Estudos científicos sobre a educação a distância no Brasil: um breve panorama

Selma Leila Bergo Martins, Daniel Mill

Resumo


O presente artigo se dispôs a levantar e analisar as produções científicas elaboradas pelas teses de doutorado dos Programas de Pós-Graduação em Educação, com a finalidade de apresentar um panorama de como estão se desenvolvendo os estudos sobre a Educação a Distância (EaD) no Brasil. Trata-se de uma pesquisa do tipo bibliométrica, analítica descritiva, elaborada a partir de uma base de dados compreendida entre 2002 e 2012. Foram analisadas 3468 teses, selecionadas em Programas de Pós-Graduação em Educação, que possuíam nota 4 ou superior a 4 na Capes e que tinham um banco de dados digital com no mínimo 20 teses catalogadas. A pesquisa identificou 72 teses que discorriam sobre EaD e que foram classificadas para fins de análise em 5 categorias: ferramentas tecnológicas na EaD (TIC); processo de ensino e aprendizagem na EaD; saberes docentes; avaliação da EaD; contexto histórico da EaD; relações trabalhistas na EaD. Objetiva-va, assim, contribuir com a comunidade científica no sentido de apontar as lacunas e carências no que se refer à EaD e as várias possibilidades de pesquisa que carecem ainda de uma vigorosa discussão e debate. Somente por meio do conhecimento é que as necessidades, a valorização e a correção das faltas serão supridas.


Palavras-chave


Educação a distância; Produções científicas; Carências; Lacunas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Selma Leila Bergo Martins, Daniel Mill, Daniel Mill

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.