MAPEAMENTO DA MATURIDADE E DA DEMANDA TECNOLÓGICA DA REGIÃO DO CARIRI

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21728/p2p.2023v9nesp.p171-187

Palavras-chave:

Inovação, Maturidade Tecnológica, Demanda Tecnológica, Região do Cariri

Resumo

A transferência de tecnologia de Instituições Científicas e Tecnológicas e de Inovação (ICTs) para o mercado é um tema que tem ganhado força e notoriedade no âmbito das publicações acadêmicas. Já existe um instrumento que tem sido muito utilizado para avaliar o nível de maturidade tecnológica dos projetos desenvolvidos pelas ICTs, que é a escala Technology Readiness Level (TRL). O objetivo dessa pesquisa é analisar o nível de maturidade tecnológica (TRL) dos projetos de instituições da Região do Cariri/CE. Foram mapeados 66 laboratórios de quatro instituições (UFCA, IFCE, URCA e UniFAP) e foi realizada a análise da TRL de 22 desses laboratórios. O tema desse trabalho é uma grande oportunidade de alavancar o crescimento das tecnologias desenvolvidas nas instituições do Cariri, pois há a possibilidade de realizar parcerias externas para continuidade dos projetos ou desenvolvimento de novas tecnologias.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. (2015). NBR 16290: Sistemas espaciais – definição dos níveis de maturidade da tecnologia (TRL) e de seus critérios de avaliação. Rio de Janeiro: ABNT. Norma Brasileira, 2015.

ACHARYA, Viral; XU, Zhaoxia. Financial dependence and innovation: The case of public versus private firms. Journal of Financial Economics, v. 124, n. 2, p. 223-243, 2017. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jfineco.2016.02.010

BATTERINK, M. H.; WUBBEN, E. F. M.; OMTA, S. W. F. Factors explaining the innovative output of firms in the Dutch agrifood industry. Anais… 7th International Conference on Management in AgriFood Chains and Networks, Ede, The Netherlands. 2006. DOI: https://doi.org/10.3920/JCNS2006.x063

BEZERRA, Willian Ramires Pires. Desenvolvimento de aplicativo de suporte a tomada de decisão na gestão da inovação resultante da combinação dos métodos Technology Readiness Level (TRL) e Demand Readiness Level (DRL): o estudo de caso Chesf. 2021. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pernambuco.

BOUCHIKHI, Hamid; KIMBERLY, John R. ‘It’s difficult to innovate’: the death of the tenured professor and the birth of the knowledge entrepreneur. Human relations, v. 54, n. 1, p. 77-84, 2001. DOI: https://doi.org/10.1177/0018726701541010

DAHLMAN, Carl J.; ROSS-LARSON, Bruce; WESTPHAL, Larry E. Managing technological development: lessons from the newly industrializing countries. World Development, v. 15, n. 6, p. 759-775, 1987. DOI: https://doi.org/10.1016/0305-750X(87)90058-1

DE NEGRI, Fernanda Organizadora; SQUEFF, Flávia de Holanda Schmidt Organizadora. Sistemas setoriais de inovação e infraestrutura de pesquisa no Brasil. Ipea. 2016.

European Union. Innovation Union Competitiveness report 2011. 2011. Recuperado em 21 de setembro, 2012 de http://ec.europa.eu/research/innovation-union/pdf/competitiveness-report/2011/iuc2011-full-report.pdf.

FORSMAN, Helena. Balancing capability building for radical and incremental innovations. International Journal of Innovation Management, v. 13, n. 04, p. 501-520, 2009. DOI: https://doi.org/10.1142/S1363919609002492

GIL, Antonio Carlos et al. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

GRILLI, Luca et al. Sowing the seeds of the future: Policies for financing tomorrow's innovations. Technological Forecasting and Social Change, v. 127, p. 1-7, 2018. DOI: https://doi.org/10.1016/j.techfore.2017.10.021

LIMA, Larisse Araújo et al. Desenvolvimento Tecnológico e a Maturidade das Pesquisas no Âmbito das Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica (ICT) no Brasil. Cadernos de Prospecção, v. 12, n. 1, p. 31-31, 2019. DOI: https://doi.org/10.9771/cp.v12i1.27248

HONG, Jin et al. Do government grants promote innovation efficiency in China's high-tech industries?. Technovation, v. 57, p. 4-13, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.technovation.2016.06.001

HOWELL, Sabrina T. Financing innovation: Evidence from R&D grants. American Economic Review, v. 107, n. 4, p. 1136-1164, 2017. DOI: https://doi.org/10.1257/aer.20150808

IPEADATA. Taxa de câmbio comercial para compra. 2020. Recuperado em 10 de novembro, 2020 de http://www.ipeadata.gov.br/ExibeSerie.aspx?serid=38590&module=M.

KATZ, Jorge M. (Ed.). Technology generation in Latin American manufacturing industries. Springer, 1987. DOI: https://doi.org/10.1007/978-1-349-07210-1

KEMP, Ron GM et al. Innovation and firm performance. Zoetermeer, The Netherlands: EIM, 2003.

KERR, William R.; NANDA, Ramana. Financing innovation. Annual Review of Financial Economics, v. 7, p. 445-462, 2015. DOI: https://doi.org/10.1146/annurev-financial-111914-041825

KLOMP, Luuk; VAN LEEUWEN, George. Linking innovation and firm performance: a new approach. International Journal of the Economics of Business, v. 8, n. 3, p. 343-364, 2001. DOI: https://doi.org/10.1080/13571510110079612

LAURSEN, Keld; SALTER, Ammon. Open for innovation: the role of openness in explaining innovation performance among UK manufacturing firms. Strategic Management Journal, v. 27, n. 2, p. 131-150, 2006. DOI: https://doi.org/10.1002/smj.507

LEIPONEN, Aija. Why do firms not collaborate? The role of competencies and technological regimes. Innovation and firm performance: Econometric explorations of survey data, p. 253-277, 2002. DOI: https://doi.org/10.1057/9780230595880_11

LIU, Ju; BASKARAN, Angathevar; LI, Shiming. Building technological-innovation-based strategic capabilities at firm level in China: a dynamic resource-based-view case study. Industry and Innovation, v. 16, n. 4-5, p. 411-434, 2009. DOI: https://doi.org/10.1080/13662710903053706

LIU, Hung-Yao; SUBRAMANIAN, Annapoornima M.; HANG, Chang-Chieh. Marrying the best of both worlds: an integrated framework for matching technology transfer sources and recipients. IEEE Transactions on Engineering Management, v. 67, n. 1, p. 70-80, 2018. DOI: https://doi.org/10.1109/TEM.2018.2858812

MANKINS, John C. Technology readiness and risk assessments: A new approach. Acta Astronautica, v. 65, n. 9-10, p. 1208-1215, 2009. DOI: https://doi.org/10.1016/j.actaastro.2009.03.059

MAZZUCATO, Mariana; SEMIENIUK, Gregor. Public financing of innovation: new questions. Oxford Review of Economic Policy, v. 33, n. 1, p. 24-48, 2017. DOI: https://doi.org/10.1093/oxrep/grw036

MORESI, Eduardo Amadeu Dutra; BARBOSA, Jair Alves; BRAGA FILHO, M. O. Modelos para analisar níveis de prontidão de inovação. Anais... Séptima Conferencia Iberoamericana de Complejidad, Informática y Cibernética-Cicic. 2017. p. 78-81.

NASA – NATIONAL AERONAUTICS AND SPACE ADMINISTRATION. Systems Engineering Handbook. 2007. Washington D.C.: [s.n.]. Recuperado em 17 de maio, 2018 de http://www.acq.osd.mil/se/docs/NASA-SP-2007-6105-Rev-1-Final-31Dec2007.pdf.

Nolte, W., Kennedy, B. C., & Dziegiel, R. J.. Technology readiness calculator. White Paper, v. 5, n. 1, 2004.

OZDEMIR, Halil I. et al. Supporting technology selection via portfolio readiness level and technology forecasting. Anais… Proceedings of the International Annual Conference of the American Society for Engineering Management. American Society for Engineering Management (ASEM), 2019. p. 1-9.

PATEL, Parimal; PAVITT, Keith. Uneven (and divergent) technological accumulation among advanced countries: evidence and a framework of explanation. Industrial and Corporate Change, v. 3, n. 3, p. 759-787, 1994. DOI: https://doi.org/10.1093/icc/3.3.759

PERSONS, Timothy M.; MACKIN, Michele. Technology readiness assessment guide: best Practices for Evaluating the Readiness of Technology for Use in Acquisition Programs and Projects. US Government Accountability Office Washington United States, 2020.

QUINTELLA, Cristina M. A revista Cadernos de Prospecção e os níveis de maturidade de tecnologias (TRL). Cadernos de Prospecção, v. 10, n. 1, p. 1-1, 2017. DOI: https://doi.org/10.9771/cp.v10i1.21864

Ribeiro, M. E.. O nível de prontidão tecnológica de propriedade industrial: uma proposta de software para enquadramento na escala TRL. Dissertação (Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2020.

Ribeiro, Núbia Moura. Prospecção tecnológica. v. 2. Salvador – BA: IFBA, 2019. Recuperado em 15 de novembro, 2021 de: https://www.profnit.org.br/wp-content/uploads/2019/02/PROFNIT-Serie-Prospeccao-Tecnologica-Volume-2.pdf.

Rodrigues, Márcia Carolina Araújo. Financiamento da inovação e mudança tecnológica: os impactos da subvenção econômica na maturidade tecnológica (TRL) de Projetos de PD&I. Dissertação (Mestrado Acadêmico) – Universidade Estadual do Ceará, Mestrado Acadêmico em Administração, Fortaleza, 2018.

SAMPSON, Rachelle C. R&D alliances and firm performance: The impact of technological diversity and alliance organization on innovation. Academy of Management Journal, v. 50, n. 2, p. 364-386, 2007. DOI: https://doi.org/10.5465/amj.2007.24634443

SANTOS, DAVID FERREIRA LOPES et al. A influência da inovação no desempenho financeiro de empresas brasileiras. Anais… Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais, São Paulo. São Paulo: SIMPOI, 2010.

Souza, S. M. O. D. A. Processo de gestão de riscos integrado a qualificação tecnológica em projetos de inovação. Dissertação (Mestrado em Gestão e Tecnologia Industrial) – Centro Universitário SENAI CIMATEC, Salvador, 2020.

Souza, M. M. Mapeamento do processo de Transferência de Tecnologia: aplicação na área de Biotecnologia da UFAM. Dissertação (Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação) – Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2021.

SOUZA, Sara Marques Oliveira; BEAL, Valter Estevão; MOTTA, Daniel da Silva. Risk Management Process In Innovation Projects. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 4, p. 36517-36533, 2021. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-219

TOMASCHEK, Katharina et al. A survey of technology readiness level users. Anais… INCOSE International Symposium. 2016. p. 2101-2117. DOI: https://doi.org/10.1002/j.2334-5837.2016.00283.x

Turchi, L.; Morais, J. M. Políticas de apoio à inovação tecnológica no Brasil: Avanços recentes, limitações e propostas de ações. 2017. Recuperado em 14 de abril, 2020 de: http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/livros/livros/171103_politicas_de_apoio_a_inovacao.pdf.

Valenti, W. C., & Bueno, G. W. Inovação e empreendedorismo nas universidades do século XXI. In: Valentini, S. R., & NOBRE, S. R. Universidade em Transformação. São Paulo, Editora UNESP. P. 283-304. 2020. Recuperado em 15 de novembro, 2021 de: https://www.researchgate.net/profile/Guilherme-Bueno-4/publication/349870281_INOVACAO_E_EMPREENDEDORISMO_NAS_UNIVERSIDADES_DO_SECULO_XXI/links/6045375092851c077f24271a/INOVACAO-E-EMPREENDEDORISMO-NAS-UNIVERSIDADES-DO-SECULO-XXI.pdf

Downloads

Publicado

05/06/2023

Edição

Seção

Inovação

Como Citar

LOPES JÚNIOR, Elias Pereira; LÔBO, Rodolfo Jakov Saraiva; SILVA, Hércules Pio da; SOUSA, Karoline Teixeira de. MAPEAMENTO DA MATURIDADE E DA DEMANDA TECNOLÓGICA DA REGIÃO DO CARIRI. P2P E INOVAÇÃO, Rio de Janeiro, RJ, v. 9, n. esp, p. 171–187, 2023. DOI: 10.21728/p2p.2023v9nesp.p171-187. Disponível em: https://revista.ibict.br/p2p/article/view/6329.. Acesso em: 23 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 149

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.