Preservação da memória na área de ciências da saúde

Palavras-chave: Coleção especial, Preservação, Preservação digital. Catalogação.

Resumo

O objetivo deste trabalho é mostrar os resultados do projeto de digitalização e publicação on-line dos acervos da Coleção Memória da Enfermagem e da Nutrição, assim como a utilização extensiva das notas do MARC 21 para retratar as especificidades de cada exemplar registrado. Insere-se nas políticas e práticas de acesso aberto: desenvolvimento derepositórios digitais institucionais, temáticos, de dados de investigação; modelos e padrões de metadados; preservação digital e direitos de autor. Coleções bibliográficas especiais dentro de uma biblioteca universitária requerem um tratamento diferenciado do acervo geral: necessitam ser tratadas e disponibilizadas ao público, sem desconsiderar as questões de segurança patrimonial, pois seus itens, muitas das vezes, apresentam riscos e problemas de preservação em seu suporte original. O acesso à informação armazenada é um benefício chave do sistema de preservação de imagem digital. O escaneamento digital tem sido uma solução relativamente barata de duplo fim: para a preservação e o acesso, a distribuição e a transmissão da informação. A cópia digital garante por mais tempo o acesso ao conteúdo informacional enquanto o formato original fica preservado. Assim, as atividades de descrição, conservação, digitalização, armazenamento digital e criação de mecanismos de busca do acervo permitem a preservação da informação, a organização e a proteção física do acervo, democratizando o acesso à informação.

Biografia do Autor

Regina Oliveira de Almeida, Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição (BSEN)/Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)
Bibliotecária-documentalista. Mestrado e Doutorado em Educação.
Publicado
20/03/2020