Ética e Organização do Conhecimento

fundamentos para uma abordagem crítica e orientada para a justiça social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21728/logeion.2024v10n2e-6934

Palavras-chave:

Organização do Conhecimento, Ética, Justiça Social, Sistemas de Organização do Conhecimento

Resumo

Este artigo busca relacionar os fundamentos da Ética e da Organização do Conhecimento, percebendo-os como internamente conectados, para construir pontes conceituais entre os dois campos. O objetivo é propor uma caracterização da Ética e da Justiça Social, apontando as consequências de sua negação ou ausência na Organização do Conhecimento. Para isso, foi realizada uma investigação qualitativa que situa o debate ético em Platão e na formação da filosofia grega antiga, bem como apresenta o conceito de Justiça Social como paridade de participação, nos moldes estabelecidos por Nancy Fraser. Os resultados indicam que a práxis voltada para a Justiça Social pode ser considerada um supravalor para a Organização do Conhecimento, atuando no sentido de fortalecer sua própria fundamentação teórica e sua orientação pela ampliação da democracia.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Lucas Andrade Sá Correa, Universidade Federal Fluminense

    Doutorando em Ciência da Informação pelo PPGCI/UFF, Mestre em História, Política e Bens Culturais pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC/FGV) (2014) e Bacharel em Ciências Sociais pela mesma instituição (2011). Graduando em Arquivologia (UFF).

  • Suellen Oliveira Milani, Universidade Federal Fluminense

    Professora Adjunta do Departamento de Ciência da Informação, atuando nos cursos de Graduação em Biblioteconomia e Documentação e Arquivologia e no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense. Graduação em Biblioteconomia (2007), Mestrado (2010) e Doutorado (2014) em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista.

  • Natália Bolfarini Tognoli, Universidade Federal Fluminense

    Professora Adjunta C2 no Departamento de Ciência da Informação e no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Brasil(2013)

Referências

ADORNO, T. An Introduction to Dialectics. Cambridge: Polity Press, 2017.

ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. In: Os Pensadores. Tradução de Leonel Vallandro e Gerd Bornheim da versão inglesa de W. D. Ross. São Paulo: Abril Cutural, 1991.

ARISTÓTELES. Metafísica. 5. ed. Ensaio introdutório, tradução do texto grego, sumário e comentários de Giovanni Reale. Tradução portuguesa de Marcelo Perine. São Paulo: Edições Loyola, 2015. 2 v.

BERMAN, S. Prejudices and antipathies. Metuchen: Scarecrow Press, 1971.

BERTI, E. Aristóteles. São Paulo: Ideias e Letras, 2015.

BOURDIEU, P. Sobre o Estado. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

CORRÊA, L. S.; TOGNOLI, N. B. A justiça social na organização do conhecimento. In: BARROS, T. H. B; LAIPELT, R. F.do (org.). Organização e representação do conhecimento em múltiplas abordagens. São Paulo: Pimenta Cultural, 2022a. p. 391-417. DOI: https://doi.org/10.31560/pimentacultural/2022.95613.14

CORRÊA, L. S.; TOGNOLI, N. B. Arquivistas e bibliotecários críticos: intelectuais orgânicos orientados para a justiça social. Revista EDICIC, v. 2, p. 1-9, 2022b. Disponível em: https://ojs.edicic.org/revistaedicic/article/view/167. Acesso em: 30 abr. 2024. DOI: https://doi.org/10.62758/re.v2i4.167

DAHLBERG, I. Ontical structures and universal classification. Bangalore: Sarada Ranganathan Endowment for Library Science, 1978a.

DAHLBERG, I. A Referent-oriented analytical concept theory of interconcept. International Classification, v.5, n.3, p.142-150, 1978b. DOI: https://doi.org/10.5771/0943-7444-1978-3-142

EVANGELISTA, I. V.; SANTOS, J. C. G.; GUIMARÃES, J. A. C.; FERNANDEZ-MOLINA, J. C. O acesso à informação como supra valor ético em organização do conhecimento: diálogos entre a literatura científica e as fontes normativas na perspectiva brasileira. Revista Ibero-Americana De Ciência Da Informação, Brasília, v. 13, p. 503-521, 2020. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/24955. Acesso em: 29 abr. 2024. DOI: https://doi.org/10.26512/rici.v13.n2.2020.24955

FRASER, N. A justiça social na globalização: redistribuição, reconhecimento e participação. Revista Crítica de Ciências Sociais, Coimbra, n. 63, p. 7-20, 2002. Disponível em: www.ces.uc.pt/publicacoes/rccs/artigos/63/RCCS63-Nancy%20Fraser-007-020.pdf. Acesso em: 23 fev. 2024. DOI: https://doi.org/10.4000/rccs.1250

FRASER, N. Social Justice in the Knowledge Society: Redistribution, Recognition, and Participation. In: Beitrag zum Kongress "Gut zu Wissen", Heinrich-Böll-Stiftung, 5/2001. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/7136753/mod_resource/content/1/Fraser_1997_Social%20Justice_Redistribution_Recognition_Representation.pdf. Acesso em: 23 fev. 2024.

GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2022.

GUIMARÃES, J. A. C. Ciência da Informação, Arquivologia e Biblioteconomia: em busca do necessário diálogo entre o universo teórico e os fazeres profissionais. In: FUJITA, M. S. L.; GUIMARÃES, J. A. C. (org.). Ensino e pesquisa em Biblioteconomia no Brasil: a emergência de um novo olhar. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2008. p. 33-44 DOI: https://doi.org/10.36311/2008.978-85-98605-53-1.p33-44

GUIMARÃES, J. A. C.; FERNÁNDEZ-MOLINA, J. C.; PINHO, F. A.; MILANI, S. O. Ethics in the knowledge organization environment: an overview of values and problems in the LIS literature. In: ARSENAULT, C.; TENNIS, J. T. (ed.). Cultural and Identity in Knowledge Organization. Würzburg: Ergon, 2008. p. 340-346.

GUIMARÃES, J. A. C.; MILANI, S. O.; EVANGELISTA, I. V. Valores éticos na organização e representação do conhecimento. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 20, n. 1, p. 19-32, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2015v20nesp1p19. Acesso em: 29 abr. 2024. DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2015v20nesp1p19

HJØRLAND, B. Theories are knowledge organizing systems (KOS). Knowledge Organization, Würzburg, v. 42 n. 2, p.113-128, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.5771/0943-7444-2015-2-113. Acesso em: 02 maio 2024. DOI: https://doi.org/10.5771/0943-7444-2015-2-113

HJØRLAND, B. What is Knowledge Organization (KO)? Knowledge Organization, Würzburg, v. 35, n. 2/3, p. 86-105, 2008. DOI: https://doi.org/10.5771/0943-7444-2008-2-3-86

HJØRLAND, B.; ALBRECHTSEN, H. Toward a new horizon in information science: domain-analysis. Journal of the American Society for Information Science, New York, v. 46, n. 6, p. 400-425, 1995. DOI: https://doi.org/10.1002/(SICI)1097-4571(199507)46:6<400::AID-ASI2>3.0.CO;2-Y

PLATÃO. A República. 2. ed. Tradução de Anna Lia Amaral de Almeida Prado. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

PLATÃO. Sofista. Os Pensadores. Tradução de Jorge Paleikat e João Cruz Costa. São Paulo: Abril Cultural, 1972. (Os Pensadores, 3).

SILVA, A. P. da. Aspectos éticos em organização da informação: Um estudo em códigos de ética do profissional arquivista. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista – UNESP, Marília, 2016.

SILVA, A. P.; TOGNOLI, N. B.; GUIMARÃES, J. A. C. Os valores éticos na organização e representação do conhecimento arquivístico. Brazilian Journal of Information Science, Marília, v. 11, n. 1, 2017. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/6678/4397. Acesso em: 02 maio 2024. DOI: https://doi.org/10.36311/1981-1640.2017.v11n1.05.p44

SMIRAGLIA, R. P. The elements of knowledge organization. Zurique: Springer, 2014. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-319-09357-4

WATSON, B. M. There was Sex but no Sexuality: critical cataloging and the classification of asexuality in LCSH. Cataloging&Classification Quarterly, New York, v. 58, n. 6, p. 547-565, 2020. DOI: https://doi.org/10.1080/01639374.2020.1796876

Downloads

Publicado

23/05/2024

Como Citar

Ética e Organização do Conhecimento: fundamentos para uma abordagem crítica e orientada para a justiça social. Logeion: Filosofia da Informação, Rio de Janeiro, RJ, v. 10, n. 2, p. e-6934, 2024. DOI: 10.21728/logeion.2024v10n2e-6934. Disponível em: https://revista.ibict.br/fiinf/article/view/6934.. Acesso em: 22 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)