BIBLIOTECAS PÚBLICAS DO RIO GRANDE DO SUL E O PATRIMÔNIO EDIFICADO: VALOR, NO FUNDO, SIMBÓLICO

  • Marcia Heloisa Tavares Figueredo Lima
  • Luciana Prestes Vicente

Resumo

Averigua se os bibliotecários ou funcionários responsáveis por bibliotecas públicas estabelecidas em edificações consideradas patrimônios culturais localizadas no Rio Grande do Sul enunciam e demonstram através de práticas a valorização das suas respectivas edificações. Apresenta o conceito de patrimônio cultural com base em bibliografia. Discorre sobre como se dá a atribuição de valor e pontua memória e identidade como elementos constituintes da valoração.  Pesquisa a valoração e a divulgação que o patrimônio edificado recebe nas bibliotecas públicas por meio de entrevistas semiestruturadas com três bibliotecárias-chefes e por observações sistemáticas dos seus espaços físicos e dos seus ambientes virtuais. Conclui que a valorização simbólica e a divulgação discursiva do patrimônio edificado são parciais, devido à falta de manutenção material das edificações, o que denota a falta de investimento financeiro do poder público por parte do Governo dos municípios do Estado do Rio Grande do Sul.

Publicado
21/03/2018
Como Citar
LimaM. H. T. F.; VicenteL. P. BIBLIOTECAS PÚBLICAS DO RIO GRANDE DO SUL E O PATRIMÔNIO EDIFICADO: VALOR, NO FUNDO, SIMBÓLICO. P2P E INOVAÇÃO, v. 4, n. 2, p. 70-94, 21 mar. 2018.
Seção
Artigos