Entre hiperinformação e desinformação: o “fio de ariadne” para a preservação da informação na web

Autores

  • Bianca da Costa Maia Lopes Doutoranda em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/Universidade Federal do Rio de Janeiro (IBICT/UFRJ)
  • Arthur Coelho Bezerra Pesquisador do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT/MCTI)

DOI:

https://doi.org/10.18617/liinc.v15i1.4605

Resumo

RESUMO No cenário da era digital, partimos de uma reflexão sobre os desafios à preservação da informação na web diante da hiperinformação que trafega pela rede, com destaque para os caminhos percorridos entre informação e desinformação.  Pretendemos abordar   aspectos da memória no espaço da web e tomar a atual circulação de fake news como exemplo que ilustra a dialética da liberdade sociotécnica contemporânea. Em tal contexto, destacamos a relevância dos estudos de “competência crítica em informação” empreendidos por pesquisadores da ciência da informação, que auxiliam a compreender como as informações veiculadas na internet atendem a propósitos específicos de determinados agentes e grupos políticos, reforçando elementos de poder intrínsecos aos regimes de informação.

Palavras-chave: Hiperinformação; Memória; Preservação; Competência Crítica em Informação; Era Digital.

Biografias dos autores

Bianca da Costa Maia Lopes, Doutoranda em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/Universidade Federal do Rio de Janeiro (IBICT/UFRJ)

Doutoranda e mestra em Ciência da Informação pelo IBICT/UFRJ na linha "Comunicação, Organização e Gestão da Informação e do Conhecimento". Bacharela em Arquivologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Arthur Coelho Bezerra, Pesquisador do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT/MCTI)

Pesquisador do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT/MCTIC). Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI/IBICT-UFRJ). Pesquisador visitante da Université Toulouse - Jean Jaurès (Cátedra América Latina). Coordenador do grupo de pesquisa Estudos críticos em informação, tecnologia e organização social (Escritos). Membro do grupo de pesquisa Perspectivas Filosóficas em Informação (Perfil-i), do Laboratório em Rede de Humanidades Digitais (LaRHuD) e da Rede Latino-Americana de Estudos sobre Vigilância, Tecnologia e Sociedade (LAVITS). Pesquisador associado do Núcleo de Estudos da Cidadania, Conflito e Violência Urbana (NECVU/UFRJ) e do Laboratório Interdisciplinar sobre Informação e Conhecimento (LIINC/UFRJ). Doutor em sociologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com pós-doutorado também pela UFRJ. Mestre em sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ) e bacharel em produção cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Foi professor substituto da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e professor colaborador da UFRJ. Autor do livro Cultura ilegal: as fronteiras morais da pirataria (com prefácio escrito por Howard Becker).

Downloads

Publicado

28/06/2019

Como citar

Lopes, B. da C. M., & Bezerra, A. C. (2019). Entre hiperinformação e desinformação: o “fio de ariadne” para a preservação da informação na web. Liinc Em Revista, 15(1). https://doi.org/10.18617/liinc.v15i1.4605