O contexto informacional dos núcleos de estudos afro-brasileiros: analisando o facebook como uma fonte de informação étnico-racial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18617/liinc.v14i2.4288

Resumo

RESUMO Este trabalho é resultado da pesquisa realizada para elaboração da dissertação de mestrado aprovada pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (PGCIN-UFSC), no ano de 2018. Teve como objetivo geral verificar como os Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros catarinenses utilizam as redes sociais como fontes de informação étnico-racial. Além disso, a proposta foi analisar a disseminação do conhecimento e os usos/apropriações das informações sobre seus estudos, relacionando a presença dos intelectuais negros com a produção bibliográfica baseada na abordagem pós-colonial de teóricos como Grosfoguel, Oliveira e Lins e Bhambra. Investigou-se também o contexto das fontes de informação na internet, estabelecendo, a partir desse ponto, uma conexão com as redes sociais e a relevância dos trabalhos desenvolvidos pela ciência da informação sobre essa temática. Como metodologia, esta pesquisa baseou-se no trabalho de Corrêa e Silva (2017) que tem como objetivo apresentar, categorizar e discutir as postagens presentes no Facebook. A partir dos dados coletados, foram elaborados tabelas e gráficos que proporcionaram a análise das informações e das interações sociais realizadas. Por fim, percebeu-se que cada grupo e núcleo apresenta seus critérios de publicação e que o Facebook é uma rede social utilizada por essas entidades para disseminar informações relacionadas aos seus objetivos e por isso pode ser considerada uma fonte de informação étnico-racial para seus pesquisadores e comunidade em geral.

Palavras-chave: Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros; Fonte de Informação; Redes Sociais; Facebook.

Biografias dos autores

Andréia Sousa da Silva, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2004). Mestranda do Curso de Ciência da Informação do Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina, do eixo Organização e Preservação do Conhecimento. Produz pesquisas nas áreas de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia e Arquivologia, principalmente com os seguintes temas:Memória social e étnica, Estudos Afro Brasileiros, Movimentos Sociais na Biblioteconomia, Ética e Política na Biblioteconomia, Mídias Sociais, Multiculturalismo, Bibliotecas Comunitárias e Bibliotecas Populares. Pesquisadora associada do Núcleo de Estudos Afro Brasileiros da Universidade do Estado de Santa Catarina( NEAB UDESC).

Cézar Karpinski, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor Adjunto IV da Universidade Federal de Santa Catarina - Departamento de Ciência da Informação. Bacharel em Filosofia, mestre e doutor em História. Atuação e pesquisa na área de Ciência da Informação, nas interfaces: Informação e Memória; Estudos históricos e epistemológicos da Ciência da Informação; História dos Arquivos e das Bibliotecas; Patrimônio cultural, natural e documental; Ciência da Informação e Interdisciplinaridade; Informação e Movimentos Sociais. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação e Membro do Grupo de Pesquisa Organização do Conhecimento e Gestão Documental.

Downloads

Publicado

17/12/2018

Como citar

Silva, A. S. da, & Karpinski, C. (2018). O contexto informacional dos núcleos de estudos afro-brasileiros: analisando o facebook como uma fonte de informação étnico-racial. Liinc Em Revista, 14(2). https://doi.org/10.18617/liinc.v14i2.4288

Edição

Seção

Organização do Conhecimento: agendas sociopolíticas e seus conflitos históricos