A PRÁTICA DA PESQUISA E OS QUADROS TEÓRICOS CONCORRENTES NO CAMPO DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Leilah Santiago Bufrem

Resumo


Apresenta resultados da investigação sobre a produção científica periódica dos bolsistas de produtividade em pesquisa do CNPq 1, da área de Ciência da Informação (CI), em sua relação com os quadros teóricos concorrentes no campo de produção científica na literatura periódica no Brasil. Caracteriza a pesquisa científica produzida por eles, a partir de um corpus de artigos de periódicos indexados na base Brapci, no período de 1978 a 2015, analisando as relações entre os autores e os referenciais teóricos fundantes dos estudos, seus grupos temáticos privilegiados, bem como os periódicos nos quais publicam. Parte do pressuposto de que o trabalho científico, desenvolvido em determinado contexto social e momento histórico, reflete as mudanças e contradições desse contexto, tanto em sua organização interna, quanto em suas aplicações. Os dados obtidos permitem afirmar que: a) a produção mais expressiva dos bolsistas ocorreu entre 2006 e 2011; b) as revistas selecionadas que contém a maior parte da produção dos bolsistas são: Revista de Ciência da Informação e DataGramazero c) os temas mais recorrentes na produção são tecnologia, redes, bibliotecas, sistemas e comunicação científica d) os referentes teóricos destacados são, além de alguns dos próprios bolsistas que apresentam  um papel significativo no processo de consolidação da CI, teóricos como Saracevic, Bourdieu, Wersig, Levy, Lancaster e Castells, predominantemente das áreas de CI e da Sociologia.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, C. A. A. et al. A ciência da informação na visão dos professores e pesquisadores brasileiros. Informação & Sociedade: estudos. João Pessoa, v. 17, n. 2, p. 95-108, 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2016.

ARBOIT, A. E. A consolidação de informação como domínio do conhecimento expressa na literatura periódica brasileira (1970-2007). 2010. Dissertação (Mestrado em PPGCI) - Universidade Federal do Paraná, 2010.

BORTOLUCI, J. H.; JACKSON, L. C.; PINHEIRO FILHO, F. A. Contemporâneo clássico: a recepção de Pierre Bourdieu no Brasil. Lua Nova, São Paulo, n. 94, p. 217-254, Abr. 2015. Disponível em: . Acesso em: 07 mai. 2017.

BOURDIEU, P.. Homo academicus. Florianópolis: EDUFSC, 2013.

BOURDIEU, P.; CHAMBOREDON, J-C.; PASSERON, J-C. A profissão de sociólogo: preliminares epistemológicas. Petrópolis: Vozes, 1990.

BOURDIEU, P.; PASSERON, J.-C.; CHAMBOREDON, J. C. Le métier de sociologue. Paris: Mouton-Bordas, 1969.

BRUYNE, P. de; HERMAN, J.; SHOUTHEETE, M. de. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.

BUFREM, L. S. Revistas científicas: características, funções e critérios de qualidade. In: POBLACIÓN, D. A.; WITTER, Geraldina P.; SILVA, J. F. M. (Org.). Comunicação e produção científica: contexto, indicadores e avaliação. São Paulo: Angellara, 2006. p. 191-214.

BUFREM, L. S.. Práticas de organização e divulgação da produção intelectual em ciência da informação no Brasil. Encontros Bibli: Rev. Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 13, n. esp., p. 36-53, 1º sem. 2008.

BUFREM, L. S.; SILVA, F. B. M. E.; SOBRAL, N. V. Análise das influências intelectuais na produção científica da área de ciência da informação: um estudo sobre os bolsistas de produtividade em pesquisa (Pq-Cnpq). Em Questão, v. 23, p. 115-141, 201710.19132/1808-5245230.115-141. DOI:10.19132/1808-5245230.115-141. Disponível em: . Acesso em: 13 Ago. 2017.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

DAHLBERG, I. Knowledge organization: its scopes and possibilities. Knowledge organization, Frankfurt, n. 20, p. 211-222, 1993.

DAHLBERG, I. Linguagens. linguagens especiais. linguagens formalizadas. Ci. Inf., Rio de Janeiro, 7(2): 101-107, 1978. Disponível em: .

DUAYER, M.; MEDEIROS, J. L. Marx, estranhamento e emancipação: o caráter subordinado da categoria da exploração na análise marxiana da sociedade do capital. Revista de Economia, Curitiba, v. 34, n. esp., p. 151-161, 2008.

FOUCAULT, M. A Ordem do Discurso. São Paulo: Ed. Loyola, 2005.

FREITAS, J. L.; NASCIMENTO, B. S.; BUFREM, L. S. A organização do conhecimento na dinâmica da pesquisa em artigos da literatura científica da Brapci. Transinformação, Campinas, v. 26, n. 3, p. 295-303, 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

KROEFF, M. S. et al. Análise de citações dos artigos publicados em periódicos da área da ciência da informação que versam sobre gestão da informação. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 11, n. 1, p. 41-65, jul. 2015. Disponível em: . Acesso em: 9 set. 2016.

LADRIÈRE, J. Filosofia e práxis cientifica. Rio de Janeiro: F. Alves, 1978. 193 p.

LADRIÈRE, J. Prefácio. In: BRUYNE, P. de; HERMAN, J.; SHOUTHEETE, M. de. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977, p. 9-22.

LLOYD, Christopher. As estruturas da história. Rio de Janeiro: Zahar, 1995.

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 1999.

MENA-CHALCO, J. Genealogia acadêmica: uma ferramenta para investigar a origem, evolução e disseminação de áreas do conhecimento. In: 5º ENCONTRO BRASILEIRO DE BIBLIOMETRIA E CIENTOMETRIA (5° EBBC, 2016), São Paulo, ECA-USP... Anais eletrônicos... doi:10.13140/RG.2.1.2955.4165.

MERTON, R. K. The Mattheus effect. Science v. 159, n. 3810, p. 56-63, 05 jan. 1968.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

PINHEIRO, A. de C; SILVA, G. R.; ARAÚJO, C. A. A. A contribuição de Tefko Saracevic para a

Ciência da Informação no Brasil. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, v.1, n.2, out. 2011. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2017.

RENDON-ROJAS, M. Á. La ciencia de la información en el contexto de las ciencias sociales y humanas: ontología, epistemología, metodología e interdisciplina. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 9, n. 4, ago. 2008.

SILVEIRA, M. A. A. et al. Domínios científicos da ciência da informação representados no GT 7 do Enancib: análise das citações (2007-2012). Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, João Pessoa, v. 6, n. 2, p. 116, 2013. Disponível em: . Acesso em: 1 jul. 2017.

SOUZA, J. G. S. et al. Perfil e produção científica dos pesquisadores brasileiros do CNPq em Periodontia. Perionews, v. 8, n. 2, p. 172-178, 2014.

WERSIG, G. Information science: the study of postmodern knowledge usage. Information Processing & Management, [S.l], v. 29, n. 2, p. 229-239, 1993.




DOI: https://doi.org/10.21721/p2p.2017v4n1.p35-58

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

 
 
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (cc BY 4.0)
 
 P2P & INOVAÇÃO - e-ISSN 2358-7814, IBICT.