A influência do acesso aberto nas citações e nas métricas alternativas: o caso do ISCTE-IUL

António Luís Lopes

Resumo


A bandeira da ciência aberta assenta no princípio de toda e qualquer investigação científica estar disponível e acessível ao mundo inteiro, independentemente da condição social ou económica do indivíduo a que ela pretende aceder. Nesse sentido, e intuitivamente, seria de esperar que o facto de determinada produção científica estar em acesso aberto contribuiria para aumentar o impacto da mesma, nomeadamente ao nível do número de citações que viesse a obter. Os estudos realizados a este nível não chegam a um consenso, sendo que alguns apontam o acesso aberto como um fator que influencia o número de citações e havendo outros que dizem especificamente o contrário. Nesta publicação é exposto o caso do ISCTE-IUL, uma Universidade pública em Lisboa, Portugal, onde é testada a influência do acesso aberto no impacto da divulgação das produções científicas dos investigadores. Conclui-se que, por um lado, apesar da influência do acesso aberto no número de citações existir, esta é muito ténue face a outros fatores como o impacto da própria revista onde se publica. Por outro lado, conclui-se também que a influência do acesso aberto é mais evidente nas métricas alternativas, como as referências em redes sociais que um artigo tem.


Texto completo:

PDF

Referências


CRAIG, I.D.; PLUME, A.M.; MCVEIGH, M.E.; PRINGLE, J.; AMIN, M. Do open access articles have greater citation impact?: a critical review of the literature. Journal of Informetrics, 1(3), 2007. pp.239-248.

DAVIS, P.M. Open access, readership, citations: a randomized controlled trial of scientific journal publishing. The FASEB Journal, 25(7), 2011. pp.2129-2134.

CHUA, S.K.; QURESHI, A.M.; KRISHNAN, V.; PAI, D.R.; KAMAL, L.B.; GUNASEGARAN, S.; AFZAL, M.Z.; AMBAWATTA, L.; GAN, J.Y.; KEW, P.Y.; WINN, T. The impact factor of an open access journal does not contribute to an article’s citations. F1000Research, 6, 2017.

ANTELMAN, K. Do open-access articles have a greater research impact? College & research libraries, 65(5), 2004. pp.372-382.

EYSENBACH, G. Citation advantage of open access articles. PLoS biology, 4(5), 2006. p.e157.

WANG, X.; LIU, C.; MAO, W.; FANG, Z. The open access advantage considering citation, article usage and social media attention. Scientometrics, 103(2), 2015. pp.555-564.

LOPES, A.L. Integrating a local CRIS with the PTCRIS synchronization ecosystem, Procedia Computer Science, 146, Elsevier, 2019. pp. 166-172


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 António Luís Lopes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.