Melhoria da precisão dos indicadores na governança digital de serviços públicos à vista da análise de bases de dados de empregabilidade

José Alberto Sousa Torres, Daniel Alves da Silva, Fábio Lúcio Lopes de Mendonça, Nilton Freitas Barbosa, Rafael Timóteo de Sousa Júnior

Resumo


Entre as melhores práticas de governo em todo o mundo inclui-se a adoção de indicadores numéricos para melhorar a governança digital e o processo de tomada de decisão. No Brasil, indicadores utilizados para avaliar a eficiência e cobertura dos serviços prestados pelos órgãos públicos adotam valores e limiares históricos que levam a uma representação imprecisa da realidade. Utilizando novos paradigmas e visões geográficas vinculados às novas tecnologias da informação e das comunicações (TICs), como dados espaciais e bases de dados de gráficos, este trabalho propõe um novo método para calcular, com alto nível de precisão, a cobertura parcial de serviços públicos presenciais com foco no apoio à empregabilidade. Os resultados mostram que o conceito de cobertura parcial representa melhor a realidade segundo a mensuração do alcance das agências de emprego e trabalho, bem como da justiça federal.


Palavras-chave


Governo digital; Visões geográficas; Empregabilidade; Serviços públicos; Indicadores

Texto completo:

PDF (atualizado)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 José Alberto Sousa Torres, Daniel Alves da Silva, Fábio Lúcio Lopes de Mendonça, Nilton Freitas Barbosa, Rafael Timóteo de Sousa Júnior

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.