Instrumentos de governança na qualidade das informações em rede de suprimentos

Anselmo de Oliveira Souza, Márcio Cardoso Machado, Mauro Vivaldini

Resumo


Uma rede de suprimentos deve ter uma estrutura de governança que gerencie as relações entre as organizações parceiras, de forma a determinar as regras de controle e os limites dos membros, determinando a alocação dos recursos necessários por meio de um fluxo de informações ágil e confiável.  Neste contexto, redes de suprimentos, governança e qualidade da informação, esta pesquisa, por meio de um estudo teórico, correlaciona os temas, na intenção de entender como os instrumentos de governança podem influenciar a qualidade das informações na rede de suprimentos. Foram levantados diversos instrumentos de governança e, entre eles, foram selecionados dois instrumentos formais, contratos e dispositivos de controle, e dois instrumentos informais, confiança e colaboração. Apresenta-se quatro proposições teóricas que destacam a influência dos instrumentos de governança na qualidade das informações na rede de suprimentos e um modelo teórico para ilustrar a operacionalização destas proposições no contexto específico das redes de suprimentos. Pela discussão teórica estes instrumentos influenciam a qualidade das informações na rede de suprimentos.


Palavras-chave


Redes de Suprimentos, Governança, Qualidade, Informação

Referências


AKYUZ, G. A.; GURSOY, G. Role of management control and trust formation in supply network collaboration. International Journal of Collaborative Enterprise, v. 4, n. 3, p. 137-159, 2014.

ALVAREZ, G.; PILBEAM, C.; WILDING, R. Sustainable quality program: an investigation into the governance dynamics in a multi-stakeholder supply chain network. Supply Chain Management: An International Journal, v. 15, n. 2, p. 165- 182, 2010.

ALVES, S. T. J.; GONÇALVES, C. A.; PARDINI, D. J. Governança e inovação em redes industriais: um estudo do setor produtivo de bolsas e calçados. Revista de Ciências da Administração, v. 16, n. 39, p. 11-26, 2014.

BAIHAQI, I.; SOHAL, A. S. The impact of information sharing in supply chains on organisational performance: an empirical study. Production Planning & Control, v. 24, n. 89, p. 743-758, 2013.

BALESTRIN, A.; VARGAS, L. M. A dimensão estratégica das redes horizontais de PMEs: teorizações e evidências. Revista de Administração Contemporânea, edição especial, p. 203-227, 2004.

BALLOU, R. H.; GILBERT, S. M.; MUKHERJEE, A. New managerial challenges from supply chain opportunities. Industrial Marketing Management, v. 29, n. 1, p. 7-18, 2000.

BLOME, C.; SCHOENHERR, T.; KAESSER, M. Ambidextrous governance in supply chains: the impact on innovation and cost performance. Journal of Supply Chain Management, v. 49, n. 4, p. 59-80, 2013.

BRAND, F. C.; FACCIN, K. Métodos de pesquisa em governança de redes: uma revisão de estudos. Revista de Administração da UNIMEP, v. 13, n. 2, p. 26-43, 2015.

BRAZIOTIS, C.; BOURLAKIS, M.; ROGERS, H.; TANNOCK, F. Supply chains and supply networks: distinctions and overlaps. Supply Chain Management: An International Journal, v. 18, n. 6, p. 644-652, 2013.

CARLINI, V. F.; SANTOS, L. C.; BERTONCELLO, A. G.; SILVA, N. S. Qualidade da Informação em Curtumes: uma Análise sob o Enfoque Logístico. Desafio Online, v. 3, n. 1, p. 28-43, 2015.

CARTER, C. R.; ROGERS, D. S.; CHOI, T. Y. Toward the theory of the supply chain. Journal of Supply Chain Management, v. 51, n. 2, p. 89-97, 2015.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, v. 1, 2005.

CHEN, J. V.; WANG, C.; YEN, D. C. A causal model for supply chain partner’s commitment. Production Planning & Control, v. 25, n. 9, p. 800-813, 2014.

CHENG, J. Inter-organizational relationships and information sharing in supply chains. International Journal of Information Management, v. 31, n. 4, p. 374-384, 2011.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: SENAC Editora, 426p. 2006.

COELHO, L. C.; FOLLMANN, N.; RODRIGUEZ, C. M. T. O impacto do ompartilhamento de informações na redução do efeito chicote na cadeia de abastecimento. Gestão & Produção, v. 16, n. 1, p. 571-583, 2009.

CORBETT, C. J.; BLACKBURN, J. D.; VAN, L. N. W. Partnerships to improve supply chains. MIT Sloan Management Review, v. 40, n. 4, p. 71-86, 1999.

COSTA, J. C.; MAÇADA, A. C. G. Gestão da informação interorganizacional na cadeia de suprimentos automotiva. Revista de Administração de Empresas, v. 8, n. 2, p. 54-69. 2009.

COTI-ZELATI, P. E.; MOORI, R. G. O papel da colaboração no desempenho da gestão da cadeia de suprimentos: um estudo sobre o café orgânico. Organizações Rurais & Agroindustriais, v. 17, n. 2, p. 25-42, 2015.

DAI, H.; LI, J.; YAN, N.; ZHOU, W. Bullwhip effect and supply chain costs with low-and high-quality information on inventory shrinkage. European Journal of Operational Research, v. 250, n. 2, p. 457-469, 2016.

DENOLF, J. M.; TRIENEKENS, J. H.; VAN DER VORST, J. G. A. J.; OMTA, S. W. F. The role of governance structures in supply chain information sharing. Journal on Chain and Network Science, v. 15, n. 1, p. 83-99, 2015.

DOLCI, P. C.; MAÇADA, A. C. G.; GRANT, G. G. Exploring information technology and supply chain governance: case studies in two brazilian supply chains. Journal of Global Information Management, v. 23, n. 3, p. 72-91, 2015.

FERGUSON, R. J., PAULIN, M.; BERGERON, J. Contractual governance, relational governance, and the performance of interfirm service exchanges: the influence of boundaryspanner closeness. Journal of the Academy of Marketing Science, v. 33, nº 2, p. 217-34, 2005.

FORMENTINI, M.; TATICCHI, P. Corporate sustainability approaches and governance mechanisms in sustainable supply chain management. Journal of Cleaner Production, v. 112, p. 1920-1933, 2016.

FURLANETTO, E. L. Formação das estruturas de coordenação nas cadeias de suprimentos: estudos de caso em cinco empresas gaúchas. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Administração, PPGA/UFRGS, 291 p., 2002.

GE, M.; HELFERT, M. Impact of information quality on supply chain decisions. Journal of Computer Information Systems, v. 53, n. 4, p. 59-67, 2013.

GHOSH, A.; FEDOROWICZ, J. The role of trust in supply chain governance. Business Process Management Journal, v. 14, n° 4, p. 453-470, 2008.

GOMES, L. C.; KLIEMANN NETO, F. J. Métodos colaborativos na gestão de cadeias de suprimentos: desafios de implementação. Revista de Administração de Empresas, v. 55, n. 5, p. 563, 2015.

GRANDORI, A.; SODA, G.; Inter-firm networks: antecedents, mechanisms and forms. Organization Studies, v.16, n.2, p.183-214; 1995.

HE, Y; ZHAO, X. Contracts and coordination: supply chains with uncertain demand and supply. Naval Research Logistics, v. 63, n. 4, p. 305-319, 2016.

HUANG, M. C.; CHENG, H. L.; TSENG, C. Y. Reexamining the direct and interactive effects of governance mechanisms upon buyer–supplier cooperative performance. Industrial Marketing Management, v. 43, n. 4, p. 704-716, 2014.

HUDNURKAR, M.; JAKHAR, S.; RATHOD, U. Factors affecting collaboration in supply chain: a literature review. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 133, p. 189- 202, 2014.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVENANÇA CORPORATIVA – IBGC. Governança corporativa. Disponível em: < http://www.ibgc.org.br/inter.php?id=18161 >. Acesso em: 23 de abr. 2016.

JI, Z.; QIN, Z.; WANG, W. Analysis on supply chain contracts under two kinds of weighted utility profit functions. Journal of Nantong University, v. 2, p. 11- 26, 2012.

JONES, C.; HESTERLY, W. S.; BORGATTI, S. P. A general theory of network governance: exchange conditions and social mechanisms. Academy of management review, v. 22, n. 4, p. 911-945, 1997.

KUNNATHUR, A. S. Information security in supply chains: a management control perspective. Information & Computer Security, v. 23, n. 5, p. 476-496, 2015.

LAMBERT, D. M.; COOPER, M. C. Issues in supply chain management. Industrial marketing management, v. 29, n. 1, p. 65-83, 2000.

LEE, Y. W. STRONG, D. M.; KAHN, B. K.; WANG, R. Y. AIMQ: A methodology for information quality assessment. Information & management, v. 40, n. 2, p. 133-146, 2002.

LI, G.; GU, Y.; SONG, Z. Evolution of cooperation on heterogeneous supply networks. International Journal of Production Research, v. 51, n. 13, p. 3894-3902, 2013.

LU, Q.; MENG, F.; GOH, M. Choice of supply chain governance: self-managing or outsourcing?. International Journal of Production Economics, v. 154, p. 32-38, 2014.

MACHADO, M. C.; SOUZA, O.; SILVA MARTINS, S. A.; MENEGUELI, J. A.; SANTOS, C. E. Relationship between governance instruments and quality on supply networks: a theoretical proposal. In ILS 2016 - 6th International Conference on Information Systems, Logistics and Supply Chain, 2016.

MACHLINE, C. Cinco décadas de logística empresarial e administração da cadeia de suprimentos no Brasil. Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 3, p. 227- 231, 2011.

MARINAGI, C.; TRIVELLAS, P.; REKLITIS, P. Information quality and supply chain performance: the mediating role of information sharing. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 175, p. 473-479, 2015.

MENARD, C. The economics of hybrid organizations. Journal of Institutional and Theoretical Economics JITE, v. 160, n. 3, p. 345-376, 2004.

MILAGRES, R. The governance structure of cooperative networks. Revista de Administração e Inovação, v. 11, n. 3, p. 7, 2014.

MOORI, R. G.; BENEDETTI, M. H.; FARIAS, O. O. Alinhamento estratégico na cadeia de suprimentos: uma análise de empresas do setor de bens de capital a partir de suas prioridades competitivas. Revista de Negócios, v. 17, n. 1, p. 79-97, 2012.

NOGUEIRA NETO, M. S.; SACOMANO, J. B. O Fluxo de Informações em cadeia de suprimentos: prospecção em dois grupos de empresas. Revista de Administração da UNIMEP, v. 8, n. 1, 2010.

OLIVEIRA NETO, O. J.; MAIA, L. C. C.; FILENGA, D. É possível gerar valor financeiro pela informação? Evidências no desempenho das organizações em uma cadeia de suprimentos. Revista Eletrônica Gestão e Serviços, v. 5, n. 2, p. 914-939, 2014

PILBEAM, C.; ALVAREZ, G.; WILSON, H. The governance of supply networks: a systematic literature review. Supply Chain Management: An International Journal, v. 17, n. 4, p. 358-376, 2012.

PROVAN, K. G.; KENIS, P. Modes of network governance: structure, management, and effectiveness. Journal of public administration research and theory, v. 18, n. 2, p. 229-252, 2008.

ROTH, A. L.; WEGNER, D.; ANTUNES JUNIOR, J. A. V.; PADULA, A. D. Diferenças

e inter-relações dos conceitos de governança e gestão de redes horizontais de empresas: contribuições para o campo de estudos. Revista de Administração, v. 47, n. 1, p. 112-123, 2012.

SANTAREM, V.; VITORIANO, M. C. C. P. Gestão da informação, fluxos informacionais e memória organizacional como elementos da inteligência competitiva. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 6, n. 1, p. 158-170, 2016.

SANTOS, C. D.; VALENTIM, M. L. P. As interconexões entre a gestão da informação e a gestão do conhecimento para o gerenciamento dos fluxos informacionais. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, p. 19-33, 2014.

SANTOS, J. A. L.; LIMA, N. C.; QUEIROZ, J. V.; QUEIROZ, F. C. B. P.; OLIVEIRA, M. M. B. Gestão do fluxo de informações na cadeia de suprimentos: visão do departamento comercial de uma empresa de fertilizantes. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, v. 1, n. 10, p. 22-35, 2012.

SCHMOLTZI, C.; WALLENBURG, C. M. Operational governance in horizontal cooperations of logistics service providers: performance effects and the moderating role of cooperation complexity. Journal of Supply Chain Management, v. 48, n. 2, p. 53-74, 2012.

SCIELO. Scielo em números. Disponível em: . Acesso em: 03 de mar. 2017.

SCIENCEDIRECT. About Science Direct. Disponível em: . Acesso em: 03 de mar. 2017.

SPELL. Estatísticas do Spell. Disponível em: . Acesso em: 02 de mar. 2017.

TACHIZAWA, E. M.; WONG, C. Y. The performance of green supply chain management governance mechanisms: a supply network and complexity perspective. Journal of Supply Chain Management, v. 51, n. 3, p. 18-32, 2015.

TRINDADE, A. L. B.; OLIVEIRA, M.; BECKER, G. V. Análise dos atributos para avaliação da qualidade da informação nos ambientes de intranet para apoio à gestão do conhecimento. Revista Eletrônica de Administração, v. 17, n. 3, p. 776-801, 2011.

VAROUTSA, E.; SCAPENS, R. W. The governance of inter-organisational relationships during different supply chain maturity phases. Industrial Marketing Management, v. 46, p. 68-82, 2015.

VEEN-DIRKS, P. M. V.; VERDAASDONK, P. J. The dynamic relation between management control and governance structure in a supply chain context. Supply Chain Management: An International Journal, v. 14, n. 6, p. 466-478, 2009.

VIANA JUNIOR, A. P.; SILVA, C. R. Tecnologia da informação e qualidade do relacionamento em gestão de cadeias de suprimentos como mecanismo de redução dos custos de transação. Desafio online, v. 1, n. 1, p. 1-12, 2014.

VOIGT, G.; INDERFURTH, K. Supply chain coordination with information sharing in the presence of trust and trustworthiness. IIE Transactions, v. 44, n. 8, p. 637-654, 2012.

WANG, H.; HUANG, L. A Research on three-level supply chain contract model under the circumstance of asymmetric information. Journal of Huaiyin Institute of Technology, v. 3, p. 012, 2012.

WANG, Z.; YE, F.; TAN, K. H. Effects of managerial ties and trust on supply chain information sharing and supplier opportunism. International Journal of Production Research, v. 52, n. 23, p. 7046-7061, 2014.

WEGNER, D; PADULA, A. D. A influência de fatores contextuais na governança de redes interorganizacionais (RIOS). Gestão & Planejamento-G&P, v. 14, n. 1, 2012.

WEVER, M.; WOGNUM, N.; TRIENEKENS, J.; OMTA, O. Alignment between chain quality management and chain governance in EU pork supply chains: a transaction- cost-economics perspective. Meat science, v. 84, n. 2, p. 228-237, 2010.

WILLIAMSON, O. E. Transaction-cost economics: the governance of contractual relations. The journal of law & economics, v. 22, n. 2, p. 233-261, 1985.

ZHANG, X.; ARAMYAN, L. H. A conceptual framework for supply chain governance: an application to agri-food chains in China. China Agricultural Economic Review, v. 1, n° 2, p.169-186, 2009.

ZHOU, H.; SHOU, Y.; ZHAI, X; LI, L.; WOOD, C.; WU, X. Supply chain practice and information quality: a supply chain strategy study. International Journal of Production Economics, v. 147, p. 624-633, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Anselmo de Oliveira Souza, Márcio Cardoso Machado, Mauro Vivaldini

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.