Análise de redes sociais – aplicação nos estudos de transferência da informação

Autores

  • Regina Maria Marteleto

Palavras-chave:

Redes sociais, Movimentos sociais, Informação, Comunicação, Conhecimento

Resumo

Discute-se sobre a aplicação da metodologia de análise de redes sociais nos estudos do fluxo e transferência da informação, a partir da apresentação dos resultados de pesquisa desenvolvida junto a movimentos sociais organizados nos subúrbios da Leopoldina, na cidade do Rio de Janeiro. Para estudar os fluxos de informação e as estruturas de comunicação de grupos delimitados, procurou-se perceber como as informações circulam e são empregadas como recurso nas lutas por melhores condições de vida. Foram aplicadas algumas medidas da metodologia de análise de redes sociais, combinadas com instrumentos da metodologia qualitativa. Conclui-se que, tal como apontou a análise de redes, alguns personagens são responsáveis pela dinamização das redes, ocupando posições estratégicas, que lhes garantem, inclusive, o reconhecimento dos demais agentes. Além disso, percebe-se que no interior dessas redes, na constante tensão entre as diferenças que ela comporta, formam-se “redes de conhecimentos”, que alimentam e redefinem constantemente as ações.

Biografia do autor

Regina Maria Marteleto

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, MCT/IBICT – UFRJ/ECO

Downloads

Como citar

Marteleto, R. M. (2001). Análise de redes sociais – aplicação nos estudos de transferência da informação. Ciência Da Informação, 30(1). Recuperado de http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/940

Edição

Seção

Artigos