Garantindo acervos para o futuro: Plano de preservação digital para o Repositório Institucional Arca

Palavras-chave: Preservação Digital. Repositório institucional. Plano de Ação.

Resumo

Este trabalho descreve o processo de construção do Plano de Ação de Preservação Digital para o Arca – Repositório Institucional da Fiocruz. A implementação de ações para a preservação digital ainda encontra desafios consideráveis em todos os seus estágios, sendo o primeiro a formulação de políticas institucionais e de outros instrumentos normativos e processuais necessários à sua execução. Um plano de preservação digital tem como objetivo sistematizar as etapas e procedimentos necessários para atender aos requisitos mínimos para a preservação dos objetos digitais depositados no repositório institucional. A construção do Plano de Ação foi composta por quatro etapas: análise dos requisitos, diretrizes e normas nacionais e internacionais que orientam as ações de preservação digital; definição dos elementos e da estrutura do documento; diagnóstico do estado atual do repositório Arca em relação aos elementos mínimos desejados; e definição das estratégias a serem adotadas para o repositório Arca. Como resultado, o Plano de Ação de Preservação Digital do repositório Arca estabelece os padrões que visam garantir que a produção cientifica da Fiocruz ali depositada seja preservada de forma permanente, em um ambiente confiável e seguro, buscando ainda contribuir para o debate teórico e prático sobre a preservação digital em repositórios.

Biografia do Autor

Andréa Gonçalves do Nascimento, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
Doutoranda em Ciência da Informação, IBICT-UFRJ. Doutoranda em História, Política e Bens Culturais, CPDOC/FGV. Mestre em Biblioteconomia, UNIRIO. Pós-graduada em Tecnologia da Informação, New York University.
Claudete Fernandes de Queiroz, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
Mestre em História, Política e Bens Culturais pelo CPDOC-FGV. Possui especialização em Docência Superior pelo ISEP (RJ) e graduação em Biblioteconomia pela Universidade Santa Úrsula (RJ).
Luciana Danielli de Araújo, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
Mestre em Ciência da Informação, IBICT-UFRJ. Possui graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal Fluminense.

Referências

APREDIG. Diagnóstico de alcance de recomendaciones NDSA Levels para Fiocruz. 2019.

ARELLANO, Miguel Angel. Preservação de documentos digitais. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 2, p. 15-27, maio/ago. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v33n2/a02v33n2.pdf. Acesso em: 05 jan. 2019.

ARQUIVO NACIONAL. Política de Preservação Digital. Dez. 2016. Disponível em: http://www.siga.arquivonacional.gov.br/images/an_digital/and_politica_preservacao_digital_v2.pdf. Acesso em: 10 mai. 2019.

BECKER, Christoph et al. Systematic planning for digital preservation: evaluating potential strategies and building preservation plans. International journal on digital libraries, v. 10, n. 4, p. 133-157, 2009. DOI 10.1007/s00799-009-0057-1. Disponível em: http://www.ifs.tuwien.ac.at/~becker/pubs/becker-ijdl2009.pdf. Acesso em: 12 fev. 2019.

BRITISH LIBRARY. Sustaining The Value: The British Library Digital Preservation Strategy 2017-2020. Jan. 2017. Disponível em: https://www.bl.uk/britishlibrary/~/media/bl/global/digital%20preservation/bl_digitalpreservationstrategy_2017-2020.pdf?la=en. Acesso em: 17 jul. 2019.

BULLOCK, Alison. Preservation of digital information: issues and current status. 22 abr. 1999. Disponível em: http://www.collectionscanada.ca/9/1/p1-259-e.html. Acesso em: 28 jul. 2005.

COLOMBIA. MINISTERIO DE EDUCCIÓN NACIONAL. INSTITUTO NACIONAL PARA SORDOS. Plan de preservación digital. INSOR: 2019. Disponível em: http://www.insor.gov.co/home/wp-content/uploads/filebase/Plan_preservacion_digital_INSOR_2019.pdf. Acesso em: 27 mar. 2019.

CONARQ. Carta para Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital. 2005. Disponível em: http://www.conarq.gov.br/images/publicacoes_textos/Carta_preservacao.pdf. Acesso em: 10 abr. 2019.

CORRADO, E. M.; SANDY, H. M. Digital preservation for libraries, archives and museums. 2. ed. Lanham, Mariland: Rowman & Littlefield, 2017.

DIGITAL PRESERVATION COALITION. Digital Preservation Handbook. 2015. Disponível em: https://dpconline.org/handbook. Acesso em: 07 jan. 2019.

FIVE COLLEGE CONSORTIUM. Digital Preservation: A Planning Guide for the Five Colleges. 2017. Disponível em: https://www.fivecolleges.edu/libraries/digital-preservation/digital-preservation-a-guide-for-the-five-colleges. Acesso em: 27 fev. 2019.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Política de acesso aberto ao conhecimento. Rio de Janeiro: Fiocruz/Presidência, 2014. 10 p. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/sites/portal.fiocruz.br/files/documentos/portaria_-_politica_de_acesso_aberto_ao_conhecimento_na_fiocruz.pdf. Acesso em: 05 jan. 2019.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Política de preservação dos acervos científicos e culturais da Fiocruz. Rio de Janeiro: Fiocruz/COC, 2018. 68 p. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/sites/portal.fiocruz.br/files/documentos/politica_de_preservacao_dos_acervos_cientificos_e_culturais_da_fiocruz_digital_2018.pdf. Acesso em: 05 jan. 2019.

ISO. ISO/TC 46/SC 11. Preservación de Documentos Digitales: Guía “Cómo empezar”. 2010. Disponível em: http://isotc.iso.org/livelink/livelink?func=ll&objId=8800112&objAction=browse&sort=name. Acesso em: 07 jan. 2019.

LANZELOTTE et al. Avaliação de confiabilidade do repositório institucional Arca. In: BIREDIAL-ISTEC, 9., 2019, São Paulo. Anais... São Paulo: UNINOVE, 2019. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34552. Acesso em: 10 set. 2019.

NATIONAL RECORDS OF SCOTLAND. The National Records of Scotland and born digital records: a strategy for today and tomorrow. Set. 2014. Disponível em: https://www.nrscotland.gov.uk/files/record-keeping/nrs-digital-preservation-strategy.pdf. Acesso em: 10 mai. 2019.

PLANETS. Preservation Plan Template. 2006. Disponível em: http://www.ifs.tuwien.ac.at/dp/plato/docs/plan-template.pdf. Acesso em: 10 abr. 2019.

PURDUE UNIVERSITY LIBRARIES. PURR Preservation Strategic Plan. 2012. Disponível em: https://purr.purdue.edu/legal/preservation-strategies. Acesso em: 12 ago. 2019.

SANTOS, Henrique Machado; FLORES, Daniel. Os impactos da obsolescência tecnológica frente à preservação de documentos digitais. Brazilian Journal of Information Science: research trends, v. 11, n. 2, 2017. Disponível em: http://200.145.171.5/revistas/index.php/bjis/article/view/5550. Acesso em: 11 mar. 2019.

THE ROYAL LIBRARY. Strategy for long term preservation of digital collection materials at the Royal Library. 11 set. 2014. Disponível em: http://www.kb.dk/export/sites/kb_dk/da/kb/downloadfiler/PreservationStrategyDigitalMaterials-KB-DK-2014.pdf. Acesso em: 10 mai. 2019.

WEITZEL, Simone da Rocha; MESQUITA, Marco Aurélio Alencar de. Preservação digital em repositórios institucionais: práticas na região Sudeste do Brasil. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 11, n. 1, p. 181-196, maio 2015. DOI 10.18225/liinc.v11i1.778.

Publicado
20/03/2020