Dos laboratórios experimentais à inovação cidadã | From experimental laboratories to citizen innovation

Felipe Fonseca

Resumo


RESUMO A imagem de laboratório cidadão tem sido utilizada para descrever um campo vasto de iniciativas que de fato compartilham características organizacionais, de repertório, aspirações e metodologias. As mesmas iniciativas também guardam entre si, entretanto, uma considerável diversidade, como resultado de diferentes processos de formação e consolidação. Neste texto, retrato um histórico relativamente recente - de mais de uma década - de projetos brasileiros que atuam em campos costumeiramente associados ao cenário que hoje vem sendo identificado com os laboratórios cidadãos. Para oferecer este panorama, faço uma compilação breve de trabalhos anteriores nos quais tratei da cultura digital brasileira, de laboratórios experimentais e de arranjos criativos em rede, em particular do ponto de vista das políticas públicas engendradas pelo Ministério da Cultura do Brasil. Este histórico sugere que parte considerável das iniciativas que hoje articulam um discurso de inovação cidadã no Brasil de hoje está na verdade enraizada em contextos socioculturais diversos e mais antigos. Reconhecer e dar visibilidade a esta bagagem só tem a contribuir para a relevância e a efetividade dos projetos de inovação cidadã, contrabalançando a relativa novidade desta nomenclatura. Aproveito ainda para trazer à tona novamente algumas recomendações anteriormente dirigidas à elaboração de políticas públicas de estímulo ao campo dos laboratórios experimentais, mas que podem também contribuir para estruturar o eventual fomento à inovação cidadã.

Palavras-chave: Laboratórios Experimentais; Inovação Cidadã; Políticas Públicas; Cultura Digital.

ABSTRACT The image of a citizen lab has been used to describe a vast and varied field of iniatives which in fact share organizational characteristics, as well as repertories, aspirations and methodologies. The same initiatives also maintain, nonetheless, considerable diversity, as a result of different processes of formation and consolidation. This arcle portrays the relatively recent history – of more than a decade – of Brazilian projects active in fields customarily associated with the scenario now usually belonging to citizen labs. To explore this panorama, I propose a brief compilation of previous work where I wrote about Brazilian digital culture, experimental labs and creative network arrangements, particularly from the point of view of public policies emanating from the Ministry of Culture. This historical overview suggests that a considerable part of the initiatives that now adopt the language of citizen innovation in Brazil has its roots in diverse, and older, sociocultural contexts. Recognizing and pointing out this heritage contributes to the relevance and effectiveness of citizen innovation projects, countering the relative novelty of this nomenclature. The article also brings up some recommendations previously directed to the elaboration of public policies of stimulus to the field of experimental laboratories, but which may also contribute to build eventual support for citizen innovation.

Keywords: Experimental Laboratories; Citizen Innovation; Public Policy; Digital Culture.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v13i1.3903

Apontamentos

  • Não há apontamentos.