INDICADORES PARA AVALIAÇÃO DA VISIBILIDADE DAS PATENTES EM UNIVERSIDADES FEDERAIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21728/p2p.2024v10n2e-6707

Palavras-chave:

Patentes, Indicadores científicos e tecnológicos, Visibilidade

Resumo

Cada vez mais, as universidades estão contribuindo para o desenvolvimento tecnológico, devido à alta produção de patentes. Pesquisadores utilizam indicadores relacionados a dinâmica de patentes como um meio de avaliar o processo inovativo nas universidades, porém os instrumentos até então, não sinalizam a divulgação das mesmas. Face ao exposto, este artigo tem como objetivo elaborar e validar um modelo, para avaliação da visibilidade das patentes universitárias, baseado em um conjunto de indicadores. Para essa finalidade, o modelo foi constituído, inicialmente pela definição preliminar dos indicadores e a classificação dos mesmos de acordo com a abrangência, na segunda etapa se deu pela avaliação, por meio do método Fuzzy Delphi, a fim de determinar quais indicadores deveriam permanecer. Após a validação, o modelo final ficou composto por 14 indicadores, categorizados em 3 dimensões. Espera-se que com o modelo proposto, a aplicação do mesmo possa contribuir para que haja mais divulgação das patentes universitárias a fim de alcançar mais visibilidade, bem como ampliar as transferências de tecnologias.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Francisco Valdivino Rocha Lima, Instituto Federal do Piauí

    Doutorado e mestrado em Ciência da Propriedade Intelectual pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Graduação em Administração pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Professor do Instituto Federal do Piauí (IFPI). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (PROFNIT).

  • João Antonio Belmino dos Santos, Universidade Federal de Sergipe

    Doutorado em Engenharia de Processos pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Professor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência da Propriedade Intelectual da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Referências

AGÊNCIA USP DE INOVAÇÃO. Tutorial de bases de patentes. 4. ed., 216.

Disponível em: http://www.inovacao.usp.br/. Acesso em 08 jun. 2023.

ALMEIDA, R. L.; MARICATO, J. M. A produção científica sobre indicadores de inovação em universidades e suas contribuições teóricas: uma revisão sistemática na base Scopus. Informação & Informação, v. 27, n. 2, p. 169-197, 2022.

BUENO, A, ; TORKIMIAN, A. L. V. Índices de licenciamento e de comercialização de tecnologias para núcleos de inovação tecnológica baseados em boas práticas internacionais. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 23, n. 51, p. 95-107, 2018. Disponível em: https://www.redalyc.org/journal/147/14753783008/html/. Acesso e: 30 maio 2023. DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2018v23n51p95

CAVIGGIOLI, F. et al. The impact of university patenting on the technological specialization of European regions: a technology-level analysis. Technological Forecasting and Social Change, v. 188, p. 122216, 2023. Disponível em: https://reader.elsevier.com/. Acesso em: 18 maio. 2023. DOI: https://doi.org/10.1016/j.techfore.2022.122216

CHANG, A. Y.; CHENG, Y. T. Analysis model of the sustainability development of manufacturing small and medium- sized enterprises in Taiwan. Journal of Cleaner Production, v. 207, n. 64, p. 458–473, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2018.10.025

CONCEIÇÃO, V. A. S.; CHAGAS, A. M. O pesquisador e a divulgação científica em contexto de cibercultura e inteligência artificial. Acta Scientiarum. Educ., v. 42, e52879, 2020. DOI: https://doi.org/10.4025/actascieduc.v42i1.52879

DIAS, C. C.; DIAS, R. G.; ANNA, J. S. Potencialidade das redes sociais e dos recursos imagéticos para a divulgação científica em periódicos da área de ciência da informação. Biblos: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, Rio Grande v. 34, n. 01, jan./jun. 2020. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/. Acesso em: 08 jun. 2023. DOI: https://doi.org/10.14295/biblos.v34i1.11241

FERREIRA, M.C.Z.; TEIXEIRA, C.S.; FLÔR, C.S. A disseminação da cultura de inovação e o desenvolvimento dos Núcleos de Inovação Tecnológica nas ICTs de Santa Catarina. In: CONFERÊNCIA ANPROTEC DE EMPREENDEDORISMO E AMBIENTES DE INOVAÇÃO, 26., 2016, Fortaleza. Anais [...]. Fortaleza: Anprotec, 2016.

FERREIRA, V. A.; AGNER, L. Divulgação científica e astronomia amadora na era da convergência de mídias digitais: uma abordagem da experiência do usuário. Atualidade científica: coletânea da comunicação I. Rio de Janeiro: Facha Ed, 2019. DOI: https://doi.org/10.22533/at.ed.9871926116

FICHT, N. et al. Universidades brasileiras e seus repositórios institucionais. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 15, 2019. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1343/1179. Acesso em: 08 jun. 2023.

FISCHER, B. B.; SCHAEFFER, P. R.; VONORTAS, N. S. Evolution of university-industry collaboration in Brazil from a technology upgrading perspective. Technological forecasting and social change, v. 145, p. 330-340, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.techfore.2018.05.001

GAZZETTA, A. G. C.; KATO-CRUZ, E. M.; ENDO, G. Y. Cooperação universidade-empresa: revisão sistemática integrativa em periódicos nacionais de 2009 a 2020. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 6, n. 18, p. 20, dez. 2020. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/314>. Acesso em: 01 jun. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v6i18p20-35.

GHAZALI, Z; LIM, MRT; JAMAK, ASA. Maintenance performance improvement analysis using Fuzzy Delphi method A case of an international lube blending plant in Malaysia. Journal Of Quality In Maintenance Engineering, v. 25, p. 162-180, 2019. DOI: https://doi.org/10.1108/JQME-11-2016-0058

HAYASHI, M. C. P. I.; GUIMARÃES, V. A. L. A comunicação da ciência em eventos científicos na visão de pesquisadores. Revista Em Questão. Porto Alegre, v. 22, n. 3, p.161-183, set/dez. 2016. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/. Acesso em: 08 jun. 2023. DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245223.161-183

HENNERICH, J. E.; DIAS, L. C.; STRASSBURGER, N. C.; SIGNOR, A. O papel da universidade no desenvolvimento tecnológico/ The role of the university in technological development. Brazilian Journal of Development, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 9556–9569, 2020. DOI: 10.34117/bjdv6n2-315. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/7221. Acesso em: 18 maio. 2023. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-315

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IBICT). Repositórios digitais. Disponível em:http://www.ibict.br/informacao-para-apesquisa/repositorios-digitais. Acesso em: 08 jun. 2023.

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL (INPI). Classificação de patentes, 2015. Disponível em: https://www.gov.br/inpi/pt-br/. Acesso em: 23 maio 2023

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL (INPI). Proteger patente no exterior, 2015. Disponível em: https://www.gov.br/inpi/pt-br/. Acesso em: 23 maio 2023

JÜRGENS, B.; HERRERO-SOLANA, V. Patent bibliometrics and its use for technology watch. Journal of intelligence studies in business, v. 7, n. 2, p. 17-26, 2017. Disponível em: https://www.researchgate.net/. Acesso em: 23 maio 2023. DOI: https://doi.org/10.37380/jisib.v7i2.236

LANZARIN, M. O. R.; SANTOS, G. D. AVALIAÇÃO DOS SITES UNIVERSITÁRIOS COMO MEIO DE INTERAÇÃO COM A SOCIEDADE . Anais do Simpósio Latino-Americano de Estudos de Desenvolvimento Regional, IJUÍ - RS - BRASIL, v. 2, n. 1, 2021. Disponível em: https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/slaedr/article/view/21235. Acesso em: 8 jun. 2023.

LEAL, F. G.; STALLIVIERI, L.; MORAES, M. C. B. Indicadores de internacionalização: o que os Rankings Acadêmicos medem?. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 52–73, 2018. DOI: 10.22348/riesup.v4i1.8650638. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8650638. Acesso em: 22 maio. 2023. DOI: https://doi.org/10.22348/riesup.v4i1.8650638

LEITE, F. et al. Boas práticas para a construção de repositórios institucionais da produção científica. Brasília: Ibict, 2012. Disponível em: https://livroaberto.ibict.br/. Acesso em: 08 jun. 2023.

MACEDO, M. T. Proposta de um aplicativo inovador para dinamizar a divulgação científica e tecnológica no ambiente universitário: o caso da Universidade Federal do Tocantins (UFT). 2021. Dissertação (Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação) - Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação, Universidade Federal de Tocantins, Palmas, 2021. Disponível em: http://repositorio.uft.edu.br/handle/11612/2709. Acesso em: 25 mar. 2023.

MADEU, F. C. B.; PELLANDA, P. C.; PASSOS, A. C. Prospecção tecnológica utilizando análise de patentes e o método AHP. Revista Militar de Ciência e Tecnologia, v. 38, n. 1, p. 14-30, 2021.

MAERO, M. Formulation of patent indexes to support innovative project development, 2018. Tese de mestrado. Disponível em: https://www.politesi.polimi.it/handle/10589/139962?mode=complete. Acesso em: 15 maio 2023

MÉNDEZ-MORALES, A.; OCHOA-URREGO, R.; RANDHIR, T. O. Measuring the quality of patents among Latin-American universities. Studies in Higher Education, v. 47, n. 11, p. 2174-2189, 2022. DOI: https://doi.org/10.1080/03075079.2021.2020749

NSANZUMUHIRE, S. U.; GROOT, W. Context perspective on University-Industry Collaboration processes: A systematic review of literature. Journal of cleaner production, v. 258, p. 120861, 2020. Disponível em: https://www-sciencedirect.ez20.periodicos.capes.gov.br/science/article/pii/S0959652620309082. Acesso em: 31 maio 2023. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2020.120861

SAHEB, T.; SAHEB, T. Understanding the development trends of big data technologies: an analysis of patents and the cited scholarly works. Journal of Big Data, v. 7, n. 1, p. 1-26, 2020. DOI: https://doi.org/10.1186/s40537-020-00287-9

ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT (OECD). Patent statistics manual, 2009.

ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT (OECD). Frascati manual 2015: guidelines for collecting and reporting data on research and experimental development. Paris: OECD Publishing, 2015.

OLIVEIRA, E. F. T. Estudos métricos da informação no Brasil: indicadores de produção, colaboração, impacto e visibilidade. Editora UNESP, 2018.

PACKER, A. L.; MENEGHINI, R. Visibilidade da produção científica. In: POBLACIÓN, D. A.; WITTER, G. P.; SILVA, J. F. M. (Org.). Comunicação & produção científica: contexto, indicadores e avaliação. São Paulo: Angellara, 2006. p. 235-259.

QUERO, M. J. et al. Co-patenting, co-ownership, and co-ideation as drivers for university business innovation: the case of public universities in Spain. The TQM Journal, v. 34, n. 7, p. 115-133, 2022. Disponível em: https://www-emerald.ez20.periodicos.capes.gov.br/insight/content/doi/10.1108/TQM-03-2022-0087/full/html. Acesso em: 31 maio 2023.

RUIZ, S. M. A.; MARTENS, C. D. P. Universidade Empreendedora: proposição de modelo teórico. Desenvolvimento em Questão, [S. l.], v. 17, n. 48, p. 121–138, 2019. DOI: 10.21527/2237-6453.2019.48.121-138. Disponível em: https://revistas.unijui.edu.br/index.php/desenvolvimentoemquestao/article/view/8249. Acesso em: 1 jun. 2023. DOI: https://doi.org/10.21527/2237-6453.2019.48.121-138

SANTOS, A. M.; LUCAS, M. C.; GONÇALO, C. R.. VITRINES TECNOLÓGICAS VIRTUAIS COMO ELEMENTO DE APOIO A TRANSFERÊNCIA E COMERCIALIZAÇÃO DE INOVAÇÕES EM UNIVERSIDADES BRASILEIRAS. In: V ENPI, Encontro Nacional de Propriedade Intelectual. 2019.

SANTOS, F. B.; ALVES, T. M.; QUEIROZ, D. G. C.; BRANDÃO, F. G.; GABRIEL JUNIOR, R. F.; MOURA, A. M. M. de. Inovação tecnológica da UFRGS: uma análise da colaboração identificada nas patentes indexadas na base Orbit. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 92-114, 2019. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v10i2p92-114. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/156038. Acesso em: 31 maio. 2023. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v10i2p92-114

SECUNDO, G.et al. An Intellectual Capital framework to measure universities' third mission activities. Technological Forecasting and Social Change, v. 123, p. 229-239, 2017. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/. Acesso em: 13 jun. 2023. DOI: https://doi.org/10.1016/j.techfore.2016.12.013

SILVA, E. G.; COLETTA, T. G.; LAROCCA, Ana Paula Camargo. Guia de fontes de informação para startups. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 17, p. 1-11, 2019. Disponível em: https://brapci.inf.br/. Acesso em: 08 jun. 2023. DOI: https://doi.org/10.20396/rdbci.v17i0.8654715

SILVA, E.; VALENTIM, M. L. P.; GONZÁLEZ, M. La M.. Avaliação de indicadores de ciência, tecnologia e inovação do Brasil e da Espanha: estudo comparativo. Em Questão, Porto Alegre, v. 26, n. 2, p.83- 105, maio/ago. 2020. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/90267. Acesso em: 20 jun. 2023. DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245262.83-105

STEFANO, N. M.; CASAROTO FILHO, N.; FREITAS, M. C. D. Proposta de um instrumento de pesquisa para avaliar a gestão de periódicos científicos: utilizando o método fuzzy Delphi. Iberoamerican Journal of Project Management (IJoPM), v. 5, n. 2, p. 39-69, 2014.

TREVISOL, M. G.; FÁVERO, A. A. As diversas faces da internacionalização: análise comparativa entre duas instituições comunitárias do sul do Brasil. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 5, p. e019026, 2019. DOI: 10.20396/riesup.v5i0.8653894. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8653894. Acesso em: 01 jun. 2023. DOI: https://doi.org/10.20396/riesup.v5i0.8653894

Downloads

Publicado

02/05/2024

Como Citar

VASCONCELOS, Jandira; LIMA, Francisco Valdivino Rocha; SANTOS, João Antonio Belmino dos. INDICADORES PARA AVALIAÇÃO DA VISIBILIDADE DAS PATENTES EM UNIVERSIDADES FEDERAIS. P2P E INOVAÇÃO, Rio de Janeiro, RJ, v. 10, n. 2, p. e-6707, 2024. DOI: 10.21728/p2p.2024v10n2e-6707. Disponível em: https://revista.ibict.br/p2p/article/view/6707.. Acesso em: 25 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 95

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.