Data Mining como estratégia para a composição dos catálogos de periódicos open access no IFAM

Layde Dayelle dos Santos Queiroz, Davilla Vieira Odizio da Silva, Priscila Pessoa Simões

Resumo


No que diz respeito aos elevados valores das assinaturas de periódicos, itens fundamentais nas avaliações de cursos de nível superior realizadas pelo INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, por meio do Ministério da Educação no Brasil, os serviços oferecidos pelas bibliotecas universitárias brasileiras podem ser adaptados de forma que alternativas garantam a oferta deste serviço, como a elaboração de catálogos de periódicos de acesso aberto. A infraestrutura oferecida pelas Instituições de Ensino Superior no Brasil é objeto de avaliação, responsável por 40% da nota obtida. As bibliotecas estão inseridas neste contexto e, diante do resultado obtido, os cursos ofertados podem ser autorizados, renovados, reconhecidos ou ter sua oferta encerrada. A existência da bibliografia e periódicos no acervo é fator decisivo, onde o conceito máximo (nota 5) depende de uma análise dos avaliadores acerca das condições encontradas na instituição no momento da visita. A partir da percepção da necessidade de oferecer ferramentas de pesquisa confiáveis para a produção de novos conhecimentos no âmbito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - IFAM desenvolveu-se no Campus Manaus Centro catálogos que reúnem revistas científicas voltadas para todos os cursos de nível superior ofertados pelo Campus, inclusive a Pós-graduação. A escolha das revistas baseou-se na técnica de data mining, usando métodos estatísticos para a seleção, exploração e modelagem de dados, conforme Witten e Frank (2000), que definem esse processo como obtenção de informações implícitas e potencialmente úteis que podem ser extraídas de grandes bases de dados, trazendo vantagem competitiva. Analisando os temas de Trabalhos de Conclusão de Curso produzidos no Campus e leitura das ementas dos cursos foi possível identificar dados relevantes que nortearam quais periódicos de acesso aberto supririam as necessidades informacionais dos usuários. Os catálogos elencam título, resumo e link. Após divulgação em treinamentos de usuários, página institucional, redes sociais e comunicação informal, os mesmos passaram a ser utilizados em outros dois Campi do IFAM, nas cidades de Lábrea e Tefé, as quais ficam a 853km e 522km, respectivamente, distantes da capital do Amazonas, Manaus. Desta forma, a comunidade acadêmica obteve acesso a fontes de informação confiáveis, contribuindo positivamente com pesquisadores que se encontram distantes de centros urbanos e carecem de fontes de informação, dadas as limitações geográficas que os mantém, por muitas vezes, distantes dos grandes centros de pesquisa.  As notas obtidas nas avaliações realizadas após o lançamento dos catálogos alcançaram o conceito mais alto no item Periódicos, tornando possível compreender que a utilização das técnicas de data mining, aliadas ao conhecimento técnico do bibliotecário e as necessidades informacionais dos usuários das bibliotecas e centros de documentação, agrega valor aos produtos gerados, uma vez que a utilização dos recursos disponíveis em acesso aberto para a ampla divulgação da ciência oferece suporte à boas práticas em instituições. Muitas das informações que circulam nas instituições podem ser utilizadas como indicadores para melhorias na oferta de produtos e serviços, proporcionando a oportunidade de geração de conhecimento que pode melhorar a realidade onde o usuário se encontra.

Palavras-chave


Periódicos de acesso aberto. Divulgação científica. Mineração de Dados.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Layde Dayelle dos Santos Queiroz, Davilla Vieira Odizio da Silva, Priscila Pessoa Simões

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.