Repensando a inovação do século XXI a partir das práticas do Movimento Maker | Rethinking the 2st-century innovation from the practices of the Maker Movement

Cecília Gerhardt Burtet, Amarolinda Iara da Costa Zanela Klein

Resumo


RESUMO O início do século XXI evidencia um crescente paradoxo no campo da inovação. De um lado, teóricos do campo da inovação e formadores de políticas consideram a inovação como algo ainda restrito ao domínio das empresas. De outro, o aumento da digitalização e a redução de custos de comunicação faz com que cada vez mais pessoas possam se envolver na geração de inovações e mudanças tecnológicas em diferentes contextos. Nesse cenário, emerge o Movimento Maker. Este artigo oferece um debate acerca das práticas desse movimento que geram questionamentos sobre as teorias de inovação atuais, propondo novos olhares e questões de pesquisa.

Palavras-chave: Inovação; Democratização da Inovação; Movimento Maker.   

ABSTRACT The beginning of the 21st century shows a growing paradox in the innovation field. On the one hand, innovation theorists and policymakers consider innovation as something still restricted to the company domain. On the other hand, the increase in digitization and the reduction of communication costs enable more and more people can be involved in the generation of innovations and technological changes in different contexts. The Maker Movement emerged in this scenario. This article offers a debate about the practices of this Movement that challenge the innovation theories and has proposed new views and research questions.

Keywords:Innovation; Democratizing of Innovation; Maker Movement.

            


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v14i1.4137

Apontamentos

  • Não há apontamentos.