OPINIÃO PÚBLICA NO TWITTER: ANÁLISE DA INDICAÇÃO DE ALEXANDRE DE MORAES AO STF

Felipe Bonow Soares, Raquel Recuero

Resumo


Este estudo busca discutir e analisar a construção da opinião pública no Twitter, tomando como estudo de caso a nomeação de Alexandre de Moraes para substituir Teori Zavascki como ministro do Supremo Tribunal Federal. A base teórica é formada a partir das relações entre o conceito de esfera pública e os sites de redes sociais. Para realizar esta análise, foram adotados métodos mistos, baseados na análise de contingência e na análise de redes. O corpus deste estudo é composto por 15.125 tweets, coletados do Twitter utilizando “Alexandre de Moraes” como termo de coleta. Os dados foram analisados por meio das coocorrências entre os conceitos dos tweets, sendo possível observar os principais assuntos discutidos e posicionamentos dos usuários, em sua maioria contrários à indicação de Moraes.


Palavras-chave


Análise de contingência. Análise de redes. Esfera pública. Opinião pública.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, F. A. Agendamento da política. In: ALBINO, A., RUBIM, C. (Org.). Comunicação e política: conceitos e abordagens. Salvador:

EDUFBA, 2004. p. 41-71. Disponível em: . Acesso em 23 fev. 2017.

BASTOS, M. T. Public opinion revisited: the propagation of opinions in digital networks. Journal of Arab & Muslim Media Research, v. 4, n. 2 e 3, p. 185-201, 2011. Disponível em: . Acesso em 14 fev. 2017.

BOYD, D.; ELLISON, N. B. Social Network Sites: Definition, History, and Scholarship. Journal of Computer-Mediated Communication, v. 13, n. 1, p. 210-230, out. 2007. Disponível em:. Acesso em 14 fev. 2017.

BRUNS, A.; HIGHFIELD, T. Is Habermas on twitter? social media and the public sphere. In: BRUNS, A.; ENLI, G.; SKOGERO, E.; LARSSON,

A.O.; CHRISTENSEN, C. (Orgs.) The Routledge Companion to Social Media and Politics. New York: Routledge, 2016, p.56-73.

CHA, M. H. Measuring user influence on twitter: the million follower fallacy. In: INTERNATIONAL AAAI CONFERENCE ON WEBLOGS AND

SOCIAL MEDIA, 40., 2010, Washington. Proceedings... . Washington, 2010. p. 10 - 17.

GARCIA, G. et al. Senado aprova impeachment, Dilma perde mandato e Temer assume. O Globo. Rio de Janeiro. 31 ago. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2017.

GIBSON, R. From Brochureware to ‘MyBo’: an overview of online elections and campaigning. In: SERRA, P.; CAMILO, E.; GONÇALVES, G. (Org.). Participação Política e Web 2.0. Covilhã: Labcom, 2013. p. 27-38. Disponível em . Acesso em: 23 fev. 2017.

HABERMAS, J. Direito e democracia: entre facticidade e validade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997. 2 v.

HABERMAS, J. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1984.

RECUERO, R. GT de Cibercultura da Compós: análise de temas e coautorias. Intexto, Porto Alegre, UFRGS, n. 34, p. 553-570, set./dez. 2015. Disponível em: .Acesso em: 14 fev. 2017.

RECUERO, R. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2010.

RECUERO, R.; BASTOS, M.; ZAGO, G. Análise de redes para mídia social. Porto Alegre: Sulina, 2015.




DOI: https://doi.org/10.21728/logeion.2017v3n2.p18-37

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/

 
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (cc BY 4.0)
 
 Logeion: Filosofia da Informação - e-ISSN 2358-7806, IBICT.