A regulamentação do canabidiol no Brasil: como nasce a expertise leiga | Cannabidiol regulation in Brazil: how lay expertise is born

Monique Batista Oliveira

Resumo


RESUMO Esse artigo mostra como o processo de regulamentação do canabidiol no Brasil possibilitou o desenvolvimento de uma expertise leiga com influência em instituições e políticas públicas. O canabidiol é um dos compostos presentes na cannabis com potencial anticonvulsivo. O texto aponta similaridades desse ativismo com o da Aids nos 1990 a partir da análise de Steven Epstein. Credibilidade, capacidade de mobilização, domínio sobre a linguagem da ciência e autonomia estão entre os fatores que formam esse leigo diferenciado. O texto questiona, no entanto, se esse leigo é representativo de outros e se ele contribui para uma ciência mais democrática.

Palavras-chave: Ciência Cidadã; Expertise Leiga; Maconha – Uso Terapêutico; Canabidiol – Uso Terapêutico; Regulamentação do Canabidiol.

ABSTRACT This article shows how cannabidiol regulation in Brazil enabled the development of lay expertise with influence in public institutions and policies. Cannabidiol is a compound identified in cannabis, with anticonvulsant potential. The text points out similarities of this experience with that of Aids activists in the 1990’s based on Steven Epstein’s analysis. Credibility, mobilization, mastery over the language of science and autonomy are among the factors that produce this distinguished layman. This work inquires, however, if this layman is representative of others and if he contributes to a more democratic science.  

Keywords: Citizen Science; Lay Expertise; Marijuana – Therapeutic Use; Cannabidiol – TherapeuticUse; Canabidiol Regulation


Palavras-chave


Ciência cidadã, expertise leiga, maconha – uso terapêutico, canabidiol – uso terapêutico, regulamentação do canabidiol

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v13i1.3749

Apontamentos

  • Não há apontamentos.