Práticas e percepções dos pesquisadores brasileiros sobre serviços de acesso aberto a dados de pesquisa | Practices and perceptions of Brazilian researchers on open access to research data

Sonia Elisa Caregnato, Samile Andrea de Souza Vanz, Caterina Groposo Pavão, Paula Caroline Jardim Schifino Passos, Eduardo Borges, Rene Faustino Gabriel Junior, Luis Alberto Azambuja, Rafael Port da Rocha

Resumo


RESUMO O artigo apresenta análise exploratória das práticas e das percepções a respeito do acesso aberto a dados de pesquisa embasada em dados coletados por meio de survey, realizada com pesquisadores brasileiros. As 4.676 respostas obtidas demonstram que, apesar do grande interesse pelo tema, evidenciado pela prevalência de variáveis relacionadas ao compartilhamento e ao uso de dados e aos repositórios institucionais, não há clareza por parte dos sujeitos sobre os principais tópicos relacionados. Conclui-se que, apesar da maioria dos pesquisadores afirmar que compartilha dados de pesquisa, a disponibilização desses dados de forma aberta e irrestrita ainda não é amplamente aceita.

Palavras-chave: Dados Abertos de Pesquisa; Compartilhamento de Dados; Reuso de Dados.

ABSTRACT This article presents an exploratory analysis of the practices and perceptions regarding open access to research data based on information collected by a survey with Brazilian researchers. The 4,676 responses show that, despite the great interest in the topic, evidenced by the prevalence of variables related to data sharing and use and to institutional repositories, there is no clarity on the part of the subjects on the main related topics. We conclude that, although the majority of the researchers share research data, the availability of this data in an open and unrestricted way is not yet widely accepted.

Keywords: Open Research Data; Data Sharing; Data Reuse.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v15i2.4771

Apontamentos

  • Não há apontamentos.