Validade científica: da epistemologia à politica e à ética | Scientific validity: from epistemology to politics and ethics

Autores

  • Maria Nelida Gonzalez de Gómez Programa de pós-graduação em Ciência da Informação-Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.18617/liinc.v11i2.816

Palavras-chave:

Validade, Ciência, Epistemologia, Ética, Política.

Resumo

RESUMO Em diferentes períodos e circunstâncias, os critérios de validade dos conhecimentos científicos e os procedimentos de sua validação têm sido objeto de discussão. O que pode surpreender, no momento atual, é o modo como as questões cruzam fronteiras antes bem estabelecidas, embaralhando princípios epistemológicos, éticos e políticos. Entre as manifestações desses rompimentos de fronteiras, cabe mencionar o reconhecimento de critérios de valor transepistêmicos, aplicados à atividade científica, vindos dos sistemas de poder econômico e administrativo, a partir do pós-guerra. Por outro lado, surgiriam novos projetos e instâncias normativas, em grande parte pelo reposicionamento da subjetividade na construção e avaliação do conhecimento e da informação, incluindo a crítica de premissas epistemológicas positivistas; a experimentação de novos instrumentos coletivos de controle social da pesquisa; a busca de novas formas de autonomia ética e epistêmica, pelas intersubjetividades configuradas em redes.

Palavras-chave: Validade; Ciência; Epistemologia; Ética; Política.

ABSTRACT At different times and circumstances, the criteria of validity of scientific knowledge and the procedures for its validation have been discussed. What may surprise, at present, it is the way that the issues cross borders, shuffling epistemological, ethical and political principles. Among the manifestations of these disruptions of pre-established boundaries, it is worth mentioning the recognition of transepistemic value criteria, applied to scientific activity, coming from the economic and administrative power systems, after the post-war. On the other hand, arise new projects and normative instances, largely by repositioning of subjectivity in the construction and evaluation of knowledge and information, including criticism of positivist epistemological premises; experimentation with new collective instruments of social control of research and the search for new forms of ethical and epistemic autonomy, by intersubjectivities configured in networks.

Keywords:Validity; Science; Epistemology; Ethic; Politics.

 

Biografia do autor

Maria Nelida Gonzalez de Gómez, Programa de pós-graduação em Ciência da Informação-Universidade Federal Fluminense

Doutora em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1992), mestre em Ciência da Informação pela mesma universidade, em Convênio com o IBICT (1982), graduada em Filosofia pela Universidad Nacional de Rosario, Argentina . Pesquisadora Titular Aposentada do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, IBICT,desde junho de 2010. Docente Permanente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação , na condição de Professora Visitante sênior da Universidade Federal Fluminense e Professora Colaboradora do Pós -graduação em Ciência da Informação desenvolvido em convênio pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia-IBICT e a Universidade Federal de Rio de Janeiro. Orientadora de Mestrado e Doutorado, e supervisora de estágios de pós-doutorado, em Ciência da Informação. Avaliadora externa, em cursos de pós-graduação e graduação da área, e em Jornadas de Iniciação Científica.É membro de Comitês Editoriais e/ou parecerista de revistas científicas das áreas de Ciências da Informação, bem como de agências avaliadoras de fomento. Áreas principais de pesquisa:Filosofia da informação e epistemologia; questões éticas e políticas da informação. Ações e regimes de informação -abordagem reconstrutiva.

Downloads

Publicado

29/10/2015

Como citar

Gómez, M. N. G. de. (2015). Validade científica: da epistemologia à politica e à ética | Scientific validity: from epistemology to politics and ethics. Liinc Em Revista, 11(2). https://doi.org/10.18617/liinc.v11i2.816

Edição

Seção

Dilemas ético-epistemológicos da era da informação