Diretrizes de acessibilidade web: um estudo comparativo entre as WCAG 2.0 e o e-MAG 3.0

Autores

  • Janicy Aparecida Pereira Rocha Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Adriana Bogliolo Sirihal Duarte Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Palavras-chave:

Acessibilidade Web, Diretrizes de acessibilidade, e-MAG, WCAG.

Resumo

A acessibilidade na Web deve possibilitar que qualquer usuário, assistido por agentes de software ou hardware compatíveis com suas necessidades, possa entender e interagir com determinado conteúdo, tendo garantido seu direito de inclusão na sociedade, não obstante suas limitações e particularidades. Atualmente existem diversos documentos com normas, padrões e diretrizes de acessibilidade, elaborados por várias entidades de diversos países. Este trabalho apresenta um estudo comparativo entre dois padrões de acessibilidade: as Web Content Accessibility Guidelines – WCAG 2.0 e o Modelo de Acessibilidade do Governo Eletrônico Brasileiro – e-MAG 3.0, motivado pelo questionamento: por que é importante a especificação de um modelo brasileiro, se existe um modelo internacional suficientemente abrangente e completo? As principais características de ambos os modelos são descritas e suas semelhanças e diferenças são apontadas, a partir da análise dos dois documentos. Os resultados indicam que suas maiores diferenças são estruturais, posto que suas recomendações de acessibilidade são bastante semelhantes, mas demonstram vantagens na adoção do e-MAG no contexto brasileiro.

Palavras-chave
Acessibilidade Web. Diretrizes de acessibilidade. e-MAG. WCAG.

WEB ACCESSIBILITY GUIDELINES: a comparative study between WCAG 2.0 and e-MAG 3.0

Abstract

With the help of agents of software or hardware, compatible with his needs, the user should be able to understand a specific content and interact by accessing Web, so that his right to social inclusion can be assured, despite his limitations and peculiarities. Currently there are several documents with norms, standards and accessibility guidelines, prepared by different entities in different countries. This paper presents a comparative study between two accessibility standards: the Web Content Accessibility Guidelines – WCAG 2.0 and the Accessibility Model of the Brazilian Electronic Government – E-MAG 3.0, motivated by the question: why is it important to specify a Brazilian model, if there is an international model sufficiently comprehensive and complete? The main features of both models are described and their similarities and differences are pointed out, based on the analysis of the two documents. The results show that their structural differences are larger, since their accessibility recommendations are quite similar, but show advantages in the adoption of e-MAG in the Brazilian context.

Keywords
Web Accessibility. Accessibility Guidelines. e-MAG. WCAG.

Biografias dos autores

Janicy Aparecida Pereira Rocha, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Ciência da Informação pela UFMG. Bolsista da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Belo Horizonte, MG - Brasil

Adriana Bogliolo Sirihal Duarte, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora adjunta da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) -Belo Horizonte, MG - Brasil

Downloads

Publicado

11/12/2013

Como citar

Rocha, J. A. P., & Duarte, A. B. S. (2013). Diretrizes de acessibilidade web: um estudo comparativo entre as WCAG 2.0 e o e-MAG 3.0. Inclusão Social, 5(2). Recuperado de http://revista.ibict.br/inclusao/article/view/1678

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)