Marco conceitual para objetos de aprendizagem baseados em arte na capacitação laboral a distância

Tatiana Fernández

Resumo


A educação em artes visuais requer metodologias de ensino e pesquisa baseadas em arte, que são diferenciadas das metodologias científicas, para desenvolver habilidades criativas e conhecimento estético. Essas metodologias podem ser também de larga utilidade para outras áreas da educação, incluídas as ciências exatas, especialmente quando se leva em consideração, com o surgimento das tecnologias de informação e comunicação (TICs), que essas habilidades e conhecimentos são mais necessários e requeridos para ter empregabilidade no mercado de trabalho. Este artigo analisa os aspectos em que objetos de aprendizagem baseados em arte podem contribuir na qualificação do trabalhador e propõe um marco conceitual para criar, analisar e avaliar esse tipo de artefatos em cursos a distância de curta duração, em diversas áreas educacionais dirigidas a um público de trabalhadores e estudantes, como é o caso da Escola do Trabalhador. Com esse propósito reflete sobre a relevância de um design que tome em conta metodologias de Pesquisa Baseada em Arte (PBA) por meio dos estudos de Graeme Sullivan (2007, 2010), Jan Jagodsisnski e Jason Wallin (2013), e que o design revele um propósito coerente e coeso com base nos estudos de Konstantin Mitgutsch e Narda Alvarado (2012) sobre jogos sérios. Para estabelecer os fundamentos na prática do marco proposto, analisam-se três modelos de OAs baseados em arte elaborados para cursos da Escola do Trabalhador.

Palavras-chave


Objetos de aprendizagem baseados em arte; Criatividade; Capacitação laboral; Jogos sérios; Metodologia de pesquisa baseada em arte

Texto completo:

PDF (atualizado)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Tatiana Fernández

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.