O QUE A POLÍTICA CIENTÍFICA PODE APRENDER COM O DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO (DOU): UM OLHAR EXPLORATÓRIO

Paulo Eduardo Potyguara Coutinho Marques, Maria Cristina Soares Guimarães, Renato Rocha Souza, Janio Gustavo Barbosa

Resumo


A Ciência da Política Científica emerge, recentemente, em resposta à preocupação crescente com a ausência de capacidade analítica das políticas que orientam o desenvolvimento da ciência. Uma das questões centrais é a tentativa de responder se os investimentos públicos no setor de pesquisa alcançaram os resultados esperados. A simplicidade dessa pergunta descortina um cenário complexo de interações, e a crescente produção de dados por parte dos financiadores abrem a oportunidade de análises de bases quantitativas para contribuir nesse esforço de entendimento. O texto lança um olhar exploratório e metodológico sobre o tema no contexto brasileiro, e toma o Diário Oficial da União (DOU) como fonte de dados potencial para análise do financiamento público de pesquisa em saúde no Brasil, especificamente em dengue. A metodologia desenvolvida, embora com limitações, desvela o potencial dessa fonte de dados para análises quantitativas sobre o esforço de pesquisa com financiamento público no Brasil.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


AGHION, P.; DAVID, P. A.; FORAY, D. Science, technology and innovation for economic growth: Linking policy research and practice in ‘STIG Systems’. Research Policy, [s.l.], v. 38, n. 4, p. 681-693, maio 2009. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0048733309000213. Acesso em: 08 set. 2019.

BRASIL. Decreto nº 4.143, de 25 de fevereiro de 2002. Regulamenta a Lei no 10.332, de 19 de dezembro de 2001, na parte que institui mecanismo de financiamento para o Programa de Fomento à Pesquisa em Saúde, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2002]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2002/D4143.htm. Acesso em: 09 set. 2019.

BRASIL. Lei nº 10.332, de 19 de dezembro de 2001. Institui mecanismo de financiamento para o Programa de Ciência e Tecnologia para o Agronegócio, para o Programa de Fomento à Pesquisa em Saúde, para o Programa Biotecnologia e Recursos Genéticos – Genoma, para o Programa de Ciência e Tecnologia para o Setor Aeronáutico e para o Programa de Inovação para Competitividade, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2007]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/LEIS_2001/L10332.htm. Acesso em: 09 set. 2019.

BUSH, V. Science, the Endless Frontier: A Report to the President. Washington, DC: U.S. Government Printing Office, 1945.

CONDE, M. V. F.; ARAÚJO-JORGE, T. C. DE. Modelos e concepções de inovação: a transição de paradigmas, a reforma da C&T brasileira e as concepções de gestores de uma instituição pública de pesquisa em saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 8, n. 3, p. 727–741, 2003.

CNPq. Plataforma Lattes. Disponível em: http://lattes.cnpq.br/. Acesso em: abr. 2016.

FELLER, I. Science of Science and Innovation Policy. In: FEALING, K. (ed.). et al. The Science of Science Policy: A Handbook. Stanford: Stanford Business Book, 2011. p. 131-155.

FINEP. Finep - CT-Saúde, o que é?. Disponível em: http://www.finep.gov.br/pagina.asp?pag=fundos_ctsaude. Acesso em: 11 jun. 2014.

FLANAGAN, K.; Uyarra, E. Four dangers in innovation policy studies – and how to avoid them. Industry and Innovation, v.23, n.2, p. 177-188, 2016.

GIBBONS, M. Governance and the new production of knowledge. In: DE LA MOTHE, J. Science, technology and governance. London: Continuum, 2001. p. 33-49.

GOOGLE. Acadêmico. Disponível em: https://scholar.google.com.br. Acesso em: abr. 2016.

GUIMARÃES, R. Bases para uma política nacional de ciência, tecnologia e inovação em saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 9, n. 2, p. 375–387, jun. 2004.

GUIMARÃES, R. Pesquisa em saúde no Brasil: contexto e desafios. Revista de Saúde Pública, v. 40, n. spe, p. 3–10, ago. 2006.

MARQUES, Paulo Eduardo Potyguara Coutinho. Padrão de financiamento à pesquisa em dengue a partir do Diário Oficial da União. 2017. 142 f. Tese (Doutorado em Informação Científica e Tecnológica em Saúde) -Fundação Oswaldo Cruz, Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Rio de Janeiro, 2017.

MENA-CHALCO, J. P.; CESAR JUNIOR, R. M. ScriptLattes: an open-source knowledge extraction system from the Lattes platform. Journal of the Brazilian Computer Society, v. 15, n. 4, p. 31–39, dez. 2009.

METCALFE, J. S. Innovation systems, innovation policy and restless capitalism. In: MALERBA, F.; BRUSONI, S. (ed.). Perspectives on Innovation. Cambridge: Cambridge University Press, 2007. p. 411-454.

MORLACCHI, P.; MARTIN, B. R. Emerging challenges for science, technology and innovation policy research: A reflexive overview. Research Policy, v. 38, n. 4, p. 571–582, 2009. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0048733309000146. Acesso em: 08 set. 2019.

RUIVO, B. “Phases” or “paradigms” of science policy? Science and Public Policy, v. 21, n. 3, p. 157–164, 1 jun. 1994.

SOETE, Luc. Science, technology and innovation studies at a crossroad: SPRU as case study. Research Policy, v. 48, n. 4, p. 849-857, 2019. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0048733318302695 Acesso em: 08 set. 2019.

SALOMON, J. J. Science and Politics. London: The Macmillan Press, 1973.

SCIMAGO Institution Rank. Brazil: Overall Rank. [2017]. Disponível em: https://www.scimagoir.com/rankings.php?country=BRA&year=2011. Acesso em: 08 set. 2019.

SCIMAGO. Brazil. [1996-2018]. Journal and Country Rank. Disponível em: https://www.scimagojr.com/countryrank.php. Acesso em: 08 set. 2019.

SOLLA PRICE, D. J de. Little Science, Big Science. New York: Columbia University Press, 1963.

VALDEZ, B.; LANE, J. The science of science policy: a federal research roadmap. Report to The Subcommittee on Social, Behavioral and Economics Sciences, Committee on Science, National Science and Technology Council. Washington, DC: Office of Science and Technology Policy, Executive Office of the President, 2008.




DOI: https://doi.org/10.21721/p2p.2019v6n1.p267-284

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

 
 
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (cc BY 4.0)
 
 P2P & INOVAÇÃO - e-ISSN 2358-7814, IBICT.