Inclusão de stakeholders em ciclos da aprendizagem para governança da aprendizagem organizacional

Autores

  • Giselly Rizzatti Universidade Federal de Santa Catarina
  • Patricia de Sá Freire Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

O conhecimento pode ser considerado um dos fatores mais importantes no ambiente organizacional, por ser este que, quando compartilhado, promove a inclusão de colaboradores em projetos e estratégias comuns. Na contemporaneidade, surgiu a necessidade de governar o conhecimento para a aprendizagem organizacional, por meio de mecanismos que busquem incluir múltiplos stakeholders, internos e externos, na criação de respostas às melhorias, mudanças e transformações exigidas pela competitividade. Este artigo apresenta o Framework de Governança da Aprendizagem Organizacional (GovA) como solução viável a esse desafio, ao propor alguns mecanismos e componentes organizacionais geradores de ambientes colaborativos e canais de feedbacks que promovem instâncias de inclusão de stakeholders internos e externos. Assim, este artigo tem como objetivo descrever os ciclos da aprendizagem organizacional da GovA para promover os resultados desta inclusão. Esta pesquisa pode ser categorizada como qualitativa, de cunho teórico e de objetivo descritivo. Após compreendida a relação da governança da aprendizagem organizacional com os ciclos da aprendizagem, foi possível concluir a importância dos canais de feedbacks para acionar as respostas padrão e, não havendo, um dos ciclos da aprendizagem organizacional, seja o simples (adaptação organizacional), ou duplo (transformação organizacional) ou triplo (criação de novos modelos mentas) para processar novo ciclo de gestão do conhecimento e, consequentemente, a governança da aprendizagem organizacional.

Biografia do autor

Giselly Rizzatti, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Pesquisadora do Laboratório de Engenharia da Integração e Governança Multinível do Conhecimento e da Aprendizagem (ENGIN/UFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Patricia de Sá Freire, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Docente do Departamento de Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Downloads

Publicado

10/03/2022

Como citar

Rizzatti, G. ., & de Sá Freire, P. . (2022). Inclusão de stakeholders em ciclos da aprendizagem para governança da aprendizagem organizacional. Inclusão Social, 14(1). Recuperado de https://revista.ibict.br/inclusao/article/view/5886