A ÉTICA DA INFORMAÇÃO NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NO BRASIL: UMA ANÁLISE

Vinícius Cerva de Moraes, Jackson da Silva Medeiros

Resumo


Objetiva verificar como está caracterizada a Ética da Informação nos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação no Brasil por meio dos projetos de pesquisa, artigos e disciplinas dos Programas citados que possam estar abordando a área. Desenvolve, a fim de atingir estes objetivos, uma pesquisa básica, quantitativa e descritiva, sob a técnica de Análise de Conteúdo. Infere que há uma disparidade significativa com relação ao tópico da ética profissional do bibliotecário entre os indicadores de pesquisa e produção; que o papel da docente Isa Maria Freire nos assuntos que relacionam Ética da Informação com a Web é um destaque, e que Maria Nélida González Gómez, por mais que tenha sido vista sua participação só num projeto de pesquisa, ainda assim contribuiu com a criação de um livro em 2017 sobre Ética da Informação. Conclui que é interessante outro trabalho acadêmico sobre o mesmo assunto, aplicando, por exemplo, uma amostra e, além de coletar artigos, projetos e disciplinas, livros e capítulos de livros. Conclui, ainda, questionando a necessidade de haver uma ”simetria” entre quantidade de projetos e artigos sobre um determinado assunto, bem como destaca a importância da Ética da Informação em função de desafios ético-informacionais propostos por tópicos como plágio e fake news.


Palavras-chave


Ética da Informação; Ciência da Informação; Programas de Pós-Graduação

Texto completo:

PDF HTML

Referências


BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Edição rev. e actual. Lisboa, Portugal: Edições 70, Lda, 2010.

CAPURRO, R. Ethics and Information in the Digital Age. In: ANNUAL COURSE AND CONFERENCE, 2001, Dubrovnik. Libraries in the Digital Age. Dubrovnik: [s. n.], 2001. p. 1-8. Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2019.

FROEHLICH, T. A Not-So-Brief Account of Current Information Ethics: The Ethics of Ignorance, Missing Information, Misinformation, Disinformation and Other Forms of Deception or Incompetence. BiD: textos universitaris de biblioteconomia i documentació, [s. l.], n. 39, desembre, 2017. Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2019.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (Org.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2019.

GÓMEZ, M. N. G.; CIANCONI, R. de B. (Orgs.) Ética da Informação: perspectivas e desafios. Niterói: PPGCI/UFF, 2017. Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2019.

MATHIESEN, K. Towards a Political Philosophy of Information. Library Trends issue on Exploring Philosophies of Information, [s. l.], v. 63, n. 3, p. 427-447, 2015. Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2019.

MATHIESEN, K.; FALLIS, D. Information Ethics and the Library Profession. In: HIMMA, K. E.; TAVANI, H. T. (Ed.). The Handbook of Information and Computer Ethics. New Jersey: John Wiley & Sons, 2008, p. 221-244.

RUDIO, F. V. Introdução ao projeto de pesquisa científica. Petrópolis: Vozes, 1978.




DOI: https://doi.org/10.21728/logeion.2019v6n1.p27-43

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/

 
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (cc BY 4.0)
 
 Logeion: Filosofia da Informação - e-ISSN 2358-7806, IBICT.