Relações disciplinares entre a Ciência da Informação e a “tríade” Biblioteconomia, Arquivística e Documentação (1960-2000)

Luís Miguel Oliveira Machado, Maria da Graça Melo Simões, Renato Rocha Souza

Resumo


Entre a Ciência da Informação (CI) e a “tríade” Biblioteconomia, Arquivística e Documentação (BAD) existe uma relação intrínseca, a ponto das suas fronteiras aparentemente se diluírem. Esta circunstância, aliada a fortes ligações com outras áreas, dificultam a definição epistemológica e de intervenção da CI, colocando em causa a sua disciplinaridade. Propõe-se contribuir para o esclarecimento das relações disciplinares entre CI e BAD, procurando-se identificar e analisar este tipo de relações entre a Documentação e a Biblioteconomia e entre a CI e a “tríade” BAD e refletir sobre a sua evolução. Para tanto, partiu-se de uma abordagem qualitativa de natureza exploratória, baseada numa revisão da literatura, privilegiando-se obras sobre a gênese e epistemologia da CI (artigos científicos datados entre 1968 e 2003). Dos resultados, conclui-se que as relações disciplinares da CI com a “tríade” BAD encontram-se em contínua evolução, desde a sua gênese apresentando o desenvolvimento matizes díspares entre cada uma delas. A Documentação manifestou uma presença diretamente relacionada com a gênese da CI; a Biblioteconomia partilhou essa ligação à sua génese, mas paralelamente, em vários cenários, manteve-se autónoma; a Arquivística apresentou uma relação distante relativamente à CI, mais em contexto de prática profissional do que epistemológico. Ao longo do período estudado a CI estabeleceu relações privilegiadas com outras áreas do saber, entre as quais: a Informática, Psicologia, Comunicação, Linguística e Matemática, o que demonstra uma dinâmica e um ajustamento da CI com a evolução sociocultural e tecnológica.

Palavras-chave


Ciência da Informação; Biblioteconomia; Arquivística; Documentação; Relações disciplinares

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. B. Revisiting ontologies: A necessary clarification. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 64, n. 8, p. 1532–2890, 2013.

ARAÚJO, C. A. Á. A ciência da informação como ciência social. Ciência da Informação, v. 32, n. 3, p. 21–27, 2003.

ARAÚJO, C. A. Á. O que é Ciência da Informação? Informação & Informação, v. 19, n. 1, p. 1–30, 1 dez. 2013.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Traducao Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. São Paulo: Almedina, 2011.

BARRETO, A. DE A. Uma quase história da ciência da informação. DataGramaZero, v. 9, n. 2, p. 1–18, 2008.

BORGES, M. M.; CASADO, E. S. (EDS.). A Ciência da Informação criadora de conhecimento. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2009. v. I

BORKO, H. Information Science: What Is It? American Documentation, v. 19, n. 1, p. 3–5, 1968.

BRIET, S. Qu’est-ce que la documentation? Paris: Editions Documentaires, 1951.

BROOKES, B. C. The foundations of information science: Part I. Philosophical aspects. Journal of Information Science, v. 2, n. 3–4, p. 125–133, 1 jan. 1980.

CAPURRO, R. Epistemologia e Ciência da Informação, V Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, Belo Horizonte, 10 nov. 2003. Disponível em: . Acesso em: 6 jul. 2016

CAPURRO, R.; HJORLAND, B. O conceito de informação, Perspectivas em Ciência da Informação, 2007. Disponível em:

FERNANDES, W. R.; CEDÓN, B. V. Ciência da Informação e Interdisciplinaridade: Análise das áreas de conhecimento correlatas. (M. M. Borges, E. S. Casado, Eds.)A Ciência da Informação criadora de conhecimento, vol.1, IV Encontro Ibérico EDIBCIC 2009. Anais...Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, nov. 2009

GALVÃO, M. C. B. Construção de conceitos no campo da ciência da informação. Ciência da Informação, v. 27, n. 1, p. 46–52, 1998.

GARCIA, J. C. R. Conferências do Geogia Institute of Technology e a Ciência da Informaçao: “de volta para o futuro”. Informação & Sociedade: Estudos, v. 12, n. 1, 2002.

LE COADIC, Y.-F. A ciência da informação. Traducao Maria Yêda Filgueiras Gomes. Brasília: Briquet: de Lemos/Livros, 1996.

LÓPEZ YEPES, J. La Documentación como disciplina: Teoría e história. 2. ed. Pamplona: Ediciones Universidade de Navarra, 1995.

MIKHAILOV, A. I.; GILJAREVSKIJ, R. S. An Introductory Course on Informatics/Documentation, International Federation for Documentation, 1971. Disponível em:

OTLET, P. Traité de documentation: Le livre sur le livre: Théorie et pratique. Bruxelles: Ediciones Mundaneum Palais Mondiel, 1934.

PINHEIRO, L. V. R. A Ciência da Informação entre sombra e luz: Domínio epistemológico e campo interdisciplinar. [s.l.] Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1997.

PINHEIRO, L. V. R. Configurações disciplinares e interdisciplinares da Ciência da Informação no ensino e pesquisa no Brasil. A Ciência da Informação criadora de conhecimento, vol.1, IV Encontro Ibérico EDIBCIC 2009. Anais...Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, nov. 2009

POMBO, O. O Pensamento Vivo da Informação (Parte 2), Olga Pombo entrevistada por Robson Ashtoffen [video] YouTube, , 2012. Disponível em:

QUIVY, R.; CAMPENHOUDT, L. VAN. Manual de investigação em ciências sociais. Traducao João Minhoto Marques; Maria Amália Mendes; Maria Carvalho. 6. ed. Lisboa: Gradiva, 1992.

RIBEIRO, F. Um modelo formativo em Ciência da Informação, de feição europeia e adequado a Bolonha: o caso da Universidade do Porto. Cadernos de Biblioteconomia Arquivística e Documentação, v. 1, p. 16–27, 2006.

ROJAS, M. Á. R.; DOMÍNGUEZ, S. E. C. La Archivistica y las Disciplinas Informativas Documentales: Retos y Cuestionamientos Epistemológicos. A Ciência da Informação criadora de conhecimento, vol.1, IV Encontro Ibérico EDIBCIC 2009. Anais...Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, nov. 2009

SARACEVIC, T. Ciência da informação: origem, evolução e relações. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 1, n. 1, p. 41–62, 1996.

SARACEVIC, T. Information Science. In: BATES, M. J.; MAACK, M. N. (Eds.). . Encyclopedia of Library and Information Sciences. New York: Taylor & Francis, 2009. p. 2570–2585.

SHERA, J. H.; CLEVELAND, D. B. History and foundations of information-science. In: WILLIAMS, M. E. (Ed.). Annual Review of Information Science and Technology. New York: Knowledge Industry Publications Inc., 1977. v. 12p. 249–275.

SILVA, J. L. C.; FREIRE, G. H. DE A. Um olhar sobre a origem da ciência da informação: indícios embrionários para sua caracterização identitária. Encontros Bibli, v. 17, n. 33, p. 1–29, 2012.

SILVA, A. M. DA; RIBEIRO, F. Das “ciências” documentais à ciência da informação: Ensaio Epistemológico para um novo modelo curricular. 2. ed. Porto: Edições Afrontamento, 2008.

SIMÕES, M. DA G. Classificações bibliográficas: percurso de uma teoria. Coimbra: Almedina, 2011.

SOUZA, R. R.; ALMEIDA, M. B. Representação do conhecimento: identidade ou esvaziamento da Ciência da Informação? A Ciência da Informação criadora de conhecimento, vol.1, IV Encontro Ibérico EDIBCIC 2009. Anais...Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, nov. 2009

SOUZA, R. R.; ALMEIDA, M. B.; BARACHO, R. M. A. Ciência da Informação em transformação: Big Data, Nuvens, Redes Sociais e Web Semântica. Ciência da Informação, v. 40, n. 2, p. 159–173, 2013.

STUMPF, I. R. C. A Ciência da Informação no Brasil através de seus Programas de Pós-Graduação. A Ciência da Informação criadora de conhecimento, vol.1, IV Encontro Ibérico EDIBCIC 2009. Anais...Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2009

WERSIG, G.; NEVELING, U. The phenomena of interest to Information Science. Information Scientist, v. 9, n. 4, 1975.

ZINS, C. Conceptions of Information Science. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 58, n. 4, p. 335–350, 2007a.

ZINS, C. Conceptual Approaches for Defining Data, Information, and Knowledge. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 58, n. 4, p. 479–493, 2007b.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Luís Miguel Oliveira Machado, Maria da Graça Melo Simões, Renato Rocha Souza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.