Condição de trabalho de técnicos e pesquisadores nos institutos públicos de pesquisa: o caso do IPT | Work conditions for technicians and researchers in public research institutes: the IPT case

Thales Novaes de Andrade, Lucas Rodrigo da Silva, Vera Alves Cepêda

Resumo


Resumo Este texto pretende discutir como a produção tecnológica vem sofrendo efeitos das transformações internacionais em termos de reorganização institucional dos centros de pesquisa. Técnicos e cientistas tiveram suas atividades a partir de novos formatos organizacionais que se estabelecem atualmente. A globalização e a internacionalização do campo científico representam tendências que têm afetado fortemente a constituição dos grupos sociais que conduzem a prática tecnológica em âmbito mundial. Hoje é possível detectar processos globais de articulação de empresas, laboratórios e instituições públicas de pesquisa criando uma ciência e uma tecnologia ao mesmo tempo desenraizadas e assimétricas. As questões colocadas para os países em desenvolvimento são como a internacionalização da pesquisa científica está impactando nas instituições nacionais e como as elites científicas nacionais se comportam frente aos novos parâmetros de financiamento da Pesquisas Tecnológicas. O intuito deste texto é verificar como essas tendências estão impactando na produção científica e tecnológica dos Institutos Públicos de Pesquisa. Para elucidar essas questões parte-se para um estudo de caso sobre o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) que é ligado à USP e vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo.

Palavras-chave Ciência e Tecnologia; pesquisa científica; pesquisadores; IPT

Abstract This paper discusses how technological production has been suffering effects of international transformations in terms of institutional reorganization of research centers. Technicians and scientists had their activities redefined from new organizational formats that are established nowadays. The globalization and internationalization of the scientific field represent tendencies that have affected the constitution of social groups that lead technological practice worldwide. Today it is possible to detect articulation of global processes of companies, laboratories and public research institutions by creating science and technology while uprooted and asymmetric. The questions posed to developing countries is how internationalization of scientific research has been impacting national institutions; and how have national scientific elites been behaving before the new parameters of technological research funding. The aim of this text is to verify how these tendencies have been impacting the scientific and technological production of the Public Research Institute. To elucidate these questions we analyze the case of the Technological Research Institute (Instituto de Pesquisas Tecnológicas - IPT) that is embedded in USP and linked to the Development, Economy, Science and Technology Secretariat of São Paulo State.

Keywords Science & Technology; scientific research; researchers; IPT


Palavras-chave


Ciência e Tecnologia; pesquisa científica; pesquisadores; IPT

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v8i1.468

Apontamentos

  • Não há apontamentos.