A curricularização da extensão como oportunidade para promoção da inovação social e inclusão social

Autores

  • Fabiana de Agapito Kangerski Instituto Federal de Santa Catarina
  • Márcia Prim Faculdade de Tecnologia Aerotd
  • Andreia de Bem Machado Instituto Federal de Santa Catarina
  • Gertrudes Aparecida Dandolini Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

As pesquisas, políticas e práticas referentes à inovação social cresceram rapidamente nas últimas décadas. Por meio dessa prática inovativa tem-se enfrentado desafios sociais complexos, como pobreza, desemprego, mudanças demográficas e climáticas. Dentro da educação superior brasileira, devido ao Plano Nacional de Educação (2014-2024), a extensão ganhou status curricular e passa a ser compulsória a criação de pontes entre as instituições de ensino superior e a sociedade. Diante deste contexto, o objetivo desse artigo é mapear as relações entre inovação social e inclusão social para a curricularização da extensão. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e bibliográfica, cujo resultados demonstram a relação intrínseca entre inovação social e inclusão social e convergem para a compreensão de como a extensão na educação superior pode alcançar novos patamares, por meio da sua curricularização e se tornar um campo fértil para inovar socialmente e gerar a inclusão social.

Biografia do autor

Fabiana de Agapito Kangerski, Instituto Federal de Santa Catarina

Mestre em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Docente do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Garopaba, SC, Brasil.

Márcia Prim, Faculdade de Tecnologia Aerotd

Doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Docente da Faculdade de Tecnologia Aerotd, Florianópolis, SC, Brasil.

Andreia de Bem Machado, Instituto Federal de Santa Catarina

Doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Docente do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Gertrudes Aparecida Dandolini , Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC, Brasil.

Docente da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Publicado

10/03/2022

Como citar

de Agapito Kangerski, F. ., Prim, M. ., de Bem Machado, A. ., & Aparecida Dandolini , G. . (2022). A curricularização da extensão como oportunidade para promoção da inovação social e inclusão social. Inclusão Social, 14(1). Recuperado de https://revista.ibict.br/inclusao/article/view/5891