A delimitação das unidades de análise em ciência da informação

Maria Guiomar da Cunha Frota

Resumo


Neste artigo, são discutidas as possibilidades de delimitação das unidades de análise na ciência da informação, a partir da utilização de categorias teórico-metodológicas provenientes das ciências sociais. Na primeira parte do artigo, são apresentadas estas categorias, na forma de dicotomias: individualismo versus coletivismo metodológico e ação versus estrutura. Na segunda parte, procura-se responder principalmente à seguinte questão: estas dicotomias podem nortear a delimitação e a investigação das unidades de análise em ciência da informação? Para responder a esta questão, analisam-se dissertações de mestrado no campo da ciência da informação

Palavras-chave


Unidades de análise; Ciência da informação; Coletivismo e individualismo metodológico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18225/ci.inf..v27i3.779

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 1969 Maria Guiomar da Cunha Frota

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil