Cenários especulativos pós-pandêmicos

a catástrofe sanitária e as redes solidárias

Autores

  • Guilherme de Figueiredo Preger Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

DOI:

https://doi.org/10.21721/p2p.2020v7n1.p32-70

Palavras-chave:

Coronavírus., Plataformas digitais., Tecnologia Social., Economia Solidária., Renda Básica Universal.

Resumo

Apresenta em termos genéricos três cenários econômicos e sociais para o período de pós-pandemia do coronavírus: o velho normal, o novo normal e o anômalo. O método para a construção dos cenários é o da fabulação especulativa. Observa-se que os dois primeiros cenários são variações de um mesmo paradigma e apenas o último pode ser considerado realmente uma “equivocação” do paradigma atual. O cenário anômalo, embora mais “improvável”, se configura o único realista a longo prazo. Nesse cenário estuda-se como o conceito de redes solidárias pode ser potencializado por uma reapropriação das plataformas digitais. Os conceitos de tecnologia social e economia solidária fornecem a melhor descrição de integração para um cenário anômalo. Termina com um esboço de uma proposta eficaz para a renda básica universal.

Biografia do autor

Guilherme de Figueiredo Preger, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Doutor em Literatura Comparada e Teoria da Literatura pela UERJ, Mestre em Eletromagnetismo Aplicado pela PUC/RJ. Atualmente, trabalha como engenheiro de FURNAS no Rio de Janeiro.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Uma pergunta. Artigo de Giorgio Agamben. IHU notícias, São Leopoldo, 18 abr. 2020. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/598071-uma-pergunta-artigo-de-giorgio-agamben. Acesso em: 27 jul. 2020

ARRUZZA, C.; BHATTACHARYA, T.; FRASER, Nancy. Feminismo para os 99%: um Manifesto. São Paulo: Boitempo, 2019.

ASHBY, W. Ross. Introdução à cibernética. São Paulo: Perspectiva, 1970.

BADIOU, Alain. Sobre a situação epidêmica. Blog da Boitempo, São Paulo, 08 abr. 2020. Disponível em: https://blogdaboitempo.com.br/2020/04/08/badiou-sobre-a-situacao-epidemica/ . Acesso em: 27 jul. 2020.

BATESON, Gregory. Steps to an ecology of mind Chicago: University of Chicago Press, 2000.

BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas Volume I: magia e técnica, arte e política. 6. ed. São Paulo: Brasiliense, 1993.

BERARDI, Franco. Bifo Berardi: a frugalidade como pensamento radical. Outras palavras, São Paulo, 16 abr. 2020. Disponível em: https://outraspalavras.net/outrasmidias/bifo-a-frugalidade-como-pensamento-radical/. Acesso em: 09 ago. 2020.

BRUNO, Fernanda et al. Tecnopolíticas da Vigilância. São Paulo: Boitempo, 2018.

CAVALCANTI, Clóvis. Concepções da economia ecológica: suas relações com a economia dominante e a economia ambiental. Estudos avançados, São Paulo, v. 24, n. 68, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103 40142010000100007. Acesso em: 03 ago. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-40142010000100007

DAGNINO, Renato. A Economia Solidária como eixo da reconstrução nacional. Jornal GGN, [São Paulo], 31 maio 2020. Disponível em: https://jornalggn.com.br/artigos/a-economia-solidaria-como-eixo-da-reconstrucao-nacional-por-renato-dagnino/. Acesso em: 09 ago. 2020.

DAGNINO, Renato. Em direção a uma teoria crítica da tecnologia. In: DAGNINO, Renato (Org.). Tecnologia Social: ferramenta para construir outra sociedade. Campinas: IG/UNICAMP, 2009.

DAGNINO, Renato (Org.). Tecnologia Social: ferramenta para construir outra sociedade. Campinas: IG/UNICAMP, 2009.

DARDOT, P.; LAVAL, C. A nova razão do mundo. São Paulo: Boitempo, 2016.

DAVIS, Mike. “Não vivemos em uma pandemia, mas em uma era de pandemias”. Entrevista com Mike Davis. Entrevistadora: Josefina L. Martínez. IHU notícias, São Leopoldo, 2020. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78 noticias/601135 nao vivemos em uma pandemia mas em uma era de pandemias entrevista com mike davis. Acesso em: 22 jul. 2020.

DURKHEIM, Emile. Fato social e divisão do trabalho. São Paulo: Ática, 2007.

ESCOBAR, Pepe. China locked in hybrid war with US. Asia Times, Hong Long, 17 mar. 2020. Disponível em: https://asiatimes.com/2020/03/china-locked-in-hybrid-war-with-us/. Acesso em: 27 jul. 2020.

FEDERICI, Silvia. Calibã e as Bruxas. São Paulo: Elefante, 2017.

FEDERICI, Silvia. Ponto zero da revolução: trabalho doméstico, reprodução e luta feminista. São Paulo: Elefante, 2019.

FEENBERG, Andrew. Between reason and experience: essays in technology and modernity. Massachussets: MIT Press, 2010. DOI: https://doi.org/10.7551/mitpress/8221.001.0001

FURTADO, Celso. O mito do desenvolvimento econômico. São Paulo: Paz e Terra (Círculo do Livro), 1974.

GAGO, Verónica. A razão neoliberal. Economias barrocas e pragmática popular. São Paulo: Elefante, 2018.

GREIMAS, Algirdas. Semântica Estrutural. São Paulo: Cultrix, 1973.

HAN, Byung-Chul. O coronavírus de hoje e o mundo de amanhã, segundo o filósofo Byung-Chul Han. El País Brasil, São Paulo, 22 mar. 2020. Disponível em: https://brasil.elpais.com/ideas/2020-03-22/o-coronavirus-de-hoje-e-o-mundo-de-amanha-segundo-o-filosofo-byung-chul-han.html. Acesso em: 28 jul. 2020.

HARARI, Yuval Noah. O mundo depois do coronavírus. IHU notícias, São Leopoldo, 26 mar. 2020. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/597469-o-mundo-depois-do-coronavirus-artigo-de-yuval-noah-harari. Acesso em: 28 jul. 2020.

HARAWAY, Donna. J. Manifesto ciborgue: ciência, tecnologia e feminismo-socialista no final do século XX. [S. n.: s. l., 2017]. Disponível em: https://cochabambahotel.noblogs.org/files/2017/03/Manifesto_Ciborgue.pdf. Acesso em: 05 ago. 2020.

HARDT, Michael; NEGRI, Antonio. Império. Rio de Janeiro: Record, 2001.

KLEIN, Naomi. Screen New Deal. The Intercept, New York, 8 May 2020. Disponível em: https://theintercept.com/2020/05/08/andrew-cuomo-eric-schmidt-coronavirus-tech-shock-doctrine/. Acesso em: 27 jul. 2020.

HUI, Yuk. Cem anos de crise. São Paulo: N 1 Edições, 2020. Disponível em: https://n 1edicoes.org/059. Acesso em: 03 ago. 2020.

INTERNATIONAL MONETARY FUND. Gross debt position: % of GDP. Washington, DC, 2020. Disponível em: https://www.imf.org/external/datamapper/G_XWDG_G01_GDP_PT@FM/ADVEC/FM_EMG/FM_LIDC. Acesso em: 06 ago. 2020.

KUHN, Thomas. The structure of scientific revolutions. Chicago: The University of Chicago, 1970.

LATOUR, Bruno. A crise sanitária incita a nos preparar para as mudanças climáticas. IHU Notícias, São Leopoldo, 27 mar. 2020. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/597499-a-crise-sanitaria-incita-a-nos-preparar-para-as-mudancas-climaticas-artigo-de-bruno-latour. Acesso em: 23 jul. 2020.

LATOUR, Bruno. Onde Aterrar. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2020.

MANCE, Euclides André. Constelação Solidarius: as fendas do capitalismo e sua superação sistêmica. Brasília, DF: Ifibe, 2008.

MANCE, Euclides André. Devemos avançar na organização de circuitos econômicos solidários. IHU notícias, São Leopoldo, 26 jun. 2020. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/600352-devemos-avancar-na-organizacao-de-circuitos-economicos-solidarios-entrevista-com-euclides-andre-mance. Acesso em: 09 ago. 2020.

MARCUSE, Herbert. Ideologia da sociedade industrial. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

MATURANA, Humberto; VARELA, Francisco. A árvore do conhecimento. As bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 2002.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. São Paulo: N-1 Edições, 2020.

MOROZOV, Evgney. Big tech: a ascensão dos dados e a morte da política. São Paulo: Ubu, 2018.

NOVAES; DIAS. Contribuições ao marco analítico-conceitual da Tecnologia Social. In: DAGNINO, Renato (Org.). Tecnologia Social: ferramenta para construir outra sociedade. Campinas: IG/UNICAMP, 2009.

POLANYI, Karl. A grande transformação: as origens de nossa época. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

RANCIÈRE, Jacques. Uma boa oportunidade? São Paulo: N-1 Edições, 2020. Disponível em: https://n-1edicoes.org/039-1. Acesso em: 27 jul. 2020.

ROUVROY, Antoinette; BERNS, Thomas. Governamentalidade algorítmica e perspectivas de emancipação: o díspar como condição de individuação pela relação? Revista EcoPós, Rio de Janeiro, v. 18, n 2, p. 36-56. 2015.

SADIN, Eric. “As tecnologias digitais têm poder de decisão em nossas vidas”. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/601535-as-tecnologias-digitais-tem-poder-de-decisao-em-nossas-vidas-entrevista-com-eric-sadin. Acesso em: 06 ago. 2020.

SCHOLES, Robert. Structural fabulation: an essay on fiction of the future. South Bend: University of Notre Dame Press, 1975.

SCHOLZ, Trevor. Cooperativismo de plataforma. São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo; Autonomia Literária; Elefante, 2016.

SHANNON, C. E. A Mathematical Theory of Communication. The Bell System Technical Journal, v. 27, p. 379 423, 623 656, Jul./Oct. 1948. Disponível em: http://people.math.harvard.edu/~ctm/home/text/others/shannon/entropy/entropy.pdf. Acesso em: 03 ago. 2020. DOI: https://doi.org/10.1002/j.1538-7305.1948.tb00917.x

SINGER, Paul. Economia solidária versus economia capitalista. Sociedade e Estado, Brasília, DF, v. 16, n. 102, p. 100-112, dez. 2001. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/se/v16n1-2/v16n1-2a05.pdf . Acesso em: 07 ago. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-69922001000100005

SUVIN, Darko. On the poetics of the science fiction genre. College English, v. 34, n. 3, p. 372 382, Dec. 1972. Disponível em: http://extscifi.weebly.com/uploads/8/9/4/7/8947540/article9.pdf. Acesso em: 03 ago. 2020. DOI: https://doi.org/10.2307/375141

WALLACE, Rob. Big Farms Make Big Flu: Dispatches on Infectious Disease, Agribusiness, and the Nature of Science. New York: Monthly Review Press, 2016.

Downloads

Publicado

26/09/2020

Como citar

PREGER, G. de F. Cenários especulativos pós-pandêmicos: a catástrofe sanitária e as redes solidárias. P2P E INOVAÇÃO, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 32–70, 2020. DOI: 10.21721/p2p.2020v7n1.p32-70. Disponível em: http://revista.ibict.br/p2p/article/view/5407. Acesso em: 27 out. 2021.