A informação sobre a Covid-19 nos desertos de notícias: a relevância do jornalismo interior do Pará

  • Elaine Javorski Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz, MA, Brasil. Faculdade de Comunicação, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Rondon do Pará, PA, Brasil https://orcid.org/0000-0003-1530-5264
  • Janine Bargas Faculdade de Comunicação, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Rondon do Pará, PA, Brasil https://orcid.org/0000-0002-9719-4993
Palavras-chave: Deserto de Notícias, Jornalismo, Desinformação, Rondon Notícias, Covid-19

Resumo

Diante da pandemia da COVID-19, o acesso à informação de qualidade tornou-se elemento fundamental na manutenção das condições básicas de saúde. Neste artigo discutimos a importância do jornalismo nos chamados desertos de notícias. Partimos da realidade da cidade de Rondon do Pará, Sudeste paraense, Brasil, para analisar como a escassez de informação jornalística impacta o conhecimento da realidade local, especialmente durante a pandemia. Assumimos a premissa de que o jornalismo, fundamentado em princípios e critérios específicos, tende a produzir informações mais qualificadas do que aquelas difusas em ambientes digitais informais. Assim, nossa hipótese é a de que, em locais com meios jornalísticos diversos, há maior espaço para promoção da cidadania, uma vez que as comunidades podem ter bons subsídios para a tomada de decisões. Embora utilizemos dados quantitativos, nossa metodologia é eminentemente qualitativa, fundamentada em entrevistas semi-estruturadas com cidadãos rondonenses, e em observação participante, com nossa experiência na rotina de produção do portal Rondon Notícias. Fundamentadas em conceitos como jornalismo comunitário, regional, desinformação e comunicação para mudança social, observamos a relevância do jornalismo em sociedades periféricas como uma questão de cidadania e de desenvolvimento. Nossa análise aponta, entre outras questões, que em comunidades com pouca tradição de mídias locais, os cidadãos não conseguem diferenciar as informações jornalísticas de outros tipos, diminuindo as chances de estarem bem informados e, em última análise, acessarem sua condição de cidadãos. E, além de não compreenderem a importância da informação local, também não se dispõem como fontes, o que dificulta o exercício do jornalismo nesses espaços

Referências

ALLCOTT, Hunt; GENTZKOW, Matthew. Social media and fake news in the 2016 election. Journal of Economic Perspectives, v. 31, n. 2, p. 211-236, maio 2017. Disponível em: https://www.aeaweb.org/articles?id=10.1257/jep.31.2.211. Acesso em: 13 ago. 2020.

ANGROSINO, Michael V. Etnografia e observação participante. São Paulo: Artmed Editora, 2009.

BARGAS, Janine de Kássia Rocha. Quilombolas do Pará e mídias digitais: sociabilidade, conflito e mobilização online nas lutas por reconhecimento. 2018. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUOS-B9DHN6. Acesso em: 4 set. 2019.

BENNETT, Lance; LIVINGSTON, Steven. The disinformation order: disruptive communication and the decline of democratic institutions. European Journal of Communication, v. 33, n. 2, p. 122-139, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0267323118760317. Acesso em: 10 ago. 2020.

CARDOSO, Cátia, Jornalismo local, cultura e património: o caso de Arouca. In: JERÓNIMO, P.; CORREIA, J. C. O pulsar da proximidade nos media e no jornalismo. Covilhã: LabCom - Comunicação e Artes, 2018.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CARVALHO, Maria Cecília Maringoni de. Construindo o saber metodologia científica: fundamentos e técnicas. Campinas: Papirus, 2008.

CHRISTOFOLETTI, Rogério (coord.). Vitrine e vidraça: crítica de mídia e qualidade no Jornalismo. Portugal: Labcom Books, 2010.

COOKE, Nicole A. Fake news and alternative facts: information literacy in a post-truth era. Chicago: ALA Editions, 2018.

CORREIA, João Carlos. O novo ecossistema mediático e a desinformação como estratégia política dos populismos. Estudos em Jornalismo e Mídia, v. 16, n. 2, p. 23-32, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/jornalismo/article/view/1984-6924.2019v16n2p23. Acesso em: 10 ago. 2020.

COSENTINO, Gabriele. Social media and the post-truth world order: the global dynamics of disinformation. [S.l.]: Springer Nature, 2020.

DELMAZO, Caroline; VALENTE, Jonas C. L. Fake news nas redes sociais online: propagação e reações à desinformação em busca de cliques. Media &amp Jornalismo, v. 18, n. 32, p. 155-169, 2018. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S2183-54622018000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em 10 agosto 2020.

ELLISON, Nicole; BOYD, Danah. Sociality through social network sites. In: THE OXFORD handbook of internet studies. Oxford: Oxford University Press, 2013.

FERRUCI, Patrick; ALAIMO, Kathleen I. Escaping the news desert: nonprofit news and open-system journalism organizations. Journalism, v. 21, n. 4, p. 489-506, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1177/1464884919886437. Acesso em: 10 jul. 2020.

FLICK, Uwe (org.). The SAGE handbook of qualitative data analysis. Los Angeles: SAGE, 2014.

GUERRA, Josenildo Luiz. Avaliação de qualidade jornalística: desenvolvendo uma metodologia a partir da análise da cobertura sobre segurança pública. In: VITRINE e vidraça: crítica de mídia e qualidade no jornalismo. Portugal: Labcom Books, 2010.

HARSIN, Jayson. Post-truth and critical communication studies. In: HARSIN, Jayson. Oxford Research Encyclopedia of Communication. Oxford University Press, 2018. Disponível em: https://oxfordre.com/communication/view/10.1093/acrefore/9780190228613.001.0001/acrefore-9780190228613-e-757. Acesso em: 10 ago. 2020.

HINE, Christine. Ethnography for the internet: embedded, embodied and everyday. London ; New York: Bloomsbury Academic, 2015.

MAIA, Rousiley; PRUDENCIO, Kelly; VIMIEIRO, Ana Carolina (orgs.). Democracia em ambientes digitais: eleições, esfera pública e ativismo. Salvador: EDUFBA, 2018.

MATO, Daniel; ALONSO, Guiomar (orgs.). Cultura, política y sociedad: perspectivas latinoamericanas (antología). 1. ed. Buenos Aires: CLACSO, 2005.

MILLER, J. News deserts: no news is bad news. In: HENDRIX, M. (ed.). Urban policy. New York: Manhattan Institute, 2018. P. 59-76.

PERUZZO, Cicilia M. Krohling. Mídia local e sua interface com a mídia comunitária. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 25., 2003, Belo Horizonte. Anais eletrônicos... 2013. Disponível em: http://www.portcom.intercom.org.br/pdfs/99061099541813324499037281994858501101.pdf. Acesso em: ago. 2020.

POSETTI, Julie; BONTCHEVA, Kalina. Disinfodemic: deciphering COVID-19 disinformation. Unesco, 2020. Disponível em: https://en.unesco.org/sites/default/files/disinfodemic_deciphering_covid19_disinformation.pdf. Acesso em: 30 maio 2020.

RAFSKY, Sara G. Media mecca or news desert?: covering local news in New York city: Town Center for Digital Journalism. Columbia: Columbia University, 2020. Disponível em: https://academiccommons.columbia.edu/doi/10.7916/d8-69sr-1m91. Acesso em: ago. 2020.

REGINATO, Gisele Dotto. Informar de modo qualificado: a finalidade central do jornalismo nas sociedades democráticas. Estudos em Jornalismo e Mídia, v. 17, n. 1, p. 43-53, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/jornalismo/article/view/1984-6924.2020v17 n1p43/ 4359. Acesso em: ago. 2020.

SERPA, Leoní; COLFERAI, Sandro. Desafios e perspectivas no ensino de jornalismo no interior da Amazônia: o caso de Vilhena-RO. Manaus, AM: UFAM, 2015. Disponível em: https://www.portalintercom.org.br/anais/norte2015/resumos/R44-0547-1.pdf. Acesso em: 12 jul. 2020.

VICENTE, Maximiliano Martín; SOARES, Murilo César (orgs.). Comunicação e cidadania política. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2017. Disponível em: http://www.faac.unesp.br/Home/Utilidades/ebook_comunicacao-e-cidadania-politica.pdf. Acesso em: 2020.

Publicado
17/12/2020
Como Citar
JavorskiE., & BargasJ. (2020). A informação sobre a Covid-19 nos desertos de notícias: a relevância do jornalismo interior do Pará. Liinc Em Revista, 16(2), e5339. https://doi.org/10.18617/liinc.v16i2.5339
Seção
Perspectivas e desafios informacionais em tempos da pandemia da Covid-19