Percepção dos cursistas quanto ao desempenho escolar em licenciaturas a distância

Luciana Batista Serafim, Ronei Ximenes Martins

Resumo


Este artigo apresenta relato de parte de uma pesquisa exploratória que investigou possíveis relações entre características pessoais, domínio de tecnologias digitais de informação e comunicação e o desempenho escolar de estudantes de licenciaturas a distância. A pesquisa, cujos resultados já foram apresentados e constam em anais de congressos da área de educação, teve como foco a percepção de estudantes sobre os possíveis fatores associados aos resultados de desempenho acadêmico que obtiveram. Os dados foram obtidos em entrevistas semiestruturadas com 27 estudantes e analisados pela técnica de análise de conteúdo de Laurence Bardin. Consideram fatores que afetam o desempenho: falta de organização do tempo de estudo, dificuldade de interação com colegas, estrutura do curso e descontentamento com aulas por videoconferência. Esses fatores indicaram possíveis dificuldades de adaptação quando o estudante sai do modelo presencial convencional e ingressa em um curso a distância.


Palavras-chave


Formação de professores; Educação a distância; Tecnologia educacional; Perfil do estudante

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Luciana Batista Serafim, Ronei Ximenes Martins

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.