A AGNOTOLOGIA NO PROCESSO DE CONHECIMENTO NA BIOTECNOLOGIA

Luciana Reusing, Marcos Wachowicz

Resumo


O presente artigo traz uma reflexão importante para as ciências da natureza e para as ciências sociais, ao tratar do processo de ignorância ou dúvida induzida pela manipulação de dados e informações científicas para instaurar um processo social de desconfiança “agnotologia”, constituindono contraponto ao conhecimento “epistemológico”. A metodologia aplicada para delimitar o estado da arte é a pesquisa bibliográfica, a fim de proporcionar maior eficiência na abordagem do tema que está distribuído entre a introdução, desenvolvimento e considerações finais. O resultado esperado é demonstrar que a biotecnologia é uma ciência carregada de valores e mitos, distante da neutralidade positivista, apta a promover uma reconfiguração biológica e social por intermédio do conhecimento cientificode uma verdade discutível, e não falseada por estratégias, argumentos e dados ficcionais para configurar um estado de ignorância diante da ciência e tecnologia a serviço da vida.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.21721/p2p.2019v6n1.p35-48

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

 
 
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (cc BY 4.0)
 
 P2P & INOVAÇÃO - e-ISSN 2358-7814, IBICT.