Literaturas branca e cinzenta: uma revisão conceitual

  • Rafael Guimarães Botelho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ)
  • Cristina da Cruz de Oliveira Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Palavras-chave: literatura branca, literatura cinzenta, literatura convencional, literatura não convencional

Resumo

Este trabalho tem por objetivos revisar conceitualmente as expressões literatura branca e literatura cinzenta e descrever algumas de suas características. Para o desenvolvimento da pesquisa, foi realizada, entre os anos 1990 e 2012, uma revisão da literatura nacional e internacional. Igualmente, foram estabelecidos alguns critérios de busca e recuperação da informação, como o uso e a combinação das palavras-chave literatura branca e literatura cinzenta; utilização de operadores booleanos; uso de aspas nas expressões de busca; e supressão de palavras vazias. Foram recuperadas publicações em português, castelhano, inglês e italiano. Os resultados obtidos revelam uma multiplicidade de conceitos, sinônimos, equivalentes idiomáticos, características, além de vários tipos e exemplos de documentos que pertencem às categorias literatura branca e literatura cinzenta. Em síntese, a Internet, o desenvolvimento das Tecnologias da Informação e Comunicação e o consequente aperfeiçoamento dos mecanismos de armazenamento, busca e recuperação da informação darão novas formas de acesso às literaturas branca e cinzenta.

Biografia do Autor

Rafael Guimarães Botelho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ)

Doutor em Educación Física y Deporte: Didáctica y Desarrollo Profesional - Universidad Autónoma de Barcelona (UAB), España.

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

Cristina da Cruz de Oliveira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Chefe da Biblioteca de Educação e Humanidades B (CEH/B – Educação Física, Letras e Artes) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Diploma de Estudios Superiores Especializados en Biblioteconomía y Documentación – Universidad de Salamanca (2008), Espanha.

Bacharel em Biblioteconomia (1990), Universidade do Rio de Janeiro (UNIRIO), Brasil.

Publicado
26/06/2017
Como Citar
BotelhoR. G., & de OliveiraC. da C. (2017). Literaturas branca e cinzenta: uma revisão conceitual. Ciência Da Informação, 44(3). Recuperado de http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1804
Seção
Revisão de Literatura