EDUCAÇÃO AMBIENTAL

análise qualitativa, prospectiva e comparativa das Instituições de Educação Profissional e Técnica da Bahia e de Santa Catarina

Autores

  • Giovanna Sampaio UFS - PPGPI - DOUTORANDA
  • João Antonio Belmino dos Santos UFS - PPGPI

DOI:

https://doi.org/10.21728/p2p.2024v10n2e-6806

Palavras-chave:

tecnologias patentárias; educação profissional e tecnológica (EPT); educação ambiental.

Resumo

O tema problematizado nesta pesquisa refere-se a saber de que forma as patentes das instituições EPTs dos estados de Santa Catarina (SC) e Bahia (BA) conseguem refletir ações de educação ambiental (EA), sendo uma das alternativas indicativas da EA nos institutos públicos que retratam, portanto, a importância do seu fortalecimento em prol da conscientização ambiental dos indivíduos. Assim, o objetivo geral deste trabalho foi analisar o panorama da Educação ambiental nas instituições públicas do tipo EPTs em SC e BA considerando também a avaliação das suas patentes depositadas. Os procedimentos metodológicos utilizados foram do tipo qualitativo eminentemente, avaliando finalmente o impacto das Instituições EPTs na inovação e sustentabilidade no âmbito da educação ambiental, resultando numa comparação entre os Estados federativos escolhidos, SC e BA.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • João Antonio Belmino dos Santos , UFS - PPGPI

    Professor do PPGPI, UFS

Referências

AZEVEDO, Rosa; GHEDIN, Evandro. Questões sociocientíficas com enfoque CTS na formação de professores de ciências. Revista de educação em ciências e matemáticas, vol. 9, no 18, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/2025/2380 . Acesso em: 13 mar. 2022.

BARBIERI, José Carlos; SILVA, Dirceu. Desenvolvimento sustentável e educação ambiental: uma trajetória comum com muitos desafios. Revista de Administração Mackenzie, Ram, São Paulo, v. 12, n. 3, p.51-82, jun. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1678-9712011000300004&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: 9 jul. 2022.

BRASIL. Lei no. 9.279, de 14 de maio de 1996. Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial. Disponível em: L9279 (planalto.gov.br) . Acesso em: 28 jul. 2023.

BRASIL. Lei no. 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a rede federal de educação profissional, científica e tecnológica, cria os institutos federais de educação, ciência e tecnologia, e dá outras providências. Disponível em: L11892 (planalto.gov.br) . Acesso em: 28 jul. 2023.

IFBA. Patentes. Disponível em: https://portal.ifba.edu.br/prpgi/menu-departamentos/departamento-de-inovacao-2/patente . Acesso em: 25 jul. 2023.

IFBAIANO. Vitrine tecnológica. Disponível em: https://ifbaiano.edu.br/portal/nucleo-inovacao-tecnologica/galeria/ . Acesso em: 12 out. 2022.

IFSC. Trajetórias de educação profissional e tecnológica. Disponível em: https://www.ifsc.edu.br/documents/30701/523474/MINTER_volume1.pdf/25076849-79d7-9c87-7dab-18d31c18dc43 . Acesso em: 12 mar. 2022.

IFSC. Vitrine tecnológica. Disponível em: https://www.ifsc.edu.br/vitrine-tecnologica . Acesso em: 16 mar. 2022.

JACOBI, Pedro. Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, n. 118, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100- 15742003000100008 . Acesso em: 03 nov. 2020.

LIMA, Amanda; MARTINS, Isabel. As interfaces entre a abordagem CTS e as questões sociocientíficas nas pesquisas em educação em ciências. Disponível em: http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/ixenpec/atas/resumos/R0173-1.pdf . Acesso em: 10 mar. 2022.

​​

LOUREIRO, Solange; PACHECO JR, Waldemar; PEREIRA, Vera Lúcia Duarte. A sustentabilidade no contexto da Educação profissional e tecnológica: implicações para o currículo. Revista Técnico Científica do IFSC, vol. 1, no 6, 2018. Disponível em: https://periodicos.ifsc.edu.br/index.php/rtc/article/view/1383 . Acesso em: 17 mar. 2022.

LOUREIRO, Carlos Frederico B. et al. Contribuições da teoria marxista para a educação ambiental crítica. Cadernos Cedes, Campinas, v. 29, n. 77, p.81-97, abr. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622009000100006>. Acesso em: 11 jul. 2022.

LOUREIRO, Carlos Frederico B. Trajetória e fundamentos da educação ambiental.4. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2012. 168 p.

MARQUES. Breve análise dos requisitos substanciais da patenteabilidade: novidade, atividade inventiva e aplicação industrial. PIDCC, ano IV, vol. 09, no. 03, 2015. Disponível em: 06102015.pdf (pidcc.com.br) . Acesso em: 28 jul. 2023.

MASSINE, M.C.L. Sustentabilidade e Educação Ambiental –Considerações acerca da política nacional de educação ambiental –A Conscientização ecológica em foco. Anais do XIX Encontro Nacional do CONPEDI, Fortaleza –CE, 2010.

MOREIRA, Antonio Carlos. Educação Ambiental na Escola: O que fazer? Uma Perspectiva Sócio –Espacial. São Miguel do Oeste: MCLEE: 2002. 101 p.

NUNES, Nei Antonio; BANHAL, Alberto Essondon. A educação ambiental como caminho para o desenvolvimento sustentável. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, v. 8, n. 1, p. 1547-1570, 2022.

REIS, Vanessa Ribeiro. Educação ambiental na formação docente: análise das propostas curriculares dos cursos de pedagogia da Universidade do Estado da Bahia, UNEB. 2017. 119 fl. Dissertação (Mestrado em Educação e Contemporaneidade) - Universidade do Estado da Bahia, Salvador, 2017. Disponível em: http://www.saberaberto.uneb.br/handle/20.500.11896/573 . Acesso em: 12 nov. 2021.

REIS, Sebastiana Lindaura de Arruda; BELLINI, Luzia Marta. Representações sociais como teoria e instrumento metodológico para a pesquisa em educação ambiental. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 21, n. 1, p.276-294, 2013. Disponível em: <https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/view/1440/2920>. Acesso em: 11 jul. 2022.

RIBEIRO, Núbia Moura (org.). Série Prospecção Tecnológica. Coleção Profnit, Volume I, 2018. Disponível em:. Acesso em: 14 dez. 2021.

SANTOS; MORTIMER. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem CTS (Ciência - tecnologia - sociedade) no contexto da educação brasileira. Revista Ensaio, vol. 2, n 2, 2000. Disponível em: https://www.scielo.br/j/epec/a/QtH9SrxpZwXMwbpfpp5jqRL/?format=pdf&lang=pt . Acesso em: 22 nov. 2022.

TOZZONI-REIS; CAMPOS. Educação ambiental escolar, formação humana e formação de professores: articulações necessárias. Educ ver, 2014. Disponível em: SciELO - Brasil - Educação ambiental escolar, formação humana e formação de professores: articulações necessárias Educação ambiental escolar, formação humana e formação de professores: articulações necessárias . Acesso em: 29 jul. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-4060.38112

Downloads

Publicado

14/06/2024

Edição

Seção

Sustentabilidade

Como Citar

SAMPAIO, Giovanna; BELMINO DOS SANTOS , João Antonio. EDUCAÇÃO AMBIENTAL: análise qualitativa, prospectiva e comparativa das Instituições de Educação Profissional e Técnica da Bahia e de Santa Catarina. P2P E INOVAÇÃO, Rio de Janeiro, RJ, v. 10, n. 2, p. e-6806, 2024. DOI: 10.21728/p2p.2024v10n2e-6806. Disponível em: https://revista.ibict.br/p2p/article/view/6806.. Acesso em: 15 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 138

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)