Competência em informação na aprendizagem on-line: estudo em um curso de tutoria a distância

César Augusto Galvão Fernandes Conde, Dalila Gimenes da Cruz, Linete Bartalo

Resumo


É necessário averiguar a competência em informação para enfrentar um dos principais desafios da educação contemporânea: conceber programas de formação continuada, centrados no aluno e que contribuam para a expansão da competência em informação como condição fundamental para a efetividade da aprendizagem. Na educação a distância (EaD), a autonomia para aprender é fundamental, e a competência em informação contribui para maior capacidade de reflexão, acesso, avaliação e uso da informação para estruturação de novos conhecimentos. Há muito a avançar na modalidade EaD, pois as pessoas precisam aprender a lidar mais efetivamente com o grande número de informações disponíveis por meio das tecnologias de informação. O objetivo desta pesquisa foi analisar a competência em informação de estudantes do curso de Tutoria a Distância no tocante ao acesso, avaliação e uso da informação para aprendizagem. A pesquisa contou com 113 participantes da 5ª turma do curso, ofertado na modalidade on-line pelo Núcleo de Educação a Distância da Universidade Estadual de Londrina. Para a coleta dos dados, foi aplicado questionário eletrônico em escala Likert. Os resultados, expressos em médias, mensuraram a frequência de comportamentos dos alunos com relação ao acesso, avaliação e uso da informação para a aprendizagem e demonstraram propensão à consulta em fontes digitais. O estudo pode contribuir para a reflexão acerca dos temas relativos à educação a distância e à compreensão da influência da competência em informação para o maior êxito no aproveitamento da aprendizagem on-line.

Palavras-chave


Comportamento informacional; Competência em informação; Educação a distância; Aprendizagem on-line

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION. Presidential Committee on Information Literacy: final report. Chicago: ALA, 1989. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2018.

______. Framework for information literacy for higher education. Chicago: ALA, 2015. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2018.

BARTALO, L.; DI CHIARA, I.G.; CONTANI, M.L. Competência informacional: suas múltiplas relações. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, n.24, 2011, Maceió. Anais... Maceió: UFAL, 2011.

BARTALO, L. et al. Comportamento e competência informacionais da comunidade discente na Universidade Estadual de Londrina In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 14., 2013, Florianópolis. Anais Eletrônicos... Florianópolis: UFSC, 2013. Disponível em: . Acesso em: 01 jun. 2018.

BOCHNIA, B.A.; ALCARÁ, A.R. Competência digital: conceitos, características e modelos. In: SIMEÃO, E.L.M.S.; BELLUZZO, R.C.B. Competência em informação: teoria e práxis. Brasília: Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, 2015, p. 369-386. Disponível em: . Acesso em: 13 maio 2018.

CHOO, C.W. Como ficamos sabendo: um modelo de uso da informação. In: ______. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Ed. SENAC São Paulo, 2006. c. 2, p. 63-120.

DAVENPORT, T.H. Cultura e comportamento em relação à informação. In: ______. Ecologia da informação: por que só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. São Paulo: Futura, 1998. c. 6, p. 109-139.

DUDZIAK, E.A. Bibliotecário como agente multiplicador da competência informacional e midiática. In: BELLUZZO, R.C.B.; FERES, G.G. Competência em informação: de reflexões às lições aprendidas. São Paulo: FEBAB, 2013, c. 7, p. 209-224. Disponível em: . Acesso em: 15 maio 2018.

ESHET-ALKALAI, Y. Digital literacy: a conceptual framework for survival skills in the digital era. Journal of Educational Multimedia and Hypermedia, Charlottesville, v. 13, n. 1, p. 93-107, 2004.

FLEURY, M.T.L.; FLEURY, A. Construindo o conceito da competência. Rev. adm. contemp., Curitiba, vol. 5, no.spe, p.183-196, 2001. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2018.

GARCEZ, E.M.S.; RADOS, G.J.V. Necessidades e expectativas dos usuários na educação a distância: estudo preliminar junto ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal de Santa Catarina. Ciência da Informação, Brasília, v. 31, n. 1, p. 13-26, jan./abr. 2002. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2018.

GASQUE, K.C.G.D. Arcabouço do Letramento Informacional e contexto educacional. In: ______. Letramento Informacional: pesquisa, reflexão e aprendizagem. Brasília: Faculdade de Ciência da Informação / Universidade de Brasília, 2012. cap. 1, p. 25 – 53. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2018.

GASQUE, K.C.G.D.; COSTA, S.M. de S. Comportamento dos professores da educação básica na busca da informação para formação continuada. Ciência da Informação, Brasília, v. 32, n. 3, p. 54-61, set./dez. 2003. Disponível em: . Acesso em: 01 jun. 2018.

______. Evolução teórico-metodológica dos estudos de comportamento informacional de usuários. Ciência da Informação, Brasília, v. 39, n. 1, p. 21-32, jan./abr. 2010. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2018.

GONZALEZ, M.; POHLMANN FILHO, O.; BORGES, K.S. Informação digital no ensino presencial e no ensino a distância. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 2, p. 101-111, maio/ago. 2001. Disponível em: . Acesso em: 01 jun. 2018.

KEARSLEY, G. Educação on-line: aprendendo e ensinando. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

LOUREIRO, A.; ROCHA, D. Literacia digital e literacia da informação: competências de uma era digital. In: II Congresso Internacional TIC e Educação, 2012. Anais... Disponível em: . Acesso em: 04 jun 2018.

LOURENÇO, R.F.; TOMAÉL, M.I. Mídias locativas, wikicidade e cibercidade: uma relação entre sociedade, informação e cidade. In: VALENTIM, M.L.P.; OLIVEIRA, C.L. de; MIRANDA, A. Gestão da Informação, comunicação e tecnologia. Brasilia: Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, 2015, c. 23, p. 341-357. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2018.

LOPES, C.E. Uma proposta de definição de comportamento no behaviorismo radical. Revista brasileira de terapia comportamental e cognitiva, São Paulo, v. 10, n. 1, p. 1-13, jun. 2008. Disponível em . Acesso em: 17 abr. 2018.

MANIFESTO IFLA/UNESCO sobre bibliotecas públicas. 1994. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2018.

OTTONICAR, S.L.C. et al. Competência em informação e a competência midiática sob o enfoque da liberdade de expressão. In: SIMEÃO, E.L.M.S.; BELLUZZO, R.C.B. Competência em informação: teoria e práxis. Brasília: Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, 2015. p. 57-72.

PALLOFF, R.M.; PRATT, K. O aluno virtual: um guia para trabalhar com estudantes on-line. Porto Alegre: Artmed, 2004. 216 p.

PETTIGREW, K.E.; FIDEL, R.; BRUCE, H. Conceptual frameworks in information behavior. Annual Review of Information Science and Technology, v. 35, p. 43-78, 2001. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2018.

POZO, J.I. A sociedade da aprendizagem e o desafio de converter informação em conhecimento. p. 34-36. Disponível em: . Acesso em: 07 jun. 2018.

SETZER, V.W. Dado, informação, conhecimento e competência. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, n. zero, dez. 1999.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2018.

VARELA, A.; BARBOSA, M.L.A. Trajetórias cognitivas subjacentes ao processo de busca e uso da informação: fundamentos e transversalidades. Enc. Bibli: R. Eletr. Bib. Ci. Inf., Florianópolis, v. 17, n. esp. 1, p.142-168, 2012. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2018.

WILSON, T.D. Models in information behaviour research. Journal of Documentation, v. 55, n. 3, June 1999, p. 249-270. Disponível em: . Acesso em: 4 jun. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 César Augusto Galvão Fernandes Conde, Dalila Gimenes da Cruz, Linete Bartalo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.