A Educação em Ciências e Saúde e o enfrentamento à desinfodemia: um relato de experiências críticas no ensino online

Autores

  • Juliana Dias Rovari Cordeiro Laboratório de Currículo e Ensino, Instituto Nutes de Educação em Ciências e Saúde, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil https://orcid.org/0000-0003-3285-4409
  • Alexandre Brasil Fonseca Laboratório de Currículo e Ensino, Instituto Nutes de Educação em Ciências e Saúde, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil https://orcid.org/0000-0002-7495-4902
  • Luciana Rodrigues Lessa Laboratório de Currículo e Ensino, Instituto Nutes de Educação em Ciências e Saúde, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil https://orcid.org/0000-0003-3954-8199
  • Aline Guarany Ignacio Lima Laboratório de Currículo e Ensino, Instituto Nutes de Educação em Ciências e Saúde, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil https://orcid.org/0000-0001-6067-112X
  • Myrla Nobile Laboratório de Currículo e Ensino, Instituto Nutes de Educação em Ciências e Saúde, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Palavras-chave:

Formação Superior em Saúde, Ensino de Ciências, Ensino Remoto, Tecnologias de Informação e Comunicação, Desinformação

Resumo

 Os desafios e as dificuldades impostas pelo novo coronavírus, demanda a reflexão sobre os seus impactos na prática de ensino, principalmente pelo fato das atividades de ensino/aprendizagem dividirem as mesmas telas destinadas às atividades de entretenimento, formação e trabalho, onde também circula a desinformação. O surto de Covid-19 e a resposta a ele vêm sendo acompanhada pelo excesso de informações, algumas precisas e outras não, conhecida como infodemia. Neste cenário, o objetivo deste trabalho foi relatar a experiência, no campo da Educação em Saúde, nas práticas adotadas em duas atividades de ensino remoto, com o uso de diferentes Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), considerando elementos das reflexões sobre educação de Paulo Freire. A primeira foi o curso de extensão “Fake News faz mal à saúde? Reflexões sobre o consumo de informações em tempos de pandemia”, oferecido pelo Instituto Nutes/UFRJ. Posteriormente, relata-se a experiência com a disciplina “Planejamento Curricular e de Ensino na Área de Saúde” do Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências e Saúde (PPGECS/Nutes), oferecida de forma obrigatória para discentes de Mestrado de Doutorado da Faculdade de Medicina da UFRJ. Na conclusão, são tratadas algumas questões que essas experiências suscitaram, como a importância do desenvolvimento de abordagem crítica que considere a interação entre sujeitos que se situam no mundo e atuam como profissionais da saúde e da educação em busca do envolvimento dos discentes, visando o enfrentamento do desafio que representa a desinformação. 

Referências

BONTCHEVA, Kalina e POSETTI, Jolie, 2020. Desinfodemia: decifrando ladesinformación sobre el covid-19.Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), 2020. [Acesso em 20 março 2020]. Disponível em: https://en.unesco.org/sites/default/files/disinfodemic_deciphering_covid19_disinformation_es.pdf

BORN, Kelly, 2021. Can Digital Disinformation Be Disarmed? Project Syndicate 2021, no.1. [Acesso em 09 março 2020]. Disponível em: https://joserobertoafonso.com.br/can-digital-disinformation-be-disarmed-born/.

BRASIL. Lei nº 8080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 20 set. 1990; Seção 1.

CALY, Leon, DRUCE, Julian, CATTON, Mike, JANS, David e WAGSTAFF, Kylie, 2020. The FDA-approved Drug Ivermectin inhibits the replication of SARS-CoV-2 in vitro, Antiviral Research, 2020. vol. 178. [Acesso em 05 março 2021]. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0166354220302011.

COMISSÃO EUROPEIA, 2018. Combater a desinformação em linha: uma estratégia europeia. COM, 2018, 236 final. [Acesso em 20 março 2020]. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/ TXT/?uri=CELEX:52018DC0236.

DIAS, Juliana, FONSECA, Alexandre Brasil, LIMA E SILVA, Juliana Cintia, MANGABEIRA, Elliz e LIMA, Aline, 2020. Desinformação na cultura digital: reflexões a partir da Democracia Cognitiva e do Diálogo de Saberes. REVISTA OBSERVATÓRIO. 2020. vol. 6, p. 1-22.

FALLIS, Dom., 2015. Exploring Philosophies of Information. LIBRARY TRENDS.2015. vol. 63, no. 3, pp. 401–426. edited by Ken Herold, The Board of Trustees, University of Illinois.

FONSECA, Alexandre Brasil, DIAS, Juliana, LIMA, Aline e LIMA E SILVA, Juliana Cintia, 2020. Desocultando verdades: desinformação e mortes por Covid-19. CTS em Foco. 202. vol. 1, p. 77-84.

FONSECA, Alexandre Brasil, 2020. A Covid-19 e a desinformação que mata. Le Monde Diplomatique Brasil, mai 2020. [Acesso em 20 março 2020]. Disponível em: https://diplomatique.org.br/a-covid-19-e-a-desinformacao-que-mata/.

FONSECA, Alexandre Brasil, (2020b). Indústria 4.0 e desigualdades: desafios para a educação. CADERNOS ADENAUER (SÃO PAULO). 2020. vol. 21, p. 143-163.

FLORIDI, Luciano, 1996. Brave.Net.World: The Internet as a Disinformation Superhighway?.The Electronic Library, vol. 14, no. 6, p.509-514, 1996. [Acesso em 05 julho 2020]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.3128817 .

FREIRE, Paulo,1967. A educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro, RJ: Paz e Terra.

FREIRE, Paulo, 1970. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro, RJ: Paz e Terra.

INSTITUTO DATAFOLHA. Pandemia e vacina. Abril, 2021. Disponível em: http://media.folha.uol.com.br/datafolha/2021/03/22/6v879812aac6be2ac83138hf6379eif571n1cd.pdf.

MCGOWAN, Todd, 2020. Por que a ultradireita teme um Estado de Emergência. Outras Palavras. 2020. [Acesso em 05 de abril 2021]. Disponível em: https://outraspalavras.net/crise-civilizatoria/por-que-ultradireita-teme-um-estado-de-emergencia/.

OMS. Entenda a infodemia e a desinformação na luta contra a covid-19. Departamento de evidência e inteligência para ação em saúde. Pag. Informativa 5. [Acesso em 10 julho 2020]. Disponível em: https://iris.paho.org/bitstream/handle/10665.2/52054/Factsheet-Infodemic_por.pdf?sequence=14.

PENNYCOOK, Gordon e RAND, David G., 2019 . Lazy, not biased: Susceptibility to partisan fake news is better explained by lack of reasoning than by motivated reasoning. Cognition. 2019. vol. 188, p. 39–50.

RODRIGUES, Altamiro Manoel, . K, 2020. Saúde Baseada em Evidências e a Pesquisa. Revista Saúde.2020, vol.14, no.½.

SALCI, Maria Aparecida, MACENO, Priscila, ROZZA, Soraia Geraldo, SILVA, Denise Maria Guerreiro Vieira, BOEHS, Astrid Eggert e HEIDEMANN, Ivonete Teresinha Schulter Buss, 2013. EDUCAÇÃO EM SAÚDE E SUAS PERSPECTIVAS TEÓRICAS: ALGUMAS REFLEXÕES. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis. 2013. vol. 22, no.1, p. 224-30. .

SCHMITH, Virginia D., ZHOU, Jie Jessie e LOHMER, Lauren R.L., 2020. The Approved Dose of Ivermectin Alone is not the Ideal Dose for the Treatment of COVID-19. Clin Pharmacol Ther. 2020. vol. 108, no.4, p.762-765. [Acesso em 20 setembro 2020]. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32378737/.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PSICOLOGIA, 2020. Como manter a saúde mental em época de COVID-19. [Acesso em 21 março 2020] Disponível em: http://www.sbponline.org.br/2020/03/como-manter-a-saude-mental-em-epoca-decovid-19.

SUNY DOWNSTATE MEDICAL CENTER. Evidence Based Medicine Course Evidence pyramid. 2001.

WALLACE, Rob, 2020. Pandemia e agronegócio: doenças infecciosas, capitalismo e ciência. Trad.: Allan Rodrigo de Campos Silva. São Paulo: Elefante, 2020.

WARDLE, Clarie, 2017. Fake news. It’s complicated. Inglaterra: First Draft. 16 de fevereiro de 2017. [Acesso em 20 de março de 2021]. Disponível em: https://firstdraftnews.org/latest/fake-news-complicated/.

Downloads

Publicado

21/06/2021

Como citar

Cordeiro, J. D. R., Fonseca, A. B., Lessa, L. R., Lima, A. G. I., & Nobile, M. . (2021). A Educação em Ciências e Saúde e o enfrentamento à desinfodemia: um relato de experiências críticas no ensino online . Liinc Em Revista, 17(1), e5720. Recuperado de http://revista.ibict.br/liinc/article/view/5720

Edição

Seção

Relatos de Experiência