O papel da informação e as vertentes do poder

um breve manifesto a favor da educação e da ciência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21728/logeion.2022v9n1.p162-181

Palavras-chave:

Informação e Poder, Ciência, Educação Pública, Política

Resumo

A informação e o poder exercem influência na sociedade, pois um retroalimenta o outro, visto que ambos fazem parte do desenvolvimento das sociedades. No decorrer da história brasileira, avanços e retrocessos motivados por esses dois aspectos, agregados à precarização da educação pública, transformaram a realidade do país. O objetivo deste estudo é discutir sobre a relevância dos pesquisadores que se dedicam em prol do desenvolvimento científico e tecnológico, que resistem às estratégias econômicas governamentais, especialmente quando os investimentos em Ciência e Educação são precários ou priorizam privilegiar apenas algumas áreas do conhecimento. Logo, este trabalho se configura como um ensaio dialógico, a partir da revisão de literatura, se propõe a: fomentar discussões a fim proporcionar possibilidades para a Ciência da Informação, aliada a uma perspectiva mais social; atuar por meio do diálogo entre informação e poder; e, por fim, compreender os reflexos na sociedade contemporânea, assim como as repercussões nos rumos da Educação, da Ciência e do progresso em geral do país.

Referências

ARAÚJO, C. A. Á. O que é Ciência da Informação. Belo Horizonte: KMA, 2018a.

ARAÚJO, C. A. Á. Em defesa de um pensamento informacional ibero-americano. In: ENCOENTRO DE LA ASOCIACIÓN DE EDUCACIÓN E INVESTIGACIÓN EN INFORMACIÓN DE IBEROAMÉRICAY EL CARIBE, 11., 2018, Medellín. Anais [...]. Medellín: ANCIB, 2018b.

ARRUZZA, C.; BHATTACHARYA, T.; FRASER, N. Feminismo para os 99%: um manifesto. São Paulo: Boitempo, 2019.

BARIFOUSE, R. ‘Ciências humanas são tão importantes quanto exatas e biológicas’, diz professora de Harvard. BBC News Brasil, São Paulo, 30 abr. 2019. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-48070180. Acesso em: 20 maio 2020.

BEZERRA, A. C.; SCHNEIDER, M.; SALDANHA, G. S. Competência crítica em informação como crítica à competência em informação. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.29, n.3, p. 5-22, jul./set. 2019. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/47337/27363. Acesso em: 23 jun. 2020.

BOURDIEU, P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. Texto revisto pelo autor com a colaboração de Patrick Champagne e Etienne Landais. Tradução de Denice Barbara Catani. São Paulo: Editora Unesp, 2003.

BRISOLA, A. C. A ágora digital, a competência crítica em informação e a cidadania ampliada: uma construção possível. 2016. Dissertação (mestrado em Ciência da Informação) – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Comunicação, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: https://ridi.ibict.br/bitstream/123456789/890/1/DISSERTA%C3%87%C3%83O_VERS%20FINAL_A%20%C3%A1gora%20midi%C3%A1tica%20digital%20a%20compet%C3%AAncia%20cr%C3%ADtica%20informacional%20e%20a%20cidadani.pdf. Acesso em: 29 jun. 2020.

BRISOLA, A. C.; ROMEIRO, N. L. A competência crítica em informação como resistência: uma análise sobre o uso da informação na atualidade. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 14, n. 3, set./dez., 2018. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1054/1054. Acesso em: 21 abr. 2022.

CALDEIRA. A. P. S. Editorial: ciência aberta e universidade pública. Varia história, Belo Horizonte, v. 35, n. 67, p. 9-12, jan./abr. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-87752019000100009&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 31 jun. 2020.

DIEESE. Desafios da Educação Brasileira: comentários sobre os indicadores da publicação Education at a Glance 2019, da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). São Paulo, nov. 2019. (Nota Técnica, 217). Disponível em: https://www.dieese.org.br/notatecnica/2019/notaTec217educacao.html. Acesso em: 07 jul. 2020.

ESCOBAR, H. Mesmo blindado, orçamento da ciência já nasce contingenciado para 2020. Jornal da USP, São Paulo, 19 dez. 2019. Disponível em: https://jornal.usp.br/universidade/politicas-cientificas/mesmo-blindado-orcamento-da-ciencia-ja-nasce-contingenciado-para-2020/. Acesso em: 05 jul. 2020.

ESTATÍSTICAS Econômicas. Produção industrial avança 7,0% em maio. Agência IBGE notícias, Brasília, DF. 02 jul. 2020. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/28152-producao-industrial-avanca-7-0-em-maio. Acesso em: 03 jul. 2020.

FACCHIN, P. Deficiências na estrutura institucional do país e na educação impedem Brasil de competir e investir em ciência e tecnologia. Entrevista especial com Maria Lídia Dias. Instituto Humanitas Unisinos, São Leopoldo, 26 mar. 2019. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/159-noticias/entrevistas/587776-deficiencias-na-estrutura-institucional-do-pais-e-na-educacao-impedem-brasil-de-competir-e-investir-em-ciencia-e-tecnologia-entrevista-especial-com-maria-lidia-dias. Acesso em: 21 jun. 2020.

KOELLER, P. Investimentos federais em pesquisa e desenvolvimento: estimativas para o período 2000-2020. Diset: Diretoria de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação e Infraestrutura: IPEA, Brasília, DF, n. 56, jan. 2020. (Nota Técnica).

MARQUES, M. D.; ROSELINO, J. E.; MASCARINI, S. Taxonomias tecnológicas e setoriais da indústria de transformação brasileira. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, v.18, n.2, p. 417-448, jul./dez. 2019.

MARX, K. O Capital: crítica da economia política, Livro 1: O processo de produção do capital. Tradução de Rubens Enderle. São Paulo: Editorial Boitempo, 2013. (Coleção Marx e Engels).

MARX, K. O Capital: Parte I. [S.l.: s.n.], [1867?]. In: Capítulo 1: A Mercadoria. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=4360. Acesso em: 07 jul. 2020.

MOURA, M. Universidades Públicas Respondem por mais de 95% da produção científica do Brasil. Academia Brasileira de Ciências, Rio de Janeiro, 11 abr. 2019. Disponível em: http://www.abc.org.br/2019/04/15/universidades-publicas-respondem-por-mais-de-95-da-producao-cientifica-do-brasil/. Acesso em: 26 out. 2019.

PASSARINHO, N. Sob ameaça de cortes no governo Bolsonaro, cursos de ciências sociais e humanas concentram diversidade racial. BBC News Brasil, São Paulo, 9 maio 2019. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-48201426. Acesso em: 10 jul. 2020.

RANIERI, N. B. S. Sobre a autonomia das universidades: artigo de opinião. Agência Bori, São Paulo, 18 jun. 2020. Disponível em: https://abori.com.br/artigos/sobre-a-autonomia-das-universidades/. Acesso em: 10 jul. 2020.

SILVEIRA, H. F. R. da. Um estudo do poder na sociedade da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 29, n. 3, p. 79-90, set./dez. 2000. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ci/v29n3/a08v29n3. Acesso em: 21 jun. 2020.

TIBURI, M. Delírio do poder: psicopoder e loucura coletiva na era da desinformação. Rio de Janeiro: Record, 2019.

Downloads

Publicado

13/09/2022

Como citar

NEVES, T. M. de O.; NOVO, H. F. . O papel da informação e as vertentes do poder: um breve manifesto a favor da educação e da ciência. Logeion: Filosofia da Informação, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 162–181, 2022. DOI: 10.21728/logeion.2022v9n1.p162-181. Disponível em: https://revista.ibict.br/fiinf/article/view/5977. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos