A Classificação Industrial e sua Importância na Análise Setorial

Suzana Borschiver, Pedro Wongtchowski, Adelaide Antunes

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar conceitos acerca das classificações industriais, mostrando-se a importância dos sistemas de classificações e a necessidade de correlação entre as classificações dos diferentes países. As classificações internacionais são baseadas na “Família Internacional de Classificações Econômicas e Sociais”, que englobam atividades econômicas, produtos, consumo, educação, emprego, entre outras. Sua abrangência em relação às classificações de atividades e de produtos envolve as “classificações de referência (como a ISIC e a CPC), as classificações derivadas (como a NACE e a CPA) e as classificações relacionadas (como a ANZIC e a NAICS), cuja harmonização é realizada por gestores de classificação, como o INDEC, da Argentina, o INE, de Portugal, e o IBGE, do Brasil.
As classificações de atividades e de produtos na economia constituem instrumento básico para obtenção de informações e análise dos dados estatísticos.

Palavras-chave


Classificação Industrial, Análise Setorial, Informação Estatística

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.18225/ci.inf..v33i1.1063

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2004 Suzana Borschiver, Pedro Wongtchowski, Adelaide Antunes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil