciência da informação; Produção científica; Autor permanente; Autor transiente; Espanha; Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 1969 Dinah Aguiar Poblacion, Daisy Pires Noronha, Emilia Currás

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.