Panorama dos custos em inovação das indústrias de transformação situadas no Brasil

Autores

  • Carolina Parreira da Silva UFU
  • Carlos Eduardo de Oliveira Faculdade de Administração, Ciências Contábeis, Engenharia de Produção e Serviço Social (FACES) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) http://orcid.org/0000-0002-2892-9853
  • Érika Monteiro de Souza Alves Dias UFU
  • Davy Antonio da Silva UFU

DOI:

https://doi.org/10.21721/p2p.2022v8n2.p178-191

Palavras-chave:

Inovação., Custos da Inovação., Indústria de Transformação.

Resumo

O principal objetivo deste estudo foi analisar a tendência do grau de importância (alto ou médio) dos custos da inovação (produção e trabalho) das indústrias de transformação situadas no Brasil. Foi realizado levantamento de dados secundários, utilizando as edições de 2003, 2005, 2008, 2011 e 2014 da Pesquisa de Inovação (PINTEC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tendo como foco os principais setores da indústria de transformação, de acordo com a classificação do Cadastro Nacional da Atividade Econômica (CNAE). Como principais resultados, pode-se observar que a maioria dos setores da indústria de transformação brasileira consideram como de “alto ou médio” o grau de importância do impacto dos custos da inovação na redução dos “custos da produção” e nos “custos do trabalho”, e que o impacto causado pela inovação tem efeito maior nos “custos de produção”, em detrimento dos “custos do trabalho”, e que existe uma quantidade significativa de empresas que consideram pouco relevante o impacto da inovação nos custos de produção e do trabalho.

Biografia do autor

Carlos Eduardo de Oliveira, Faculdade de Administração, Ciências Contábeis, Engenharia de Produção e Serviço Social (FACES) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Doutor em Economia (IE/UFU), Mestre em Engenharia de Produção (FEB/UNESP), MBA em Gestão Empresarial com Ênfase em Finanças (FECAP), Graduado em Ciências Contábeis (ITE). Docente Efetivo da FACES/UFU.

Referências

BRAGA, O. S. G.; FORTE, S. H. A. C. Influência institucional em arranjos produtivos locais para criação de inovação. Revista Ibero Americana de Estratégia, v. 15, n. 1, p. 116-130, 2016.

BRUNI, A. L. A administração de custos, preços e lucros. São Paulo: Atlas, 2006.

BRUNI, A. L.; FAMÁ, R. Gestão de custos e formação de preços. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

CAMPOS, M. G.; SANTOS, D. F. L.; DONADON, F. A. B. Impacto dos investimentos em inovação na indústria brasileira. Revista Gestão Industrial, v. 13, n. 3, p. 213-236, 2017.

CHIBÁS, F. O.; PANTALEÓN, E. M.; ROCHA, T. A. Gestão da inovação e da criatividade na atualidade. Holos, v. 3, p. 15-26, 2013.

DUTRA, R. G. Custos: uma abordagem prática. São Paulo: Atlas, 2010.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa de inovação: PINTEC 2011. IBGE, 2011.

KÜHL, M. R.; CUNHA, J. C. Obstáculos à implementação de inovações no Brasil: como diferentes empresas percebem sua importância. Brazilian Business Review, v. 10, n. 2, p. 1-25, 2013.

LIM, E. S.; SHYAMALA, N. Obstacles to innovation: evidence from Malaysian manufacturing firms. Munich Personal Repec Archive, n. 18077, p. 1-26, 2009.

MADRID-GUIJARRO, A.; GARCIA, D.; Van AUKEN, H. Barriers to innovation among Spanish manufacturing SMEs. Journal of small business management, v. 47, n. 4, p. 465-488, 2009.

MARTINS, E. Contabilidade de custos. São Paulo: Atlas, 2010.

NASCIMENTO, J. M. D. Custos: planejamento, controle e gestão na economia globalizada. São Paulo: Atlas, 2001.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (OCDE). Manual de Oslo: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. OCDE, 2005.

OLIVEIRA, C. E. Problemas e obstáculos para a realização de inovação em empresas brasileiras. Revista Brasileira de Gestão e Inovação, v. 3, n. 1, p. 93-112, 2015.

PEREZ JR, J. H.; OLIVEIRA, L. M. D.; COSTA, R. G. Gestão estratégica de custos: textos, casos práticos e testes com as respostas. São Paulo: Atlas, 2012.

ROLDAN, V. P. S.; FERRAZ, S. F. S. Práticas de gestão da qualidade, estratégias competitivas e desempenho inovador na indústria de transformação brasileira. Revista Ibero Americana de Estratégia, v. 16, n. 1, p. 99-118, 2017.

SCHREIBER, D. Estudo do impacto da inovação tecnológica sobre o custo de produção. Revista Pretexto, v. 17, v. 1, p. 46-60, 2016.

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

SILVA, A. C. R. D. Metodologia de Pesquisa Aplicada à Contabilidade: orientação de estudos, projetos, relatórios, monografias, dissertações, teses. São Paulo: Atlas, 2006.

SILVA, G.; DACORSO, A. L. R. Riscos e incertezas na decisão de inovar das micro e pequenas empresas. Revista de Administração Mackenzie, v. 15, n. 4, p. 229-255, 2014.

SILVA, I. E. M.; BEZERRA, J. F.; LIMA, R. C. Análise da relação entre importações e produtividade: evidência empírica para a indústria de transformação do Brasil. Revista de Economia Contemporânea, v. 16, n. 1, p. 62-87, 2012.

SILVA, R. N. S.; LINS, L. D. S. Gestão de custos: contabilidade, controle e análise. São Paulo: Atlas, 2010.

SOARES, T. J.; TORKOMIAN, A. L.; NAGANO, M. S.; MOREIRA, F. G. O sistema de inovação brasileiro: uma análise crítica e reflexões. Interciencia, v. 41, n. 10, p. 713-721, 2016.

SOUZA, A.; CLEMENTE, A. Gestão de Custos: aplicações operacionais e estratégicas. São Paulo: Atlas, 2011.

STEFANOVITZ, J. P.; NAGANO, M. S. Gestão da inovação de produto: proposição de um modelo integrado. Production, v. 24, n. 2, p. 462-476, 2014.

TIDD, J.; BESSANT, J.; PAVITT, K. Gestão da inovação. São Paulo: Bookman, 2008.

Downloads

Publicado

29/03/2022

Como citar

SILVA, C. P. da; OLIVEIRA, C. E. de; DIAS, Érika M. de S. A.; SILVA, D. A. da. Panorama dos custos em inovação das indústrias de transformação situadas no Brasil. P2P E INOVAÇÃO, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 178–191, 2022. DOI: 10.21721/p2p.2022v8n2.p178-191. Disponível em: https://revista.ibict.br/p2p/article/view/5827. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)